São Paulo registra em 24 dias 16 mil casos de covid-19 a mais que em dezembro inteiro

Número de mortes em 24 dias de janeiro também é maior que o mês de dezembro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Micrografia eletrônica de varredura colorida de células CCL-81 (verde) infectadas com partículas do vírus da covid-19 – marrom (NIAID/via Fotos Públicas)

Os números da COVID-19 no Estado de São Paulo de janeiro já ultrapassaram o total do mês passado: foram 237.130 novos casos entre os dias 1º a 24, 16.486 a mais que o total de dezembro inteiro (220.644).

Também já são 4.785 novas mortes registradas neste mês, contra 4.622 no anterior.

O acumulado do decorrer da pandemia é de 51.502 óbitos e 1.699.427 casos confirmados do novo coronavírus até hoje (24).

Entre o total de casos diagnosticados de COVID-19, 1.435.128 pessoas estão recuperadas, sendo que 173.805 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 71,7% na Grande São Paulo e 71,3% no Estado. O número de pacientes internados é de 13.351, sendo 7.381 em enfermaria e 5.970 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 12h deste domingo.

Para fazer frente à segunda onda e garantir assistência, o Governo de SP anunciou na sexta-feira (22) a ativação de mais 756 leitos (https://www.saopaulo.sp.gov.br/noticias-coronavirus/governo-de-sp-abre-756-novos-leitos-e-reativa-hospital-de-campanha-de-heliopolis-2/).

Hoje, os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 616 com um ou mais óbitos. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade, junto com o perfil, pode ser consultada também em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Por Gov. de São Paulo

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Veja também

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas