Insumos da Coronavac estão prontos para embarque ao Brasil, diz Estado

Insumo será suficiente para produzir 8,6 milhões de doses de Coronavac
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Laboratório da Sinovac, na China (Zhang Yuwei/Xinhua)

Uma nova remessa de 5,4 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) da fábrica da biofarmacêutica Sinovac Life Sciences já se encontra no Aeroporto de Pequim, na China, para liberação, informa o Governo do Estado de São Paulo. A carga deve chegar ao Estado de São Paulo na quarta-feira (3) e permitirá a produção de mais 8,6 milhões de doses da vacina contra a COVID-19 pelo Instituto Butantan.

Na última sexta-feira (29), o Estado de São Paulo entregou ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, um lote com 1,8 milhão de doses da vacina do Butantan para a vacinação dos brasileiros, completando cronograma estabelecido com o órgão federal que previa a entrega de 8,7 milhões de vacinas até 31 de janeiro.

Deste total, 410 mil doses permaneceram em São Paulo para dar continuidade à campanha de imunização, que já ultrapassou a marca de 387 mil pessoas vacinadas até as 7h55 deste domingo (31). As novas grades permitirão que o público-alvo da fase 1 da campanha seja imunizado em sua totalidade, o que inclui trabalhadores da saúde, indígenas, quilombolas, idosos residentes em instituições de longa permanência e pessoas com deficiência a partir de 18 anos institucionalizados. Além disso, permitirá que o Estado de São Paulo comece a vacinar os idosos acima de 85 anos em fevereiro.

De todas as vacinas disponíveis no país até o momento, 80% foram fornecidas pelo Instituto Butantan. O Governo de São Paulo já distribuiu 1,2 milhão de doses. A vacinação no Estado começou em 17 de janeiro, com a imunização de profissionais de Saúde no Hospital das Clínicas de São Paulo.

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas