Nome sujo: 35% dos devedores do ABC têm dívidas entre R$ 100 e R$ 250

(Reprodução)

Dados divulgados pela Plataforma do SPC Brasil e da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de São Caetano do Sul mostram que 35% das pessoas com estão com nome sujo no ABC Paulista devem entre R$ 100 e R$ 250 reais. As informações foram coletadas no primeiro trimestre de 2021 e demonstram que, em comparação com o mesmo período do ano passado, a região apresenta um aumento expressivo de devedores de 142,51%.

A plataforma, que resgata os números de inadimplência dos últimos anos, passou a monitorar os índices da região da Grande São Paulo. Os dados de inadimplência incluem o ticket médio, sexo do consumidor, tempo da dívida, entre outros.

Alexandre Damasio, da CDL São Caetano do Sul (Arquivo/Divulgação)

“Ao analisarmos os dados do levantamento, notamos que o maior volume foi durante o mês de janeiro. Provavelmente, é um reflexo das compras de final de ano da população”, comenta Alexandre Damasio, presidente da CDL em São Caetano, em nota à imprensa.

Segundo comunicado, o monitoramento aponta que 290 mil consumidores possuem algum tipo de restrição financeira no ABC e cerca de 54% dos inadimplentes são mulheres. O levantamento também indicou que a pandemia de covid-19 afetou significativamente este cenário, já que 43% das dívidas foram tomadas nos últimos 3 meses. Apenas 1.01% dos consumidores têm dívidas de 9 meses e 0.11% têm entre quatro e cinco anos.

No Brasil, cerca de 61 milhões de pessoas estão inadimplentes, o que representa cerca de 39% da população nacional. 

BRT ABC ligará três cidades ao Metrô e à CPTM

BRT ABC será conectado ao Metrô e a CPTM (Divulgação)

O Governo do Estado de São Paulo apresentou, ontem (7), o projeto do BRT ABC, um sistema de transporte rápido que conectará com ônibus, via corredor exclusivo, os municípios de São Paulo, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Serão investidos, exclusivamente pela iniciativa privada, um total de R$ 859 milhões no novo modal de transporte metropolitano que terá capacidade para transportar 115 mil pessoas por dia e permitirá avanços importantes em mobilidade urbana na região, segundo o Estado.

“Uma iniciativa que exigiu estudos, planejamento, análises, para permitir que com essa alternativa, com esse modal, oferecêssemos o menor tempo possível ao menor investimento viável e, principalmente, em um tempo reduzido de implantação”, destacou João Doria, governador do Estado.

O projeto do BRT ABC prevê 18 quilômetros de via expressa, com 20 paradas, três terminais e uma frota de 82 ônibus elétricos, com ar-condicionado, silenciosos e não poluentes, articulado, com 23 metros. O sistema de integração dos municípios da região do ABC com a capital fará o trajeto de ponta a ponta, do terminal São Bernardo ao Terminal Sacomã, na capital, em 40 minutos na modalidade expressa. Além do bilhete expresso que dará a opção do passageiro fazer menos paradas, haverá duas outras opções, tradicional e semiexpressa.

Lançamento BRT ABC
João Doria, governador de São Paulo, durante anúncio do BRT ABC (Divulgação)

A obra será iniciada após a conclusão do projeto executivo em andamento, com previsão de entrega e operação total em 2023. A empresa Metra será a responsável pela implantação e gerenciamento e terá direito a 25 anos de exploração da concessão. O sistema se conectará a CPTM, Metrô, Expresso Tiradentes, linhas da SPtrans e ao Corredor ABD. Na Estação Tamanduateí o passageiro terá a opção de acessar a Linha 2-Verde do Metro ou a Linha 10-Turquesa da CPTM, de lá o passageiro tem a opção de seguir até a estação Sacomã, integrando também ao Expresso Tiradentes.

