Manutenção no sistema afeta abastecimento de água no ABC

A Sabesp realiza na noite deste sábado (09) e madrugada de domingo uma manutenção preventiva na Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio Grande, segundo o Governo do Estado, para melhoria no sistema de abastecimento.

Os trabalhos começaram às 19h e devem ser concluídos às 3h do domingo, quando o fornecimento de água passará ser normalizado gradativamente. Os serviços são realizados neste horário, de menor consumo de água, para minimizar os reflexos no abastecimento.

A intervenção afeta o abastecimento dos municípios de São Bernardo do Campo e Diadema.

Em Santo André, serão afetados os seguintes bairros: Paraíso, Vila Dora, Vila Boa Vista, Jardim Bela Vista, Vila Alice, Vila Valparaíso, Vila Floresta, Vila Pinheirinho, Vila São João, Vila Scarpelli, Jardim Ocara, Parque Bandeirante, Vila Apiaí, Jardim Cambuí, Jardim Oriental, Jardim Jamaica, Vila Eldízia, Centro, Vila Leopoldina, Vila Marina, Vila Bela Vista, Jardim Alvorada, Vila Alzira, Jardim Bom Pastor, Jardim Stella, Jardim Pilar, Vila Assunção, Vila Gilda, Vila Pìres, Vila Silvestre, Vila Cecília, Maria, Vila Helena, Vila Linda, Vila Junqueira, Jardim Telles de Menezes, Jardim do Estádio, Jardim Las Vegas, Vila Vitória, Jardim Guilhermina, Jardim Milena, Jardim Santa Cristina, Jardim Aclimação, Vila Luzita, Vila Guarará, Vila Mazzei, Jardim Europa, Vila Lutécia, Jardim Irene, Jardim Cipestre, Sítio dos Vianas, Jardim Guarará e Cata Preta.

“Os imóveis que dispõem de caixa-d’água com reserva mínima para 24 horas, como determina o decreto estadual 12.342/78, não sentirão o período de intermitência. A Sabesp pede que a população use de forma consciente a água dos reservatórios, evitando desperdício, e agradece a compreensão”, diz nota do Governo do Estado.

Serviço

Telefones de emergência: 195 e 0800-011-9911.

PM é agredido a pauladas e morto após briga de trânsito na Grande SP

Um cabo da Polícia Militar foi espancado e morto com um tiro, disparado da própria arma, durante uma briga de trânsito em Diadema, na Grande São Paulo. O crime aconteceu na noite de ontem (22), no  Bairro Serraria. 

Segundo informações da PM, de folga e à paisana, o cabo Orbes Lopes de Melo Júnior tinha acabado de sair de uma festa, acompanhado da mulher, quando teria se envolvido em uma discussão no trânsito. Após o bate-boca, o militar foi seguido pelos suspeitos, dois deles ocupando um carro e o terceiro uma moto.

Quando já estava próximo de casa, o policial teve o carro fechado pelo veículo ocupado pelos desconhecidos. No local, aconteceu nova briga, e o PM acabou sendo agredido a pauladas. Em meio às agressões, o militar se desequilibrou e caiu no chão.

A pistola que ele levava na cintura também caiu na via, e um dos agressores a pegou e efetuou pelo menos um disparo, atingindo o policial no tórax. Em seguida, os bandidos abandonaram o carro em que chegaram e fugiram a pé, levando a arma do militar.

O policial foi socorrido por uma equipe do SAMU e encaminhado ao Hospital Estadual de Diadema, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. O cabo Orbes trabalhava no 24º Batalhão, em Diadema, e foi homenageado pelos colegas. No carro dos criminosos, foi encontrado o telefone celular de um deles.

O crime foi registrado no Terceiro Distrito Policial de Diadema.

*Com informações de Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Jovem é morto pela PM com tiro acidental no pescoço

Bruno foi baleado durante abordagem (Reprodução)

Um jovem foi morto com um tiro acidental no pescoço durante uma abordagem da Polícia Militar, em Diadema, na grande São Paulo. A PM confirmou que o tiro que matou Bruno Gomes Simon Fuentez, de 23 anos, foi disparado sem intenção.

Na noite de ontem (10), o jovem pilotava uma moto, com um amigo na garupa, quando foi avistado pelos policiais, na Rua Maria Helena, próximo à Avenida Piraporinha, no bairro Piraporinha. Bruno tinha acabado de sair do trabalho e, ao chegar em casa, conversou rapidamente com a mãe, dizendo que iria pegar uma blusa com um amigo. 

