Presos ajudam na limpeza de cidades atingidas por chuva

Presos ajudam a limpar rua coberta de lama sob olhar de policiais militares
(Secretaria de Justiça/Fotos Públicas)


A Justiça de Minas Gerais autorizou que 33 presos da cidade de Abre Campo, Zona da Mata mineira, ajudem na limpeza da região. Com a chuva que tem atingido o estado, estragos foram registrados em vários bairros do município.

A pedido do diretor-geral do presídio de Abre Campo, Leandro Freitas, o juíz Bruno Camêlo permitiu que presos ajudem na limpeza da cidade em troca da redução de pena. A cada três dias de trabalho, o detento terá um dia retirado da pena.

“A cidade ficou completamente destruída. Todo o centro comercial ficou alagado e dezenas de comerciantes perderam praticamente tudo. Estou aqui há sete anos e tenho carinho por este município. Poder ajudar de alguma forma neste momento é muito recompensador. Tivemos o apoio da prefeitura, do Judiciário e de parceiros do sistema prisional”, relata o diretor-geral do presídio.

Segundo ele, a prefeitura concede as ferramentas necessárias e o almoço dos internos, que trabalham de 8h às 16h. Inicialmente, o número de detentos era 16, mas foi ampliado durante esta semana.

Ponte Nova

(Secretaria de Justiça/Fotos Públicas)

Em Ponte Nova, a situação é similar. Para auxiliar na limpeza das ruas depois da cheia do Rio Piranga e dos ribeirões Vau-Açú e Oratórios, foram acionados 22 presos – que trabalham em uma parceria da prefeitura com o Complexo Penitenciário local – para fazer a remoção de lama e limpeza das vias. Os internos já tinham autorização judicial para trabalhar na parceria e fazem parte da equipe de funcionários que realizam a limpeza e manutenção de praças e ruas de Ponte Nova.

Segundo a diretora de Atendimento do Complexo Penitenciário do município, Aline de Araújo, os internos estão sendo muito bem recebidos por todos. Foram eles, também, que ajudaram no deslocamento de idosos e no transporte dos mobiliários e roupas de um asilo que foi atingido. “Eles estão fazendo a diferença. Devido ao efetivo reduzido de servidores da própria prefeitura, os internos conseguem ajudar bastante. Estamos muito satisfeitos com a parceria e em saber que eles estão sendo importantes para a cidade”, afirma.

Manhumirim

Nesta quarta-feira (29/1), cinco presos que cumprem pena em Manhumirim começaram a prestar os mesmos serviços no município. A cidade também foi bastante atingida pelas chuvas. O poder Judiciário, em parceria com o presídio, concedeu autorização para a saída dos internos.

*Com informações do Governo do Estado de MG