Além de ser uma nova opção aos trabalhadores do ABC que se deslocam até a capital, o novo modal de transporte atenderá especialmente aos estudantes do Grande ABC. O BRT ABC passará pelo Instituto Mauá, Fundação Santo André, Fundação ABC entre outras universidades.

“O BRT ABC vai levar os passageiros de modo eficiente e absolutamente coerente com a demanda da região, de acordo com os estudos de origem-destino realizados. Todos o investimentos da implementação serão feitos pela iniciativa privado, fiscalizados pelo estado”, comentou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy. “Esperamos que em 2022 tenhamos o BRT ABC operacional para a população”, pontuou Baldy.

Deslocamento rápido e seguro

O BRT ABC vai oferecer aos passageiros deslocamento rápido e seguro. Os ônibus irão se deslocar em faixas exclusivas, sem qualquer interferência de outros veículos ou do trânsito nas vias. Semáforos inteligentes serão capazes de identificar os ônibus do BRT ABC, priorizarão a abertura, fazendo com que não fiquem esperando parado no farol.

O conforto e a acessibilidade estão presentes em todo projeto. O piso será em nível da plataforma, facilitando o embarque e desembarque de passageiros; especialmente crianças, idosos e pessoas com deficiência. O pagamento da passagem será nas estações para evitar filas e diminuir o tempo de paradas.

*Com Gov. do Estado de SP

Grande ABC também antecipa feriados para conter covid-19

(Arquivo/Pref. de Diadema)

Assim como a capital, cidades da região do Grande ABC Paulista também terão feriados municipais antecipados na próxima semana, para conter a aceleração da transmissão de covid-19. A decisão foi tomada em assembleia extraordinária do consórcio intermunicipal que reúne prefeitos de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Não haverá dia útil de 27 de março a 4 de abril. 

A decisão acompanha a ação da prefeitura de São Paulo que, para tentar impedir o iminente colapso do sistema de saúde, anunciou no dia 18 a antecipação de cinco feriados, suspendendo atividades não essenciais de 26 de março a 2 de abril. Na região do ABC, os feriados foram antecipados entre os dias 29 de março e 1º de abril, emendando com o feriado nacional da Paixão de Cristo (2) e o fim de semana.

Mesmo setores considerados essenciais deverão encerrar às 17h, com exceção dos serviços de saúde, como hospitais públicos e privados, urgência e emergência, farmácias, laboratórios e hospitais veterinários. Apenas funcionários de serviços essenciais poderão circular no transporte público. A comercialização de bebida alcoólica estará proibida nesse período.

Os prefeitos comunicaram a medida por meio de ofício ao secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, para que os equipamentos geridos pelo governo estadual adotem as mesmas medidas de contenção da pandemia.

Números

São Paulo tem 67.558 mortes por covid-19 confirmadas, com mais de 2,3 milhões de casos, de acordo com o Ministério da Saúde. O estado viu o número de casos e óbitos saltarem, chegando a 3.449 mortes na última semana epidemiológica, iniciada em 14 de março, conforme levantamento do Conselho Nacional de Secretário de Saúde (Conass), o pior cenário desde o início da pandemia.

Por Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil 

PMs impedem roubo e prendem suspeitos

equipes sobre motocicletas da polícia militar de São Paulo - Rocam

Policiais militares da ROCAM prenderam dois bandidos e impediram o roubo de uma moto em Santo André, no ABC, região metropolitana de São Paulo. Os criminosos foram flagrados no momento em que já se preparavam para levar o veículo.

A vítima pilotava uma moto (Suzuki) de alta cilindrada e trafegava pela Avenida Pereira Barreto, no Jardim Paraíso, quando foi abordada pelos assaltantes. Toda a ação foi gravada por uma câmera acoplada ao capacete do motociclista e por outra instalada no posto de combustíveis onde ele foi parado.

