Covid-19: Bares e cafés voltam a ser fechados em Paris

Torre Eiffel, em Pari (France Diplomatie/via Fotos Públicas)

A cidade de Paris entrou em estágio de alerta máximo devido ao crescimento exponencial no número de casos de coronavírus, e a partir desta terça-feira (06/10) cafés e bares da capital francesa deverão ficar fechados por duas semanas.

“A epidemia está avançando muito rápido. Temos que freá-la agora antes que o sistema de saúde fique sobrecarregado”, disse em entrevista coletiva o chefe da polícia parisiense, Didier Lallement, ao anunciar o fechamento dos bares. Restaurantes poderão continuar abertos, mas sob severas medidas de restrição. 

Nos últimos sete dias, Paris registrou mais de 250 casos por 100 mil habitantes, e a cifra chega a 500 na faixa etária entre 20 e 30 anos. Atualmente, 36% dos leitos de UTI da capital francesa estão ocupados por pacientes com covid-19. O número de infectados acima dos 65 anos também é preocupantemente alto.

“Estamos entrando numa nova fase”, disse a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, também presente na entrevista coletiva. Ela pediu aos franceses que “trabalhem todos juntos” para proteger os mais frágeis.

Além dos bares, deverão permanecer fechados clubes, salões de dança, ginásios, academias e piscinas. Também continuarão proibidos os eventos com mais de mil pessoas e agrupamentos de mais de dez pessoas em espaços públicos, assim como a venda de álcool e o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas a partir das 22h e festas de qualquer tipo. 

A fim de garantir a continuidade da atividade econômica, o comércio permanecerá aberto, mas deverá limitar o atendimento a um cliente a cada quatro metros quadrados de superfície. Instituições culturais, como teatros, cinemas e museus, também podem continuar abertos, desde que cumpram o protocolo sanitário.

Todas essas medidas dão às autoridades “novas armas” para continuar a luta contra o coronavírus, segundo Lallement, que lembrou que o uso da máscara também continua obrigatório.

Até agora, segundo dados oficiais, mais de 32 mil pessoas morreram de coronavírus na França.

IP/lusa/afp/efe/dpa

Por Deutsche Welle

Apostador leva sozinho prêmio de R$ 40 mi da Mega-sena

Um apostador de Franca (SP) acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 2.218 da Mega-Sena nesta quarta-feira (4) em São Paulo e levou um prêmio de R$ 40 milhões. Os números sorteados foram 06 – 16 – 22 – 38 – 48 – 52. No próximo concurso, cujo sorteio ocorre no sábado (21), a estimativa é que o prêmio seja de R$ 2,5 milhões.

A quina teve 42 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 64.678,28. A quadra teve 3.345 bilhetes premiados; cada um ganhará R$ 1.160,14.

Mega da Virada

A estimativa de prêmio para quem acertar as seis dezenas da Mega da Virada (concurso 2.220 da Mega-Sena) é R$ 300 milhões. O sorteio será realizado no dia 31 de dezembro de 2019. As apostas podem ser feitas nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa.

Como nos demais concursos especiais, o prêmio principal da Mega da Virada não acumula. Não havendo apostas premiadas com seis números, o prêmio será rateado entre os acertadores de cinco números – e assim sucessivamente.

Defesa Civil alerta para chuva forte e vento hoje e amanhã

(Arquivo/Marcos Ozanan/Fotos Públicas)


A Defesa Civil do Estado de São Paulo alertou hoje para o risco de ocorrer chuva intensa, com ventos fortes, hoje (27) e amanhã (28). A previsão, válida para regiões diversas do Estado, indica a passagem de uma frente fria que, somada ao calor, favorecerá a condição para precipitação de intensidade forte, acompanhada por raios e rajadas de ventos.

O risco é maior em 11 regiões, onde estão previstas chuvas de até 75 milímetros. Segundo o órgão do Governo do Estado, estão incluídas nesse alerta a Região Metropolitana de São Paulo, a Baixada Santista, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Araçatuba, Araraquara, Franca e Itapeva. Já em Registro, São José dos Campos, Presidente Prudente e no Litoral Norte pode chover até 50 milímetros.

