Evento reúne informações para quem quer morar no Canadá

Eduardo Santos, palestrante e responsável pelo evento (Divulgação)

O número de brasileiros que estão em busca de uma nova empreitada na carreira e que procuram segurança e qualidade de vida em um país desenvolvido cresce a cada ano, principalmente depois da crise econômica que se instalou no Brasil. Aberto à imigração e com muitas possibilidades, especialmente com relação à empregabilidade, além de ter um dos melhores sistemas de educação do mundo, o Canadá está no topo da lista de quem planeja uma vida no exterior, atraindo muitos jovens e famílias brasileiras que desejam imigrar, investir ou estudar no país. 

Quem faz parte deste grupo deve ficar atento à oportunidade que a Canada Intercambio, líder em educação e imigração para o país, traz novamente para São Paulo. Dia 23 de março a agência especializada em atender brasileiros que desejam morar no país  realizará no Espaço Citron a 11ª edição da EXPOCanada, feira gratuita que apresenta, em um só local, todas as etapas pelas quais um imigrante precisa passar antes de viajar, além das possibilidades profissionais e educacionais que o país oferece. 

“Nenhum outro evento proporciona o que nós conseguimos reunir. Apresentamos o passo a passo da etapa mais importante, que é o processo imigratório, imprescindível para um estrangeiro poder trabalhar no Canadá, além de contarmos com especialistas brasileiros que fazem sucesso lá fora para compartilharem suas experiências pessoais e profissionais”, explica o consultor de imigração regulamentado pelo governo canadense, diretor da Santos Immigration Inc. e Co-fundador da Canada Intercambio, Ed Santos, brasileiro que vive há 15 anos no país. 

O evento apresentará com um ciclo de palestras pagas, destinadas àqueles que desejarem ter acesso a todos os detalhes do processo de imigração e dicas preciosas sobre educação, emprego e trabalho no país. Os participantes poderão se inspirar ao conhecerem sobre desenvolvimento profissional, graduação e especialização, trabalhos e sucesso profissional e empreendedorismo no Canadá, temas que serão abordados por brasileiros que transformaram suas vidas naquele país. 

“Nosso objetivo é apresentar as reais possibilidades e os requisitos para quem almeja uma oportunidade no segundo melhor país do mundo para se viver – atrás apenas da Suíça, e o primeiro em termos de qualidade de vida.  O Canadá atrai pessoas do mundo inteiro por ser um país de sociedade e governo justos, com um sistema que funciona perfeitamente, diferente da realidade com a qual estamos acostumados. E está de portas abertas para pessoas jovens, com bom nível educacional e que falem inglês ou francês”, conclui Ed Santos. 

A EXPOCanada reunirá ainda instituições de ensino canadenses que oferecerão teste de inglês para participar do Programa de Hotelaria, que tem como objetivo desenvolver todas as habilidades no setor hoteleiro, permitindo uma experiência laboral remunerada no setor, além de condições especiais para os estudantes e a possibilidade de uma série de descontos nos pacotes para quem pretende viajar para o país. 

As inscrições para o evento gratuito e para o ciclo de palestras devem ser realizadas previamente pelo site. O valor de cada palestra será R$ 50,00 ou R$ 200,00 para o pacote completo. 
Além de São Paulo, a Canada Intercambio realizará a EXPOCanada nas cidades de Ribeirão Preto e Campinas (SP), Belo Horizonte e Uberlândia (MG), João Pessoa (PB) e São Luís (MA). 

Serviço

EXPOCanada

Data: 23 de março

Horário: das 10 às 19h

Local: Espaço Citron – antigo Espaço Transatlântico (Rua José Guerra, 130 – Chácara Santo Antônio )

Entrada gratuita no evento

Valor de cada palestra: R$ 50,00

Curso de formação de empreendedores está com inscrição aberta

Quem tem vontade de empreender já pode se inscrever no programa Escola de Inovadores, curso de extensão gratuito oferecido pelo Centro Paula Souza (CPS). Organizado pela Inova CPS, que tem o intuito de ensinar pessoas com espírito empreendedor a transformar ideias inovadoras em startups, o curso será oferecido neste primeiro semestre de 2019 em Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais de 38 municípios. No total, 45 turmas serão formadas.

As cidades participantes são Americana, Araçatuba, Assis, Bebedouro, Birigui, Botucatu, Capital, Diadema, Franca, Franco da Rocha, Guaratinguetá, Ibitinga, Indaiatuba, Itapira, Jaboticabal, Jaú, Lorena, Mauá, Mogi das Cruzes, Monte Alto, Monte Aprazível, Ourinhos, Penápolis, Pindamonhangaba, Piracicaba, Praia Grande, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Ribeirão Preto, São Caetano do Sul, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Roque, Tatuí, Taquaritinga, Teodoro Sampaio e Tupã.

As inscrições para o processo seletivo são gratuitas e podem ser feitas pela internet. Os candidatos deverão apresentar projetos de empreendedorismo, que serão avaliados seguindo alguns critérios, como inovação, viabilidade técnica do projeto e potencial mercadológico.

Serão selecionados de 25 a 30 participantes por turma, e cada unidade será responsável por fazer seu próprio cronograma de aulas.

Empresários

Com 40 horas de duração, divididas em 10 encontros presenciais, o curso conta com diferentes temas que fornecem uma formação ampla e visão de negócio para o participante.

Entre outros assuntos, o aluno aprenderá gestão empresarial básica, design thinking, prototipagem, Canvas, marketing, tecnologia aplicada aos negócios, finanças e mercados.

Além das atividades, o participante também contará com mentoria na construção do seu próprio plano de negócios e, ao final do curso, os alunos terão a oportunidade de apresentar as propostas de startups a empresários, instituições do poder público e representantes de ambientes de inovação, como incubadoras, parques tecnológicos e espaços de coworking. O propósito é promover parcerias e oportunidades de negócios. Conheça o projeto pedagógico.

*conteúdo Governo do Estado de SP

Começam hoje as inscrições para projeto de qualificação profissional

(Arquivo/Leon Rodrigues/Prefeitura de SP/Reprodução)

Começam hoje (30) as inscrições para 60 vagas do Projeto Agente Suas, da Prefeitura de São Paulo. A iniciativa tem por objetivo qualificar profissionalmente cidadãos de baixa renda, para que consigam oportunidades no mercado de trabalho formal.

As atividades, que não oferecem vínculo empregatício, serão desenvolvidas de segunda a sexta-feira, com total de 30 horas semanais. Os beneficiários contarão com bolsa auxílio no valor de R$ 1.047,90, por até dois anos, por meio do Programa Operação Trabalho (POT), administrado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Os selecionados irão atuar com o acolhimento de pessoas em serviços como Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e nas Supervisões de Assistência Social (SAS). Outras ações envolvem orientar e informar sobre procedimentos e serviços prestados nos equipamentos públicos, desenvolver ações administrativas, entre outras.

Para participar é necessário se dirigir a uma das 24 unidades do Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo, das 8 às 17h, com RG, carteira de trabalho e número do PIS. Os critérios de seleção incluem ter acima de 18 anos, estar desempregado há pelo menos quatro meses, não estar recebendo benefício como o seguro-desemprego, ter renda de meio salário mínimo por membro da família, residir na cidade de São Paulo e ser alfabetizado.

Serviço

  • Inscrição para o Projeto Agente Suas
  • Dias: 30 e 31 de janeiro
  • Horário: 8h às 17h
  • Local: Todas as unidades dos CATes

Endereços

Centro/Sul
CATe Central – Av. Rio Branco, 252
CATe Interlagos – Av. Interlagos, 6122
CATe Jabaquara – Av. Eng. Armando de Arruda Pereira, 2314
CATe Cidade Ademar – Av. Yervant Kissajikian, 416
CATe Parelheiros – Av. Sadume Inoue, 5252
CATe Santo Amaro – Praça Floriano Peixoto, 54
CATe Campo Limpo – Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 59
CATe Vila Prudente – Av. do Oratório, 172
Zona Noroeste
CATe Lapa – Rua Guaicurus, 1000
CATe Butantã – Rua Doutor Ulpiano da Costa Manso, 201
CATe Pirituba – Av. Dr. Felipe Pinel, 12
CATe Perus – Rua Ylídio Figueiredo, 349
CATe Jaraguá – Estrada de Taipas, 990
CATe Santana – Av. Tucuruvi, 808
CATe Brasilândia – Av. João Marcelino Branco, 95
CATe Jaçanã – Rua Luis Stamatis, 300
Zona Leste
CATe São Mateus – Av. Ragueb Chohfi, 1400
CATe Cidade Tiradentes – Rua Milagre dos Peixes, 357
CATe Itaquera – Rua Augusto Carlos Bauman, 851
CATe São Miguel Paulista – Rua Dona Ana Flora Pinheiro de Souza, 76
CATe Itaim Paulista – Av. Marechal Tito, 3012
CATe Penha – Rua Candapuí, 492
CATe Guaianases – Rua Hipólito de Camargo, 479
CATe Sapopemba – Av. Sapopemba, 9064

*com informações da Prefeitura de SP

Estado oferece curso on line sobre tecnologia

(Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Que tal aprender de forma rápida e simples a criar uma programação capaz de acender luzes automaticamente, acionar motores, disparar alarmes e até mesmo tocar um piano a distância? O Centro Paula Souza (CPS) acaba de lançar o curso livre online gratuito de Arduíno.

Com duração de 30 horas, divididas em quatro módulos, o curso conta com videoaulas que apresentam o passo a passo para a realização de experimentos com o dispositivo, abordando desde os componentes do hardware e sua linguagem de programação, até como fazer a aplicação e o projeto final.

O interessado pode se inscrever e estudar a qualquer momento, sem necessidade de processo seletivo. Basta acessar o site em um computador conectado à internet e se cadastrar com login e senha. Ao final do curso, é feita uma avaliação online para emissão de certificado.

Objetos inteligentes

O Arduíno é uma plataforma de prototipagem eletrônica de baixo custo e hardware livre composto por uma placa única. Por ser barato, eficiente e fácil de programar, é muito utilizado por estudantes e entusiastas de tecnologia interessados em criar um ambiente de interação entre diversos tipos de objetos.

É possível usar o Arduíno, por exemplo, para automatizar eletrodomésticos ou o sistema de irrigação de um jardim, controlar robôs, criar brinquedos e novos equipamentos. Para funcionar, basta conectar o dispositivo ao computador por meio de um cabo USB e configurar sua própria programação, que pode ser combinada a outros acessórios, como displays, leds e sensores.

Cursos livres online

Este é o décimo curso livre lançado pelo Centro Paula Souza na modalidade Mooc (Massive Open Online Course – sigla em inglês para Curso Online Aberto e Massivo). As outras nove formações são Autocad, Canvas, Felicidade, Gestão de Conflitos, Gestão de Pessoas, Gestão do Tempo, Mediação em EaD, Mercado de Trabalho e Vendas.

Os conteúdos são dinâmicos, com várias leituras, reflexões, vídeos, jogos, avaliações e exercícios. Lançada em 2015, a plataforma Mooc do CPS já soma cerca de 150 mil inscritos. Além dos cursos livres, o CPS oferece outras modalidades de Educação a Distância em diferentes níveis. Conheça as opções:

Cursos técnicos – modalidade aberta

São três cursos com duração de três semestres: Administração, Comércio e Secretariado. As aulas são transmitidas pela web e podem ser acessadas via smart TV, computador, celular ou tablet.

O estudante é responsável pelo seu próprio aprendizado, de forma autoinstrucional, organizando seu cronograma de estudos. Somente os exames para aprovação de módulo são presenciais e ocorrem semestralmente. Ao final do curso, o aluno aprovado recebe diploma de técnico. Os livros e os vídeos estão disponíveis na internet.

Cursos técnicos semipresenciais e online

O Centro Paula Souza conta ainda com os cursos de Administração, Comércio, Eletrônica, Guia de Turismo, Secretariado e Sistemas de Energia Renovável nas modalidades online ou semipresencial. O ingresso nessas opções se dá por meio do Vestibulinho.

EJA online

Outra iniciativa do CPS é o Ensino Médio EJA online. A formação é voltada a pessoas maiores de 18 anos que pretendem ingressar em um curso técnico ou no Ensino Superior mas ainda precisam obter a certificação de nível médio. A versão completa do supletivo online tem duração de três semestres. Apenas os exames para aprovação de módulo são presenciais. Confira!

*Conteúdo do Governo do Estado de SP

Fisioterapeuta cria método de drenagem linfática

Joana Medrado, fisioterapeuta e autora do método Joana Medrado de Drenagem Linfática (Divulgação)

A fisioterapeuta Joana Medrado desenvolveu o próprio método de drenagem linfática e vai apresentar as técnicas em um curso, em São Paulo. Com 13 anos de formação pela Uni-BH e depois de 3 anos atuando somente com drenagem linfática em Belo Horizonte, Minas Gerais, a profissional batizou esse método com o nome dela.

Ele carrega manobras desenvolvidas pela fisioterapeuta, associadas aos princípios de Emil Vodder, médico pioneiro e especializado em linfologia.



Segundo a profissional, a Drenagem Linfática baseia-se em movimentos que estimulam a drenagem de líquidos retidos no corpo, melhorando a circulação sanguínea, venosa e linfática. Assim, contribui para a eliminação de toxinas do corpo e, consequentemente, proporciona perda de medidas e melhora da qualidade de vida, já que em alguns casos, esses líquidos podem causar inchaços e dores.

A fisioterapeuta reforça que a massagem traz diversos benefícios para a saúde, como o auxílio na prevenção de celulite e recuperação de lesões musculares e articulares. A técnica é usada também no pós-operatório, pois, colabora na cicatrização dos tecidos e redução de hematomas.

Com mais de 60 cursos realizados e 1,2 mil pessoas habilitadas, entre Brasil, Estados Unidos, África e Europa, e uma agenda com mais 20 novas cidades, Joana Medrado se tornou uma das mais respeitadas profissionais da Drenagem Linfática Manual no Brasil. Segundo a assessoria da fisioterapeuta, personalidades como Paula Fernandes, Solange Almeida, Preta Gil, Thassia Naves, já usaram suas técnicas.

Curso

O método vai ser apresentado na capital paulista em duas etapas. Dia 30 de janeiro, a profissional vai abordar a Drenagem Linfática Corporal. Já no dia 16 de março, a Drenagem Linfática Facial será o foco das aulas.

Mais informações pelas mídias sociais @joanamedrado.

*com informações da Assessoria de imprensa de Joana Medrado

Paulista de Santos participa de curso sobre a paz no Japão

Raquel conviveu com estudantes de vários países durante o curso no Japão
(Prefeitura de Santos/Reprodução)

A santista Raquel de Santana Iraha, 27 anos, acaba de voltar de uma experiência que vai levar para toda a vida. Ela foi a selecionada pelo curso de verão Hiroshima e Paz, oferecido pela Rede Prefeitos pela Paz no Japão. Formada em Relações Internacionais, Raquel esteve no país asiático por duas semanas, entre julho e agosto, após ser escolhida pela Prefeitura, em maio deste ano, em uma seleção que envolveu dezenas de candidatos.

A rede internacional Prefeitos pela Paz, da qual Santos faz parte, oferece o curso intensivo como parte dos esforços para a abolição das armas nucleares e em prol da paz mundial. 

O objetivo é manter viva a memória sobre a bomba atômica que atingiu Hiroshima, em 1945, durante a Segunda Guerra Mundial, ressaltando a importância das mensagens dos sobreviventes; reunir uma nova geração de líderes pela paz; estreitar os laços com as cidades-membro da rede.

“Achei sensacional, superou as minhas expectativas. Fui pensando que seria apenas um curso de história, o que já seria bom, mas apresentou uma visão crítica muito forte”, declarou Raquel. Ela ressaltou também que foi enriquecedor conviver com alunos de vários países e diferentes culturas.

*com informações da prefeitura de Santos

Fab Lab Livre SP oferece cursos de robótica, eletrônica e marcenaria

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Fab Lab Livre SP, da Prefeitura de São Paulo, é uma das maiores redes de laboratórios públicos de fabricação digital do mundo. Inspirados na filosofia “Faça Você Mesmo”, os Fab Labs são espaços colaborativos e criativos, totalmente gratuitos, onde o cidadão possui acesso livre para desenvolver ideias e projetos. Utilizando tecnologia de ponta, é possível criar quase tudo, de uma pequena escultura a um drone, robô ou prótese.

São mais de 30 tipos de cursos e oficinas regulares sobre temas como modelagem 3D, robótica e marcenaria, eletrônica e fabricação de projetos. Os Fab Labs são dotados de equipamentos avançados como impressoras 3D (impressão de objetos), fresadoras (usada para cortes ou desbastes de madeira, plásticos e isopor), fresadoras de precisão (capazes de produzir placas de circuitos eletrônicos), cortadoras de vinil (permite precisão no corte de adesivos e papéis de gramaturas variadas) e a laser, com precisão milimétrica.

Qualquer cidadão pode participar, basta levar uma ideia ou projeto para qualquer uma das 12 unidades espalhadas pela cidade.

“O foco do programa é na experimentação e no desenvolvimento de projetos criativos. Queremos fomentar a criação de uma rede colaborativa  e ampliar o acesso da população às novas tecnologias”, explica Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia, pasta que responde pelo programa

O Fab Lab Livre SP tem como objetivos amplificar as potencialidades da cultura maker, fortalecer as abordagens criativas e a aprendizagem ativa, incentivar as pesquisas acadêmicas que fomentam a prototipação e o uso das ferramentas de fabricação digital, assim como gerar oportunidades para o empreendedorismo local.

A programação completa de cursos e oficinas ofertados está disponível no site e no Facebook: http://fablablivresp.art.br; https://www.facebook.com/fablablivresp

Confira os endereços da rede de laboratórios públicos de fabricação digital de São Paulo – Fab Lab Livre SP

Chácara do Jockey Club
Rua Santa Crescencia, 323
Butantã

Centro Cultural Cidade Tiradentes
Av. Inácio Monteiro, 6900
Cidade Tiradentes

Galeria Olido
Avenida São João, 473
Centro

CEU Heliópolis
Estrada das Lágrimas, 2385
Heliópolis

São Joaquim/ Guarapiranga
Rua Bacabinha, 280
Jardim São Luís

Casa de Memória de Itaquera
Rua Antônio Carlos de Oliveira Cesar, 97

Centro Cultural da Penha
Largo do Rosário, 20
Penha

CEU Três Pontes
Rua Capachós, 400
Jardim Célia

CEU Anhanguera
R. Pedro José de Lima, 1020
Anhangurera

Centro Cultural da Juventude
Av. Dep. Emílio Carlos, 3641
Limão

Centro Cultural São Paulo
Rua Vergueiro, 1000
Paraíso

Vila Itororó
Rua Pedroso 238
Bela Vista

*com informações da Prefeitura de São Paulo