Ao ser abordado pela dupla, o jovem desceu da motocicleta, colocou as mãos na cabeça e não reagiu. Um dos criminosos, armado com um revólver, não teve nem tempo de subir na moto da vítima. Policiais militares da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (Rocam), faziam patrulhamento na região e chegaram em meio ao ataque. Um dos bandidos correu em direção ao posto, mas acabou caindo e se entregou.

O comparsa dele atravessou a avenida correndo e tentou se esconder em um estabelecimento comercial, onde também foi preso. O rapaz parecia não acreditar na sorte que teve, com os Pms surgindo no exato momento em que os ladrões levariam o veículo dele. Com um dos assaltantes, foi apreendido um revólver calibre 38.A moto usada pela dupla (uma BMW) havia sido roubada em Guarulhos, também na Grande São Paulo, e foi recuperada.Os criminosos foram encaminhados ao 1º Distrito Policial de Santo André e autuados em flagrante.

Já à noite, um casal que também estava em uma moto na região do Sacomã, Zona Sul da Capital, foi atacado por dois bandidos e não teve tanta sorte. As vítimas estavam trafegavam pela Rua Nossa Senhora da Saúde, na Vila Elísio, quando os suspeitos surgiram a pé e anunciaram o assalto. Eles tentaram fugir, e um dos ladrões atirou, atingindo o marido, que estava na garupa, no braço direito e costas.Após o disparo, os assaltantes fugiram sem levar nada, e a vítima foi levada para o pronto-socorro  do Jardim Botucatu e medicada.O Caso foi registrado no (26º) Distrito Policial do Sacomã.

Por Paulo Edson Fiore, da Jovem Pan

ABC adia volta às aulas e Capital avalia retorno dia 4

(Gov. do Estado de SP)

Prefeitos de sete cidades do Grande ABC Paulista, que fazem parte do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, decidiram adiar a volta às aulas em 2021. Pelo planejamento do governo de São Paulo, as aulas presenciais do novo ano letivo, tanto para escolas particulares quanto públicas, seriam retomadas em 1º de fevereiro. Entretanto, em reunião realizada ontem (12), os sete prefeitos resolveram marcar o retorno para 18 de fevereiro na rede privada e para 1º de março na rede pública.

Os gestores municipais condicionaram o início das aulas presenciais ao cronograma de vacinação contra o novo coronavírus. Caso haja atraso no início da vacinação, previsto inicialmente pelo governo paulista para 25 de janeiro, ou de reclassificação dessas regiões no Plano São Paulo, os prefeitos deverão se reunir novamente, em assembleia extraordinária, para deliberar sobre a manutenção das datas.

Participaram da reunião de ontem os prefeitos de Santo André, Paulo Serra, que preside o Consórcio ABC; de São Bernardo do Campo, Orlando Morando; de São Caetano do Sul, Tite Campanella; de Diadema, José de Filippi Júnior; de Mauá, Marcelo Oliveira; de Ribeirão Pires, Clovis Volpi; e de Rio Grande da Serra, Claudio Melo.

“A principal deliberação dos prefeitos da região sobre a volta às aulas considera o início da vacinação contra a covid-19. O Grande ABC está totalmente preparado para receber as doses e iniciar a aplicação da vacina. As cidades estão somente aguardando definição por parte dos governos estadual e federal para começar o processo”, disse Paulo Serra. 

Apesar de concordar com a decisão do Consórcio ABC, a prefeitura de São Caetano informou que ainda não decidiu se o retorno se dará em todas as etapas de ensino (infantil, fundamental e médio) de forma simultânea. Isso será estudado ao longo desta semana.

Hoje (13), em entrevista coletiva, o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, questionou a decisão dos prefeitos de voltar reiniciar as aulas nas escolas particulares antes das públicas. Ele também questionou a condicionalidade da vacinação. Segundo o secretário, a decisão dos prefeitos do consórcio poderá ser judicializada.

Rossieli disse que a educação precisa ser prioridade. “Quando se estabelece que a escola municipal vai fecha,r é preciso ter uma justificativa epidemiológica. Apenas dizer que vai esperar a vacinação,não é justificativa epidemiológica porque teríamos também que fechar outros setores que estão funcionando”, afirmou o secretário.