Em caso de chuva forte, evite áreas em que alagamentos são recorrentes
(Arquivo/Nivaldo Lima/SP AGORA)

Em casos de emergência, a recomendação é para que o morador chame os Bombeiros (193), a Polícia Militar (190) e a Defesa Civil (199). Se houver raios, o indicado é permanecer em locais fechados e evitar áreas abertas, como terrenos ou praias.

Se estiver dentro de casa, durante a tempestade procure ficar distante de aparelhos e objetos ligados à rede elétrica, como TVs, geladeiras e fogões. Fique distante também de janelas, tomadas, torneiras, canos elétricos e evite tomar banho.

Previsão do tempo e risco de queda de árvore

A quarta-feira (27) começa com sol e temperaturas em elevação, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). O termômetros oscilam durante o dia entre a mínima de 18°C e a máxima podendo superar 30ºC. Vai ser a partir da tarde e começo da noite que áreas de instabilidade, associadas com a aproximação de uma frente fria pelo oceano, provocam pancadas de chuva com intensidade variando de moderada a forte.

O CGE faz um alerta, em função da possibilidade de chuva e vento fortes, para o risco de queda de árvores. O órgão chama a atenção ainda para o solo encharcado e a continuidade das chuvas, principalmente na quinta-feira, elevam o potencial para formação de alagamentos e deslizamentos de terra na Grande São Paulo.

Para amanhã (28), a propagação do sistema frontal pelo oceano organiza as áreas de instabilidade sobre o Estado de São Paulo, o que deixa o tempo instável com chuvas que devem se alternar com períodos de melhoria ao longo do dia. Os termômetros variam entre mínimas de 17ºC e máximas que não devem superar os 23ºC.

Alertas no celular e na TV

A Defesa Civil do Estado envia alertas gratuitamente por SMS com informações em tempo real sobre chuvas fortes e alagamentos. Basta cadastrar o número enviando seu CEP para 40199. É possível acompanhar avisos de ocorrências também pelo perfil @defesacivilsp no Twitter.

Clientes de TV por assinatura recebem mensagens de alertas de desastres naturais, deslizamentos de terra, vendavais e chuvas de granizo. As mensagens aparecem em formato de um pop-up (imagem sobreposta à tela) com tempo de exposição de 10 segundos. Não é necessário se cadastrar para receber as notificações de emergência pela TV paga. Há opção de o assinante fechar o pop-up se desejar.

*Com informações do Governo do Estado de SP e do CGE

Operação combate fraude na compra de merenda escolar

Por Flávia Albuquerque

(Arquivo)


A Polícia Federal deflagrou hoje (26) uma operação para coletar dados que complementem as informações obtidas em colaboração premiada feita por dois investigados pela Polícia Federal e Ministério Público Federal, que foram alvo da primeira fase da mesma investigação, em maio de 2018.

A Operação Cadeia Alimentar 2 cumpre 57 mandados de busca e apreensão e 27 mandados de prisão temporária em 27 cidades do estado de São Paulo. 

A investigação apura irregularidades em procedimentos licitatórios e desvio de verbas relacionados à compra de merenda escolar em pelo menos 50 municípios do estado de São Paulo. Entre os alvos da operação estão empresários, lobistas, servidores e ex-servidores públicos, uma vereadora, ex-prefeitos, secretários e ex-secretários de governo.

Os mandados de buscas estão endereçados a residências, empresas, três prefeituras e uma Câmara dos Vereadores.

A operação abrange a capital paulista, as cidades de Americana, Atibaia, Campinas, Franca, Garça, Matão, Orlândia, Paulínia, Rio Claro, São Carlos, São Joaquim da Barra, São José do Rio Preto, São Roque, Sorocaba, Sumaré, Taquaritinga e Votorantim, no interior; Cotia, Itapevi, Jandira e Osasco, na região metropolitana de São Paulo; Guarujá, Cubatão, Praia Grande, Santos e São Vicente, na Baixada Santista.