O jovem saiu com a moto, mas sem documento. Quando retornava pra casa, o rapaz cruzou com uma equipe da Polícia Militar. O ajudante geral não teria atendido à ordem de parar e teria acelerado, passando a ser perseguido, até que perdeu o controle da motocicleta.

Rapaz foi atingido no pescoço (Reprodução)

Os dois amigos caíram na via e, ao serem abordados, de acordo com um oficial da PM, a pistola de um dos policiais disparou acidentalmente, atingindo Bruno no pescoço. Uma equipe do SAMU chegou a ser acionada, mas o rapaz não resistiu e morreu ali mesmo.

Peritos que estiveram no local encontraram uma porção de droga. O colega dele saiu ileso e foi detido para averiguação, sendo conduzido ao Terceiro Distrito Policial de Diadema.

Parentes afirmam que Bruno fugiu porque estava sem os documentos e buscam imagens de câmeras de segurança instaladas em residências próximas que podem ter gravado a ação dos militares.

*Com informações de Paulo Edson Fiore, da Jovem Pan

Polícia e Prefeitura fecham canil clandestino na Grande São Paulo

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil e a prefeitura fechou um canil que funcionava clandestinamente no município de Diadema.

A ação, com autorização judicial, foi deflagrada por agentes da Delegacia de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente no final desta tarde segunda-feira e contou com apoio da GCM e fiscalização das secretarias de Habitação e Desenvolvimento Urbano e de Meio Ambiente.

O canil funcionava sem licença em um imóvel da Rua Sul América, no Jardim das Nações.

No local, foram apreendidos doze cães das raças buldog e pitbull e outros com sinais de maus tratos e que vão ficar agora sob os cuidados de uma ONG.

Uma veterinária do Centro de Controle de Zoonoses constatou animais com inflamações diversas decorrentes da falta de condições sanitárias.

Segundo a fiscalização, foram lavrados autos de Infração por falta de Alvará do Corpo de Bombeiros e Habite-se. Também foi expedida uma Ordem de Fechamento Voluntário.

O responsável pelo criadouro, Marco Antônio Hummel, e outras quatro pessoas foram detidos quando tentavam fugir com alguns cães pela rua para a qual o imóvel faz fundos. Eles foram conduzidos à delegacia, onde foi lavrado o flagrante.

O delegado responsável pelo caso estabeleceu fiança de 10 mil reais a Hummel e de mil reais a cada um dos demais envolvidos.

Essa já é a segunda vez que a equipe da Delegacia e a prefeitura fazem uma operação conjunta na mesma residência.

Há cerca de um ano, aproximadamente 70 cães com sinais de maus tratos foram apreendidos no mesmo local.

*Com informações do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.
Veja esta e outras notícias no canal do YouTube do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.

Menores são baleados em troca de tiros com PMs na Grande SP

(Reprodução)

Adolescentes que praticavam assaltos no município de Diadema foram baleados em uma troca de tiros com policiais militares.

 
O confronto ocorreu na tarde desta quinta-feira(17) no Parque das Nações. De acordo com a PM, três menores renderam uma mulher que estava se preparando para sair de casa e roubaram o veículo dela, além de objetos pessoais. A vítima estava com o filho, de cinco anos.
 
Os criminosos fugiram, mas acabaram sendo localizados minutos depois por policiais militares que realizavam o patrulhamento na região. 
 
Durante a fuga, o bandido que dirigia entrou em uma rua sem saída e, ao manobrar, acabou sendo bloqueado pela viatura. 
 
Os criminosos, então, desceram do carro e tentaram correr, mas, ao mesmo tempo teriam atirado contra os Pms.
 
No revide, dois dos adolescentes, um de 13 anos e o outro de 16, foram baleados. 
 
O terceiro ladrão conseguiu escapar, sem ferimentos. 
 
Os menores foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados ao Hospital Municipal de Diadema, onde seguem internados.
 
Esses adolescentes, de acordo com a Polícia Militar, já vinham praticando assaltos na região.
 
Um deles ocorreu na última terça-feira, dia 15, e foi flagrado por uma câmera de segurança instalada em uma residência no local.
 
O trio aborda uma mulher que estava em um veiculo com uma criança pequena.
 
Armados, eles anunciaram o assalto e exigiram que a vítima saísse do automóvel, um Hyundai HB20 branco.
 
Na sequência, os ladrões fugiram, levando o carro, que não foi encontrado.
 
O caso foi registrado no 3° Distrito Policial de Diadema.
 
*Com informações do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan. 

Ladrão de banco foragido é preso na Grande SP

A Polícia Civil de Diadema, na Grande São Paulo, prendeu um homem que era procurado por participar de roubos a agências bancárias na Bahia. Diogo dos Anjos Santos, de 33 anos, foi capturado no início da noite desta quarta-feira(16) pela equipe de investigadores do 1º Distrito Policial da cidade após uma denúncia anônima.

Segundo o informante, um homem, de pré-nome Diogo, foragido do sistema prisional baiano, estava morando na região havia pelo menos cinco meses e mantinha explosivos guardados. Os agentes decidiram averiguar as informações e foram até endereço fornecido, uma residência coletiva, localizada na Rua da Harmonia, número 26, no Jardim Campanário.

No local, eles foram recebidos pelo morador, que admitiu ser quem estavam procurando, mas negou que mantivesse artefatos explosivos no local. Diogo franqueou a entrada aos policiais civis, que, em revista na casa, encontraram quatro bananas de dinamite escondidas em uma bolsa.

O suspeito tinha dois mandados de prisão em aberto pelos ataques a duas agências bancárias baianas, um deles ocorrido em outubro de 2014, no município Maiquinique, a aproximadamente 600 quilômetros de Salvador.
O criminoso, que é paulista, foi para o Nordeste para praticar os assaltos e acabou preso após um deles, mas conseguiu fugir da cadeia e retornou para São Paulo.

Além da dinamite, no imóvel foi encontrado um carregador de metralhadora e um projétil de calibre 9 milímetros. Também foi apreendido um veículo que, segundo o criminoso, era dele, mas estava em nome de um desconhecido.

Santos foi encaminhado ao 1º Distrito Policial de Diadema, onde foi registrada a captura de procurado. O criminoso também foi autuado em flagrante por posse de material explosivo.

Equipes do GATE, o Grupo de Ações Táticas Especiais, da Polícia Militar, foram acionadas para fazer a remoção dos artefatos.

*Com informações do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.

Essa e outras notícias você encontra no canal do Youtube do repórter Paulo Édson Fiore, da rádio Jovem Pan.

Tiroteio entre PMs envolveu dois policiais assaltantes

Segundo Boletim de Ocorrência, Josimar Lima da Silva morreu após reagir a assalto praticado pelos também PMs André Monteiro Malfati e João Paulo de Araújo Silva, em Diadema (SP); Araújo nega e afirma ser inocente

PM Josimar foi morto após reagir a um assalto que teria sido anunciado por dois PMs | Foto: Arquivo Ponte

O tiroteio entre três PMs, que terminou com dois mortos e um detido em Diadema (Grande SP), na manhã do último domingo (23/8), na verdade teria sido uma tentativa de roubo. O crime aconteceu na avenida das Nações, no Jardim das Nações.

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado no 3º DP de Diadema, o PM André Monteiro Malfati, 33 anos, acompanhado do o cabo João Paulo de Araújo Silva, 28 anos, anunciou um assalto para algumas pessoas na rua. Uma das vítimas seria o PM Josimar Lima da Silva, 32 anos, que revidou, efetuando disparos de arma de fogo que atingiram “o policial que anunciara o roubo”, como descreveu o delegado Luciano Galvão Elias. Josimar estava com outras pessoas na porta da casa do sobrinho, que comemorava seu aniversário, quando foram surpreendidos pelos assaltantes.

João Paulo, segundo as testemunhas, parentes e amigos de Josimar, relataram na delegacia, estaria acompanhando André no roubo e seria quem efetuou disparos contra o PM Josimar. Os disparos atribuídos a João Paulo também teriam atingido a namorada de Josimar, que permanece internada.

Ponte ouviu uma das seis testemunhas do caso, sob a condição de anonimato. A familiar disse que os policiais assaltantes chegaram pedindo para as pessoas levantarem as blusas e dar tudo o que tinham com elas.

“Eles não se identificaram como policiais nesse momento. O Josimar conseguiu balear o policial André e o policial João Paulo baleou o Josimar. Ele estava desnorteado, aparentemente drogado. Depois que atirou, ficou falando que era policial, para ninguém chegar perto dele”

O PM João Paulo, lotado 24º Batalhão da PM paulista (Diadema) foi preso em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte), que tem pena de quinze a trinta anos de prisão, e organização de grupo para prática de violência, que tem pena de quatro a oito anos – ambos os crimes fazem parte do Código Penal Militar, que rege o caso uma vez que o enfrentamento ocorreu entre militares. Em depoimento na delegacia, definiu o caso como “entrei em uma furada”.