“Estamos abertos para manter o diálogo, mas, se for necessário, vamos judicializar o caso. Não há motivo para começarem primeiro as escolas particulares e depois as públicas depois. O que me parece é que não há preparação para o retorno”, acrescentou.

Capital

Na capital, a intenção é promover a volta às aulas presenciais no dia 4 de fevereiro. À Agência Brasil, a prefeitura informou, porém, que isso vai depender das recomendações das autoridades de saúde.

Em Guarulhos, segunda maior cidade do estado, o ano letivo de 2021 terá início no dia 3 de fevereiro. De acordo com a prefeitura, a volta será gradual e facultativa, respeitando o limite de 30% da capacidade.

Os alunos de Guarulhos matriculados na rede municipal terão propostas de atividades presenciais e remotas. A prefeitura informou ainda que solicitou aos governos estadual e federal a inclusão dos professores nos grupos prioritários para a vacinação contra a covid-19 para que a volta presencial possa ocorrer de forma segura.

Em Osasco, um dos maiores municípios paulistas, a prefeitura ainda não tem uma data prevista para a volta às aulas. A data está sendo discutida entre as secretarias da Educação e de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica. A prefeitura informou que o retorno será gradual e vai respeitar os protocolos do Plano São Paulo. 

Datas mantidas

Na entrevista de hoje, o secretário Rossieli Soares disse que o governo vai manter a data para o retorno presencial e gradual das aulas no ano letivo de 2021, estabelecida em 1º de fevereiro. 

Por meio de decreto publicado em dezembro, as escolas de educação básica (do ensino infantil ao médio) poderão receber até 35% dos alunos matriculados, mesmo que estejam localizadas em regiões da Fase 1-Vermelha do Plano São Paulo, onde só os serviços considerados essenciais podem funcionar. Se as escolas estiverem em regiões da Fase 3-Amarela, poderão atender até 70% dos estudantes matriculados. Já na Fase 4-Verde, poderão receber a totalidade dos alunos.

Em quaisquer situações, os protocolos sanitários deverão ser seguidos. No caso do ensino zuperior, as instituições de ensino só poderão receber alunos quando a região onde estiverem localizadas estiverem, no mínimo, na Fase 3-Amarela.

Rossieli Soares disse ainda que o retorno às aulas será feito por meio de rodízio. “O retorno é de até 35% no dia, mas 100% dos alunos vão retornar em forma de rodízio. É para voltarem todos os estudantes. O aluno vai uma ou duas vezes [por semana à escola], faz o acompanhamento, entrega e recebe materiais para continuar no centro de mídias (com aulas pela internet) ou na TV”, explicou o secretário.

“Nas duas primeiras semanas, mesmo naquelas que estiverem nas fases Amarela ou qualquer outra cor  [do Plano São Paulo], vamos voltar com no máximo um terço [dos alunos], porque vamos focar no acolhimento e na formação dos estudantes para que aprendam comportamento. Nas últimas duas semanas de fevereiro, aí, sim, vai para os percentuais indicados de acordo com a classificação das cores”, acrescentou.

Histórico

As aulas presenciais estão suspensas em todo o estado de São Paulo desde o fim de março do ano passado por causa da pandemia do novo coronavírus. 

Desde o dia 8 de setembro, no entanto, escolas estaduais estavam autorizadas a reabrir para atividades de reforço e acolhimento emocional. O governo autorizou também a retomada de aulas para o ensino médio em 7 de outubro e em 3 de novembro para o ensino fundamental. Mas coube a cada um dos 645 prefeitos do estado decidir se as escolas de seus municípios seriam reabertas, seguindo o planejamento estadual.

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil 

Ex-prefeito de Santo André morre por complicações da Covid-19

O ex-prefeito de Santo André, no ABC Paulista, Aidan Ravin (Republicanos) morreu ontem (10) por complicações causadas pela Covid-19. Aidan tinha 59 anos, segundo informa o G1. Ainda segundo o portal, o ex-prefeito passou a ter complicações desde que foi internado, em maio do ano passado.

Aidan governou a cidade entre 2009 e 2012.

O velório foi realizado na Câmara Municipal de Santo André e o enterro ocorreu na manhã de hoje (11). O ex-prefeito deixa mulher e dois filhos. 

Manutenção no sistema afeta abastecimento de água no ABC

A Sabesp realiza na noite deste sábado (09) e madrugada de domingo uma manutenção preventiva na Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio Grande, segundo o Governo do Estado, para melhoria no sistema de abastecimento.

Os trabalhos começaram às 19h e devem ser concluídos às 3h do domingo, quando o fornecimento de água passará ser normalizado gradativamente. Os serviços são realizados neste horário, de menor consumo de água, para minimizar os reflexos no abastecimento.

A intervenção afeta o abastecimento dos municípios de São Bernardo do Campo e Diadema.

Em Santo André, serão afetados os seguintes bairros: Paraíso, Vila Dora, Vila Boa Vista, Jardim Bela Vista, Vila Alice, Vila Valparaíso, Vila Floresta, Vila Pinheirinho, Vila São João, Vila Scarpelli, Jardim Ocara, Parque Bandeirante, Vila Apiaí, Jardim Cambuí, Jardim Oriental, Jardim Jamaica, Vila Eldízia, Centro, Vila Leopoldina, Vila Marina, Vila Bela Vista, Jardim Alvorada, Vila Alzira, Jardim Bom Pastor, Jardim Stella, Jardim Pilar, Vila Assunção, Vila Gilda, Vila Pìres, Vila Silvestre, Vila Cecília, Maria, Vila Helena, Vila Linda, Vila Junqueira, Jardim Telles de Menezes, Jardim do Estádio, Jardim Las Vegas, Vila Vitória, Jardim Guilhermina, Jardim Milena, Jardim Santa Cristina, Jardim Aclimação, Vila Luzita, Vila Guarará, Vila Mazzei, Jardim Europa, Vila Lutécia, Jardim Irene, Jardim Cipestre, Sítio dos Vianas, Jardim Guarará e Cata Preta.

“Os imóveis que dispõem de caixa-d’água com reserva mínima para 24 horas, como determina o decreto estadual 12.342/78, não sentirão o período de intermitência. A Sabesp pede que a população use de forma consciente a água dos reservatórios, evitando desperdício, e agradece a compreensão”, diz nota do Governo do Estado.

Serviço

Telefones de emergência: 195 e 0800-011-9911.

Linhas metropolitanas do ABC terão aumento de frota e de viagens

(Alexandre Carvalho/Governo do Estado de SP)

Sete linhas metropolitanas da região do ABC passarão a operar com acréscimo de frota e de viagens a partir de hoje (1). A medida é resultado do acompanhamento diário da operação realizado pela EMTU/SP para manter a frota intermunicipal em número compatível com o volume de passageiros transportado. Cerca de 9 mil pessoas serão beneficiadas diariamente com a mudança.

As linhas 069, 173, 177, 218, 323, 403 e 432, que circulam entre os municípios de Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul, Mauá, Ribeirão Pires e São Paulo, terão nova programação horária com acréscimo de sete veículos e 69 viagens.

Informações adicionais sobre os novos horários das linhas podem ser obtidas no site https://www.emtu.sp.gov.br.

Vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP) é controlada pelo Governo de São Paulo. Fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano de baixa e média capacidade nas cinco regiões metropolitanas do Estado: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba / Litoral Norte. Juntas, as áreas somam 134 municípios.

*gov. do Estado de SP

GCM é baleado durante assalto

Um guarda civil municipal foi assaltado e baleado por criminosos em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Atingido por dois disparos, Fagner Silva Marinho, de 38 anos, está internado, mas fora de perigo.

De acordo com a Polícia Militar, o GCm estava de folga e à paisana quando foi atacado no início da noite de ontem (9) na Estrada da Cama Patente, no Parque Esmeralda. Ele seguia de moto para casa quando foi abordado por dois bandidos, que também ocupavam uma motocicleta.

O piloto emparelhou com o veículo do guarda municipal, e o garupa, armado com um revólver calibre 38, anunciou o assalto, provavelmente sem saber que que se tratava de um agente público. O Gcm teria tentado reagir, sacando uma das pistolas que carregava consigo, mas acabou sendo atingido por dois disparos.

Após atirar, os criminosos fugiram levando a motocicleta e as duas armas da vítima. Na fuga, o ladrão deixou cair o revólver usado no assalto, que foi encontrado e recolhido posteriormente pela Guarda Civil Municipal. 

Atingido no abdômen e na perna direita, o Gcm Marinho foi socorrido pelo SAMU e encaminhado à UPA no Bairro dos Alvarenga. Dali, ele foi transferido para o Hospital Estadual Mario Covas, em Santo André,  onde passou por cirurgia. 

Equipes da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar ainda fizeram uma busca pela região, mas os bandidos não foram encontrados. O assalto foi registrado Terceiro Distrito Policial de São Bernardo do Campo.

Por Paulo Édson Fiore – Repórter da Jovem Pan

Veja essa e outras notícias no canal do Youtube do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.

Parque Chácara Baronesa, em Santo André, é reaberto

Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) retoma nesta terça-feira (11) a visitação no Parque Estadual Chácara da Baronesa, em Santo André, na Região Metropolitana de São Paulo. As restrições de portões e horários de funcionamento, bem como o incentivo às práticas esportivas individuais, como corrida, caminhada e uso de bicicleta, continuam valendo.

(Gov. do Estado/Reprodução)

Desde 3 de agosto, também estão disponíveis o uso das quadras de tênis, esporte que permite distanciamento entre os jogadores. Espaços fechados, como bibliotecas, salas de atividades, museus e orquidários seguirão com restrição. A SIMA monitora as atividades e comportamento da população nos espaços durante as primeiras semanas para deliberar sobre a abertura integral.

O Parque Estadual Chácara da Baronesa funcionará de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Em todos os locais, a limpeza e desinfecção dos banheiros serão intensificadas. O uso de máscara continuará obrigatório, bem como o distanciamento social. Há totens com álcool em gel 70% em pontos estratégicos. Não é recomendado o uso de parquinhos, quadras e campos para práticas coletivas.

Parque Estadual Chácara da Baronesa

A antiga Chácara dos Crespi, um imóvel rural com área de cerca de 350 mil m², localizada no município de Santo André, limite com São Bernardo do Campo, é também conhecida por Haras São Bernardo. Foi reconhecida em julho de 1987 como Área de Proteção Ambiental (APA) e, nesse mesmo período, o Condephaat criou o denominado Parque Estadual “Chácara da Baronesa”.

Agendamentos

As Unidades de Conservação do Jaraguá, Cantareira (Núcleo Pedra Grande) e Caminhos do Mar seguem os mesmos horários e as visitas devem ser agendadas com antecedência mínima de 24 horas, por meio do site de venda online da Fundação Florestal. As trilhas com ocorrência de mamíferos e cachoeiras permanecem fechadas.

Zoológico, Zoo Safári e Jardim Botânico

Visitações durante a semana, das 10h às 16h; sábados, domingos e feriados das 9h às 16h, com restrição de 50% dos ingressos. Vale ressaltar que Jardim Botânico estará fechado às segundas-feiras para manutenção.

Nesta etapa, apenas a área de visitação aberta poderá ser utilizada. Para visitação ao Zoo Safári, é permitido apenas veículo particular (o serviço de vans está suspenso).

*com informações do Governo do Estado de SP