Média móvel de mortes cai 20% no Estado de São Paulo

Há sete dias, média estava em 105
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Ônibus de transporte público com os bancos forrados com o tecido especial contra a codiv-19 apresentado esta semana em São Paulo (Gov. do Estado de SP/via Fotos Públicas)

O Estado de São Paulo registrou hoje (31) uma média móvel semanal de óbitos de 84 mortes por Covid-19. Os dados mostram tendência de queda da pandemia no estado, já que há sete dias este índice estava em 105, ou seja, apresentam uma redução de 20%.

SP teve um total de 1.116.127 casos e 39.311 óbitos. Entre os casos diagnosticados de COVID-19, 999.718 pessoas estão recuperadas, sendo que 121.713 foram internadas e tiveram alta hospitalar.
As taxas de ocupação dos leitos de UTI são 39,5% no Estado e 41,2% na Grande São Paulo. O número de pacientes internados é de 7.004, sendo 3.989 em enfermaria e 3.015 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 14h deste sábado.

Hoje, os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 588 com um ou mais óbitos. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais 57,5% são homens e 42,5% são mulheres. A média de idade dos óbitos é de 69 anos de idade.

Observando faixas etárias, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (10.112), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (9.256) e 80 e 89 anos (8.051). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (53), 10 a 19 anos (69), 20 a 29 anos (330), 30 a 39 anos (1.121), 40 a 49 anos (2.573), 50 a 59 anos (5.108) e maiores de 90 anos (2.638).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,8% dos óbitos), diabetes mellitus (43,2%), doenças neurológicas (11%), renal (9,6%), pneumopatia (8,3%). Outros fatores identificados são obesidade (8,1%), imunodepressão (5,5%), asma (3%), doenças hepáticas (2,1%) e hematológica (1,7%), Síndrome de Down (0,5%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 31.566 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,4%).

Perfil dos casos

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 520.482 homens e 589.443 mulheres. Não consta informação de sexo para 6.202 casos.

A faixa etária que mais concentra casos é a de 30 a 39 anos (262.728). As demais são: menores de 10 anos (28.199), 10 a 19 (53.878), 20 a 29 (189.051), 40 a 49 (229.840), 50 a 59 (167.383), 60 a 69 (101.599), 70 a 79 (51.568), 80 a 89 (24.274) e maiores de 90 (6.958). Não consta faixa etária para outros 649 casos.

*com informações do Gov. do Estado de SP

Acompanhe nossos Podcast
Está gostando do conteúdo? Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Últimas - notícias

Orelhas & Tiaras

Play
Play
Play
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Podcast

SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
SP AGORA - O melhor conteúdo de São Paulo
As últimas notícias de São Paulo e do Brasil.
As manchetes dos principais jornais do país
by SPAGORA

Você vai ouvir na voz do repórter Paulo Édson Fiore as manchetes dos principais jornais brasileiros.

As manchetes dos principais jornais do país
Comandante da PM afasta policial após ele apreender carro de vereadora
As manchetes dos principais jornais do país