Carga de 600 mil maços de cigarros é apreendida

(Polícia Militar/Reprodução)

Uma carga de cigarros contrabandeados foi apreendida, nesta terça-feira (31), durante fiscalização da Polícia Militar Rodoviária na Rodovia. A apreensão aconteceu na rodovia João Hipólito Martins, em Botucatu, interior do Estado.

Os policiais militares desconfiaram do condutor do caminhão, e após uma vistoria veicular localizaram 600.000 maços de cigarros. Os produtos, sem documentação fiscal, eram transportados de Maringá, Paraná, para a Capital Paulista.

A carga apreendida foi levada para a Delegacia da Polícia de Polícia Federal de Bauru. 

Receita e PM apreendem 2ª carreta com cigarros contrabandeados em 24 horas

(Receita Federal/Reprodução)

Uma carreta carregada com cigarros contrabandeados foi apreendida hoje (8), na rodovia Castello Branco, durante operação da Receita Federal e da Polícia Rodoviária, em Itu, interior de São Paulo. Segundo nota, o veículo com a carga proibida saiu do Paraná.

No semirreboque, foram identificados aproximadamente 400 mil maços de cigarros contrabandeados. O motorista foi conduzido até a Delegacia da Polícia Federal em Sorocaba.

“Os cigarros apreendidos estão avaliados em cerca R$ 2 milhões. A carreta está avaliada em R$ 150 mil. O veículo e os cigarros apreendidos serão perdidos em favor da União. Será cobrada multa de R$ 2,00 por maço de cigarro apreendido”, informa a Receita Federal.

Esta foi a segunda apreensão de cigarros contrabandeados realizada pela Receita Federal nas últimas 24 horas em rodovias paulistas. Na manhã de ontem (7), também foram apreendidos 525 mil maços em um caminhão baú na região de Avaré. 

Balanço

Em 2021, a Receita Federal já apreendeu, em rodovias paulistas, 22 caminhões/carretas carregados com aproximadamente 9 milhões de maços de cigarros contrabandeados, avaliados em R$ 43,3 milhões. Será também efetuado o lançamento de créditos no valor de R$ 18 milhões. 
A atuação da Receita Federal na repressão ao contrabando e descaminho e tráfico de entorpecentes visa primordialmente a proteção da sociedade, tanto no aspecto relacionado à manutenção dos empregos gerados pela indústria nacional quanto à proteção da saúde e da vida das pessoas, além de coibir o enriquecimento das organizações criminosas.

Em 24 horas, 700 mil maços de cigarro são apreendidos no Estado

(Receita Federal)

A Receita Federal, em conjunto com a Polícia Rodoviária Estadual de São Paulo, apreendeu, nas últimas 24 horas, dois caminhões carregados com cerca de 700 mil maços de cigarros contrabandeados. A operação teve início ontem (14), quando um caminhão que transportava uma carga com 350 mil maços de cigarros foi identificado pela Receita Federal após trabalho de inteligência. A abordagem ocorreu no km 137 da SP-300, que interliga Botucatu e a rodovia Castello Branco.

Hoje (15/4), foi realizada a abordagem do segundo caminhão, no km 63 da Rodovia Castelo Branco (SP-280), região de Itu. A carga também continha 350 mil maços de cigarros contrabandeados. Os maços de cigarro apreendidos estão avaliados em R$ 3,3 milhões.

As mercadorias e os veículos serão apreendidos. Será cobrada multa de R$ 2,00 por maço de cigarro apreendido.

Balanço

(Receita Federal)

Em 2021, a Receita Federal já apreendeu, em rodovias paulistas, 14 caminhões carregados com aproximadamente 5,1 milhões de maços de cigarros contrabandeados, um prejuízo de R$ 25,5 milhões ao crime organizado. Será também efetuado o lançamento de créditos no valor de R$ 10,2 milhões.

A atuação da Receita Federal na repressão ao contrabando e descaminho e tráfico de entorpecentes visa primordialmente a proteção da sociedade, tanto no aspecto relacionado à manutenção dos empregos gerados pela indústria nacional quanto no que diz respeito à proteção da saúde e da vida das pessoas, além de coibir o enriquecimento pelas organizações criminosas.

Carga com 350 mil maços de cigarro é apreendida

(Receita Federal/Reprodução)

Uma carga ilegal com 350 mil maços de cigarro foi apreendida no fim de semana pela Receita Federal e pela Polícia Rodoviária, em Botucatu, no interior de São Paulo. O cigarro contrabandeado foi descoberto pelo setor de inteligência da Receita.

A abordagem ocorreu no km 14 da rodovia que liga a cidade de Botucatu a rodovia Castello Branco. Os maços de cigarros apreendidos estão avaliados em R$ 1,7 milhão, segundo nota da Receita. O caminhão e a carga foram apreendidos.

Balanço

Apenas em 2021, a Receita Federal apreendeu 12 caminhões carregados de cigarro nas rodovias que corta o Estado de São Paulo. O total apreendido supera 4,4 milhões de maços de cigarro contrabandeados, um prejuízo calculado em R$ 22 milhões ao crime organizado.

Carga de cigarro contrabandeada é apreendida em estacionamento

A Polícia Militar apreendeu, no início da noite de ontem (9), uma carga de cigarros contrabandeados. PMs foram chamados via rádio para verificar um material suspeito que estava sendo descarregado em um estacionamento no bairro da Saúde, Zona Sul de São Paulo.

Assim que chegaram ao local, os militares flagraram um homem que estava realizando o transbordo de caixas entre veículos no interior do estabelecimento. Nas caixas, havia grande quantidade de pacotes de cigarro.

O suspeito, identificado como Eduardo Jorge da Silva,  confessou que comprava e revendia maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. Todos os veículos que estavam no estacionamento foram vistoriados, e em mais dois deles havia caixas de cigarros.

Ao todo, foram apreendidos 25.500 maços. O suspeito e a carga foram levados para a Superintendência da Polícia Federal, onde a ocorrência foi registrada.

*Com informações de Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Veja essa e outras notícias no canal do Youtube do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.

Carreta transportava 350 mil maços de cigarro do Paraguai

Motorista apresentou nota fiscal falsificada de uma carga de frango (PM/Reprodução)


A Polícia Militar prendeu o motorista de um caminhão que transportava 350 mil maços de cigarros contrabandeados. O flagrante ocorreu nesta em Santa Cruz do Rio Pardo, interior de São Paulo, durante a Operação Rodovia Mais Segura.

Equipes do 2° Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv) realizavam fiscalização pelo km 305 da rodovia Castelo Branco, quando abordaram o veículo com placas de Umuarama (PR). Durante a ação, o motorista do caminhão apresentou uma nota fiscal que indicava estar transportando frango. Foi realizada pesquisa e os policiais verificaram que o documento era falsificado.

Com isso, somado ao nervosismo apresentado pelo suspeito, a equipe vistoriou o baú do veículo. No local, foram encontrados os maços de cigarros de origem paraguaia, sem a devida nota fiscal.

O homem foi detido e a ocorrência encaminhada à Polícia Federal de Marília.

*Com informações do Governo do Estado de São Paulo

Ambulância é apreendia carregada de cigarro

Ambulância transportava cigarro contrabandeado no lugar dos pacientes (Polícia Federal/Reprodução)

A Polícia Federal (PF) no Paraná realizou de ontem (6) para hoje (7) várias apreensões de veículos com carregamento de cigarros contrabandeados do Paraguai. A primeira delas, ocorreu na noite dessa quinta-feira na PR-491, perto de Marechal Cândido Rondon.

Os policiais suspeitaram de uma ambulância e saíram em perseguição. O motorista, ao perceber a presença da PF, abandonou o veículo e fugiu através de uma plantação de milho. Ao fazer uma busca na ambulância, os agentes encontraram grande quantidade de cigarros contrabandeados do Paraguai.

(Polícia Federal/Reprodução)

Outra apreensão aconteceu na manhã desta sexta-feira na BR-163, também em Marechal Cândido Rondon. Durante uma abordagem de um caminhão-baú, com placa de Umuarama, os policiais descobriram cerca de 900 caixas de cigarros também contrabandeados do Paraguai. O motorista conseguiu fugir pela mata antes da chegada dos agentes.

Em mais uma ação hoje, também em Marechal Cândido Rondon, uma equipe da PF apreendeu mais um caminhão-baú com uma carga de 400 caixas de cigarros contrabandeados. O motorista conseguiu fugir antes que os policiais chegassem ao local onde ele abandonou o veículo.

Os dois caminhões e a ambulância e toda carga de cigarros apreendida foram levados para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra e, em seguida, para a Inspetoria da Receita Federal.

Baixe o aplicativo do SP AGORA