Todos os policiais estavam fora do horário de trabalho e usavam roupas comuns. André, também lotado no 24º Batalhão, e Josimar, do 6º Batalhão de PM, foram socorridos no Hospital Municipal de Diadema, onde foram constatados os óbitos.

No primeiro semestre de 2020, 24 policiais militares paulistas foram mortos, sendo 12 deles em serviço e 12 de folga. No mesmo período, sob o comando de João Doria (PSDB), PMs mataram, em serviço, 435 pessoas, enquanto 63 pessoas foram mortas por PMs de folga. Esse é maior número já registrado em um primeiro semestre desde que a Secretaria da Segurança Pública passou a disponibilizar esses dados, em 1996.

João Paulo foi preso no CPA (Comando de Policiamento de Área
Metropolitano), onde alegou que agiu em legítima defesa de terceiro. Posteriormente, foi encaminhado para o Presídio Militar Romão Gomes, na Vila Albertina, zona norte da cidade de SP.

Outro lado

Procurada pela Ponte, a advogada Flávia Artilheiro, que cuida da defesa do PM João Paulo, afirmou por WhatsApp que “o Cabo Araújo é inocente e a legitimidade de sua conduta restará demonstrada ao final das investigações”.

A reportagem também questionou a Secretaria da Segurança Pública e a Polícia Militar sobre o caso, perguntando também sobre a permanência de João Paulo na corporação.

Em nota, a SSP informou se limitou a dizer que o caso havia sido registrado no 3º DP da cidade, “que instaurou inquérito policial para apurar todas as circunstâncias do fato”. “A ocorrência também é investigada pela Polícia Militar meio de IPM. O policial militar segue detido no Presídio Romão Gomes”, finalizou a pasta.

Por Caê Vasconcelos – Repórter da Ponte

PMs morrem em troca de tiros que será investigada

Dois policiais militares morreram na madrugada de hoje (23), em Diadema, na Grande São Paulo, após uma troca de tiros. Uma investigação foi aberta para esclarecer o que aconteceu. Além dos dois PMs, uma mulher também ficou ferida e foi levada para o hospital.

Mensagens trocadas por policiais em um aplicativo de conversas indicam que três policiais teriam se envolvido em uma confusão, além da mulher. Eles seriam do 24º Batalhão da Polícia Militar Metropolitana, com sede em Diadema.

A corregedoria da PM e a Polícia Civil investigam o caso.

Veja as cidades de SP com mortes por Coronavírus

(Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

São Paulo registrou neste domingo (5) um total de 275 óbitos pelo novo coronavírus. Os números significam um aumento de 180% em comparação ao balanço do domingo passado (29), quando eram 98 vítimas fatais pela covid-19 Já o número de casos confirmados pela doença chegou a 4.620.

Os óbitos concentram-se em 33 cidades, com maior número na grande São Paulo, mas, crescem os números no interior do estado. Hoje,foi confirmada a primeira morte em Bauru. Também há pelo menos uma vítima em cada uma das regiões de Araçatuba, Ribeirão Preto, Campinas, Baixada Santista, Presidente Prudente e Sorocaba.



Os municípios e respectivos números de mortes são: São Paulo (220), Guarulhos (5), São Bernardo do Campo (5), Campinas (4), Santo André (3), Cotia (3), Osasco (3), Taboão das Serra (3).

Americana, Mairiporã, Santos e Sorocaba têm duas mortes cada cidade. Há ainda um óbito confirmado em cada uma das seguintes cidades: Arujá, Barueri, Bauru, Caieiras, Carapicuíba, Cravinhos, Diadema, Dracena, Embu das Artes, Francisco Morato, Franco da Rocha, Itapecerica da Serra, Itapevi, Jaboticabal, Mogi das Cruzes, Nova Odessa, Penápolis, Ribeirão Preto, São Caetano do Sul, São Sebastião e Vargem Grande Paulista.

Segundo o portal do governo do estado, as 275 vítimas somam 157 homens e 118 mulheres. Do total, 236 tinham idade igual ou superior 60 anos. As demais incluem pessoas com menos de 60 com comorbidades que, assim como os idosos, representam grupo mais vulnerável a complicações da covid-19.

Por Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil 

*Atualizado às 10h19