Rio Grande do Sul receberá mais 15 pacientes de Rondônia

Pacientes com covid-19 seguirão para hospitais de Porto Alegre e Canoas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Chegada dos primeiros pacientes na madrugada de quarta-feira (Felipe Dalla Valle/Gov. do Estado do Rs/via Fotos Públicas)

Mais 15 pacientes Covid de Porto Velho, capital de Rondônia, vão ser transferidos para hospitais do Rio Grande do Sul. A chegada, prevista para a madrugada desta sexta-feira (29), no aeroporto de Porto Alegre, foi anunciada pelo Governo do Estado.

Assim como foi feito com os primeiros nove pacientes que chegaram na madrugada da quarta-feira (27), as 15 pessoas passarão por uma triagem ao desembarcarem e, em seguida, serão levadas a hospitais de Porto Alegre e de Canoas.

Os rondonienses devem ser levados a quatro hospitais: Clínicas, Conceição e Vila Nova, na capital, e Hospital Universitário de Canoas. A definição será feita após a triagem, de acordo com o quadro clínico de cada paciente. Todos ocuparão leitos clínicos, e só serão internados na UTI em caso de piora.

Para a transferência entre o aeroporto e os hospitais, serão utilizadas ambulâncias básicas e avançadas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de um micro-ônibus da Brigada Militar. As prefeituras da capital e de Canoas participam ativamente da logística de transferência, ao lado da Secretaria Estadual da Saúde (SES).

No domingo (24), o governo do Estado anunciou a disponibilidade para receber 50 pacientes de Rondônia, a pedido do Ministério da Saúde.

A chegada dos rondonienses não impacta o cálculo das bandeiras do modelo de Distanciamento Controlado das duas cidades. O Estado flexibiliza, na base de cálculo, pacientes de fora da região. Além disso, os pacientes ocuparão leitos clínicos, cujo percentual de ocupação está baixo neste momento – cerca de 22%.

*com informações do Gov. do Estado do RS

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas