Fachada do teatro ópera e balé diante da praça onde é possível ver uma fonte lançando água para o alto e pessoas caminhando pela praça em Lviv, na Ucrânia.

Japão, Coreia do Sul e Holanda pedem para seus cidadãos deixarem a Ucrânia

Após Joe Biden pedir para os cidadãos norte-americanos que estão na Ucrânia saírem do país diante de ameaças sobre uma possível invasão russa, Japão, Coreia do Sul e Holanda também solicitaram que as pessoas saiam do local.

“Os cidadãos americanos deveriam sair agora. As coisas podem acelerar rapidamente”, declarou o presidente dos Estados Unidos. Ele também descartou a ideia de enviar tropas à fronteira do país com a Rússia.

Para Biden, o cenário seria “uma guerra mundial. Quando os americanos e os russos começam a atirar uns nos outros, entramos num mundo muito diferente.”

Seul fecha bares e boates após novo surto de Covid-19

Estação de metrô em Seul é higienizada (Kim Sun Joo/via Fotos Públicas)

Seul, capital da Coreia do Sul, fechou, nas últimas horas, mais de 2.100 bares e discotecas, depois de dezenas de novas infecções com o novo coronavírus terem sido ligadas a frequentadores da noite.

O país teve uma rápida resposta na fase inicial da pandemia, com várias nações adotando suas medidas como exemplo de eficácia na redução da propagação do novo coronavírus, mas na fase de desconfinamento, o país asiático enfrenta dificuldades.

O presidente da Câmara de Seul, Park Wong-logo, anunciou o recuo na medida de reabertura de bares e discotecas, instando as autoridades sanitárias a aplicar idêntica decisão em todo o país.

O fechamento de mais de 2.100 bares e discotecas em Seul aconteceu depois de quatro dezenas de casos de contaminação terem sido associadas a milhares de pessoas que foram a boates no último fim de semana.

Park Wong-loo disse que as proibições de entrada nos bares e discotecas serão mantidas até o país concluir que os riscos de infecção foram reduzidos.

A Coreia do Sul registrou 10.840 casos de contaminação com o novo coronavírus, incluindo 256 mortes.

A nível global, a pandemia da covid-19 já provocou mais de 274 mil mortos e infectou mais de 3,9 milhões de pessoas em 195 países e territórios. 

Por RTP – Emissora Pública de Portugal