Estado registra 1.389 mortes por covid-19 em 24 horas

A taxa de ocupação de leitos de UTI está hoje em 90,7% no estado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Em um período de 24 horas, o estado de São Paulo registrou 1.389 mortes por covid-19, batendo novo recorde. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, o número contabiliza dados acumulados desde o feriado da última sexta-feira (2). Em geral, o número de mortes e de novos casos costuma ser maior às terças-feiras por causa de um represamento de dados que ocorre aos finais de semana.

Até então, o maior registro havia ocorrido na última terça-feira, quando foram registradas 1.209 mortes.

O estado também contabilizou, em 24 horas, 22.794 novos casos. O recorde foi registrado na semana passada, quando foram contabilizados 26.567 novos casos em um único dia. O estado já soma 78.554 mortes por covid-19, com 2.554.841 casos.

Em relação aos internados, o estado vem mantendo estabilidade nos últimos dias, embora ainda em número elevado. Até ontem (5), o estado tinha 29.510 pessoas internadas, sendo que 12.963 delas estavam em estado grave, ocupando leitos de unidades de terapia intensiva (UTI). A taxa de ocupação de leitos de UTI está hoje em 90,7% no estado.

Desde o dia 6 de março, todo o estado de São Paulo está na Fase 1-Vermelha do Plano São Paulo, onde somente serviços considerados essenciais podem funcionar. Mas como a taxa de isolamento não estava crescendo a níveis considerados satisfatórios, o governo decidiu endurecer ainda mais essa medida. No dia 15 de março entrou em funcionamento em todo o estado a fase emergencial, com medidas ainda mais restritivas. As aulas da rede pública foram suspensas, jogos de futebol paralisados e cultos e celebrações religiosas coletivas foram proibidos. Foi estabelecido ainda um toque de recolher, das 20h às 5h. A medida, que pretende reduzir a circulação do vírus e evitar uma sobrecarga nos hospitais, fica em vigor até o dia 11 de abril.

or Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil 

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas