Quatro passageiros são presos com droga em Cumbica

(Polícia Federal/Reprodução)

A Polícia Federal prendeu, em ações distintas, entre os dias 26 e 27/1, no Aeroporto Internacional de São Paulo, 4 passageiros que transportavam drogas nas bagagens. As ações, que resultaram nas prisões, foram resultado das apreensões realizadas pelas equipes da Polícia Federal e Receita Federal.

No sábado (26), servidores da Receita Federal, que fiscalizavam as bagagens despachadas pelos passageiros, com o auxílio de cães farejadores, identificaram conteúdo suspeito dentro de duas malas. Uma das malas teria como destino final a cidade de Conacry, na Guiné e a outra seguiria para Beirute, no Líbano. A PF foi acionada, e os policiais localizaram seus proprietários, um homem português, de 24 anos de idade e um francês de 44 anos, quando ainda realizavam os procedimentos migratórios.



Conduzidos à sede policial, os peritos federais encontraram mais de 4 Kg de cocaína escondidos em fundos falsos da mala do passageiro nacional de Portugal e outros 7 Kg, na forma de tabletes, que estavam envoltos em roupas, dentro da mala do cidadão francês. Ambos receberam voz de prisão.

Na segunda situação, funcionários que realizam a inspeção dos passageiros que passam pelo controle migratório acionaram os policiais federais ante suspeita de que uma mulher ocultava algo sob as vestes. Conduzida a uma sala reservada, policiais realizaram busca pessoal e encontraram volumes fixados às pernas da suspeita. Realizada perícia nos volumes, foi identificado um total de 3 Kg de cocaína. A mulher, nacional do Suriname e 37 anos de idade, pretendia levar a droga para Joanesburgo, na África do Sul.

No domingo (27), em voo com destino a Kuala Lumpur, na Malásia, foi presa uma mulher filipina, de 32 anos de idade, tentando embarcar com cocaína diluída dentro de embalagem de sabão líquido e em garrafa de bebida. A mulher, que havia levantado suspeitas dos policiais federais que fiscalizavam os passageiros na fila do check-in, disse, ao ser entrevistada, que levava consigo algumas encomendas para ser entregue à família de um conhecido no país de destino. O volume total da droga, encontrada com a mulher, somou mais de 5 Kg de cocaína.

Os presos serão encaminhados aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça.

*Conteúdo da Agência Polícia Federal

Mais a metade dos voos de Cumbica estão atrasados

Por Daniel Mello, da Agência Brasil

Avião pousando no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Paulo Pinto/Fotos Públicas)

O Aeroporto Internacional de Guarulhos ainda tem hoje (14) atrasos relativos aos problemas enfrentados pelas chuvas de ontem (13). Do total de partidas feitas a partir da meia-noite dessa sexta-feira, 51%, ou seja, 80 voos saíram pelo menos 30 minutos após o horário previsto. Foram cancelados cinco voos.

Nas chegadas, o índice de atraso ficou em 34,8%, com 56 aeronaves aterrissando mais de meia hora depois da hora marcada. Foram cancelados ainda 13 voos que deveriam pousar em Guarulhos.



Segundo a assessoria da GRU Airport, concessionária que administra o terminal, as decolagens e partidas estão em processo de normalização.

Homem é flagrado com seis pistolas no Aeroporto de Congonhas

Lucas Scatolini/Agência Brasil

(Agência PF/Reprodução)

A Polícia Federal apreendeu na manhã de hoje (18) seis pistolas Glock semiautomáticas e com a numeração raspada, no Aeroporto de Congonhas, na capital paulista. O homem que portava o armamento e fazia o trajeto de Curitiba para o Rio de Janeiro, com conexão em São Paulo, foi preso em flagrante.

A Polícia Federal afirmou que a apreensão foi feita durante uma fiscalização de rotina nas bagagens despachadas, onde foram localizados objetos metálicos em uma das malas. Após a identificação do passageiro, a mala foi aberta e as armas foram encontradas escondidas em embalagens de perfumes.



Ao todo foram apreendidas seis pistolas semiautomáticas Glock calibre ponto 40, de uso restrito, todas com a numeração raspada. De acordo com a PF, esse tipo de arma somente pode ser adquirido por forças de seguranças e portadores regularmente registrados.

A prisão em flagrante foi decretada por ocultação, transporte e adulteração de armas de fogo de uso restrito, conforme previsto no Estatuto do Desarmamento. A pena prevista é de 6 a 12 anos de prisão. O homem será encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Federal prossegue nas investigações para identificar os vendedores e os destinatários do armamento apreendido.

Trem para aeroporto de Guarulhos fará cinco viagens por dia

(Alexandre Carvalho/ Portal do Governo de SP/ Reprodução)

O Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), ganhou, nesta terça-feira (16), uma linha expressa com viagens diretas e sem paradas, partindo da Estação da Luz, no centro de São Paulo.

O serviço Airport Express oferece cinco viagens diárias de ida e volta em horários determinados.

O primeiro trem parte às 10h da Estação da Luz; o segundo, ao meio-dia; o terceiro, às 14h; o quarto, às 16h; e o último, às 22h. No sentido Aeroporto-Luz, o primeiro trem sai às 9h, depois às 11h, 13h, 15h e, por último, às 21h.

O bilhete custa R$ 8 e pode ser adquirido nas duas estações. O serviço de embarque e desembarque será realizado em plataformas exclusivas.

O passageiro também conta com o serviço Connect desde 3 de outubro, mas com paradas entre cinco estações e saída da Estação Brás (Linha 13 da CPTM) até o Aeroporto de Guarulhos. A tarifa é o mesmo do sistema, R$ 4.

Aeroporto usa cão para evitar entrada de produtos contaminados

Camila Bohem/Agência Brasil

Thor vai atuar na vistoria de bagagens no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos (Divulgação)

O Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado na cidade de Guarulhos, receberá hoje (5) e amanhã (6) a ajuda de um cão treinado para evitar a entrada de produtos contaminados que possam espalhar a peste suína e febre aftosa pelo país. Thor, um labrador, ajudará os auditores fiscais federais agropecuários que atuam no posto de Vigilância Internacional Agropecuária (Vigiagro) do aeroporto na fiscalização de cargas e bagagens que chegam ao terminal.

A ação ocorre devido a casos recentes de peste suína na Europa, África e Ásia e de febre aftosa na Colômbia. O último surto de peste suína no Brasil foi em 1978, que entrou no país em restos de comida de um avião e gerou grande prejuízo para a criação de porcos brasileira.

“É trabalho dos auditores fiscais federais agropecuários evitar que produtos que podem conter pragas e doenças entrem no país, para isso, contamos com um trabalho de inteligência que tem, entre outros instrumentos, a equipe K9 [Thor e seus condutores]”, disse o auditor fiscal Angelo de Queiroz, coordenador da operação.

No processo de fiscalização, os auditores avaliam a procedência do voo, o ponto de origem onde se inicia a viagem, o perfil dos passageiros, as características das cargas e bagagens e a possibilidade de conterem produtos que ofereçam riscos relativos à introdução destas doenças no país.

“A esses parâmetros soma-se a avaliação prévia do risco sanitário associado a produtos agropecuários específicos. A partir daí, o Thor entra em ação e nos ajuda na identificação e apreensão destes produtos por meio do faro muito sensível”, disse Queiroz.

Após pouso em pista errada de Cumbica, Cenipa abre investigação

(Arquivo/Sindicato Nacional dos Aeronautas/Reprodução)

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) abriu investigação classificada de “incidente grave” para apurar os motivos de um avião da Latam ter pousado na pista errada no Aeroporto de Guarulhos na última quarta-feira (26).

A aeronave, um Airbus A321 de matrícula PT-MXH, saiu de Fortaleza com 184 passageiros e oito tripulantes a bordo e pousou na pista 27R quando estava autorizada a pousar na pista 27L. O Cenipa vai apurar as falhas no gerenciamento de tráfego aéreo e na comunicação de navegação.

Em nota, o órgão informou que a investigação tem o objetivo de prevenir que novas ocorrências com as mesmas características se repitam. “A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo Cenipa terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade da ocorrência”, diz o texto.

Em comunicado, a Latam informou que a ocorrência está sendo investigada pelas autoridades aeronáuticas competentes. “A empresa reforça que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais”, diz a Latam.

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) disse que todos os dados relativos à ocorrência foram disponibilizados para a autoridade competente e que a análise está sendo conduzida pelo Sistema de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos.

“As ações que cabem ao órgão de controle de tráfego aéreo local para possibilitar a investigação e prevenção de ocorrências aeronáuticas foram adotadas, sendo que não foi observado pela Torre de Controle de Guarulhos qualquer dano à aeronave e ao aeroporto”, diz a Infraero.

Cumbica: Em 3 dias, 4 são presos tentando embarcar com cocaína

(Polícia Federal/Reprodução)

A Polícia Federal (PF) prendeu, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em ações distintas, entre a noite de sábado (15/9) e hoje (17/9), passageiros tentando embarcar com droga nas bagagens.

Policiais federais abordaram uma passageira, brasileira de 20 anos de idade, que embarcaria em um voo com destino para Lisboa/Portugal. Ela estava na fila de check-in da empresa aérea, para verificação de uma bagagem que havia despachado.

Após a mala ser inspecionada pelo raio-x, foi constatada a presença de matéria orgânica. Ainda em observação aos demais passageiros que se encontravam na fila, os policiais federais abordaram também um homem, brasileiro de 22 anos com uma bagagem com as mesmas características, mas na cor preta.

Este suspeito despachou sua mala pouco depois da passageira brasileira. Apesar de não estarem na mesma reserva, o destino de ambos era Lisboa. A mala do homem também teve indicação de matéria orgânica.

Diante disso, ambos foram conduzidos à PF, onde acabaram revelando que que vieram de Belo Horizonte/MG para São Paulo de ônibus. Logo em seguida, aberta a mala e feita a perícia, foi constatado que na mala de ambos havia no total 4 volumes retangulares no interior em fundo falso, contendo pó branco, cujo exame preliminar apontou resultado positivo para cocaína, somando um volume total de mais de quatro quilos de cocaína. Diante de todo o quadro, ambos os conduzidos receberam voz de prisão por tráfico internacional de drogas e por associação para o tráfico de drogas.

Em outra ocorrência, na manhã de hoje (17/9), servidores da Receita Federal inspecionavam bagagens despachadas, com o auxílio do raio-x e cães farejadores, quando localizaram uma bagagem composta por 4 malas com a presença de matéria orgânica. Uma mala foi aberta para confirmação da existência de droga, no interior da mala havia sapatos e bijuterias (colares com medalhões).

Foi feito um furo em um dos medalhões, constatando-se a presença de um pó branco, característico da cocaína. A Polícia Federal foi acionada e localizaram o passageiro dono das bagagens, um homem nigeriano de 40 anos. Na delegacia, a substância foi submetida a perícia, resultando positivo para cocaína, somando mais de dois quilos em aproximadamente 269 medalhões.

Na outra ação, a Polícia Federal foi acionada na mesma manhã (17/9) ante suspeita de droga em duas malas despachadas. Policiais federais localizaram a passageira, uma mulher francesa de 26 anos de idade. As malas foram passadas pelo aparelho de raio-x e a imagem de uma delas indicou a presença de matéria orgânica. Após a mala ser aberta, percebeu-se a existência de um volume em fundo falso, foi realizado um pequeno furo, saindo dele um pó branco. A substância foi submetida a perícia, resultando positivo para cocaína e pesando mais de dois quilos de cocaína acondicionados em três sacos plásticos.

Os presos serão encaminhados ao presídio estadual, onde ficarão à disposição da Justiça.

*com informações da Agência PF

Passageiros que tentavam embarcar com cocaína são presos

(Arquivo/Agência Brasil)

A Polícia Federal prendeu três pessoas no Aeroporto Internacional de Guarulhos tentando embarcar com cocaína para a Turquia e Portugal. A primeira prisão aconteceu na tarde de ontem (30), depois de policiais federais identificarem material suspeito nas estruturas de três malas despachadas por passageiros que desembarcariam na cidade portuguesa de Faro.

“Os procedimentos de embarque já haviam iniciado e os proprietários das malas, um casal de brasileiros, de 29 e 24 anos, foram localizados no interior da aeronave, sentados juntos. Eles foram retirados da aeronave e conduzidos à delegacia. Os exames periciais preliminares identificaram a substância, que estava oculta em fundos falsos nas malas do casal, como cocaína, cujo volume somou mais de sete quilos”, diz a nota da PF.

Na madrugada de hoje (31), uma mulher paraguaia foi detida enquanto fazia o controle migratório para embarcar para Istambul, na Turquia. Os servidores que operam o aparelho de raio-x visualizaram blocos contendo material orgânico no interior de sua mala de mão.

“Submetida à análise, por meio do espectrômetro de massa, ficou contatada a contaminação da bagagem pela droga cocaína. Os policiais federais foram acionados e, na presença de testemunhas, realizaram revista na mala da suspeita e encontraram, envoltos em cobertores, 10 tijolos compostos por cocaína. Após os exames periciais, ficou constatado um volume de dez quilos da droga”, informou a PF.