Os investigados vão responder pelos crimes de organização criminosa, fraude a licitações, falsidade ideológica, corrupção ativa, prevaricação e corrupção passiva. As penas, somadas, podem chegar a 28 anos de prisão.

Voos de SP para Franca e Barretos começam este mês

(Reprodução)


A Gol começou a vender as passagens aéreas para cidades de Barretos e Franca, no interior de São Paulo, partindo do Aeroporto de Congonhas. Os voos, comandados pela Twoflex, começam a operar a partir de 28 de outubro, segundo o Departamento Aeroviária do Estado de São Paulo (Daesp).

De acordo com o Diretor-Superintendente do Departamento, Antonio Claret de Oliveira, os objetivos são estimular e ampliar o número de voos entre os municípios, criando conexões e facilitando o desenvolvimento regional.

“Vamos aumentar a conectividade entre as cidades e potencializar o turismo no interior. Os voos com aeronaves menores têm, entre as suas vantagens, as economias de tempo e de dinheiro para a população”, afirmou Claret.

O plano prevê o uso de aviões de pequeno porte como alternativa para acelerar a disponibilidade de voos até que todos os aeroportos estejam prontos, com todas as adequações necessárias, para receber também as aeronaves maiores.

Desta forma, o Daesp já iniciou as ações necessárias para a revitalização desses aeroportos. Em Barretos, o edital para a contratação dos serviços de reparo do sistema de pista e pátio das aeronaves foi publicado em 25 de setembro, com investimento previsto de R$ 3,3 milhões. A abertura do envelope está prevista para a próxima sexta-feira (11).

Além disso, em breve serão publicados os editais para o restante das obras, que inclui reforma do terminal de passageiros e revitalização do balizamento noturno. No total, o Daesp prevê investimento de R$ 5 milhões.

No aeroporto de Franca, já estão em andamento também as obras necessárias de revitalização e reforma. Essas ações são resultado da iniciativa do Governo paulista de reduzir a cobrança de ICMS para as empresas aéreas, as quais, em contrapartida se comprometeram a abastecer suas aeronaves em São Paulo (recolhendo assim o imposto para o Estado) e também a ligar seis novos destinos regionais com voos regulares à capital e a aeroportos de outros Estados.

Além de Franca, integram essa iniciativa as cidades de São Carlos, Barretos, Votuporanga e Araraquara.

Desestatização

Além de melhorar a utilização dos seus 21 aeroportos, o Daesp realiza também estudos para definir o modelo mais eficiente de gestão e funcionamento – se privatização, concessão ou Parceria Público-Privada (PPP).

A previsão é que os estudos sejam finalizados em novembro. Executivos e técnicos da IOS Partners, consultoria internacional contratada para fazer este levantamento, e equipes do Daesp vistoriaram todos os aeroportos nos meses de junho e julho. Todo o processo de desestatização dos aeroportos estaduais será concluído no primeiro trimestre de 2020.

O Daesp acredita que o capital privado vai ampliar a capacidade dos aeroportos, aumentando a oferta de voos e, consequentemente, criando as condições para o desenvolvimento econômico e social dos municípios, com atração de mais de empregos e mais renda para todos os brasileiros.

*com informações do Governo do Estado de SP

Macron acusa Bolsonaro de ter “mentido” sobre o clima

Por RTP

Presidente da França, Emmanuel Macron, e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante Reunião Paralela dos Líderes do G20, em Osaka, no Japão
(Arquivo/Frederico Mellado/ARG/via Fotos Públicas)

O presidente francês, Emmanuel Macron, diz que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, “mentiu” sobre o compromisso com o meio ambiente durante um encontro do G20 e anunciou que, por essa razão, a França vai se opor ao tratado de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul.

“Dada a atitude do Brasil nas últimas semanas, o Presidente da República só pode notar que o Presidente Bolsonaro mentiu na cúpula (G20) de Osaka”, afirma um comunicado do governo Francês. 

De acordo com o mesmo documento, Bolsonaro, diz Macron, “decidiu não respeitar os compromissos climáticos nem se comprometer com a biodiversidade”. 

“Nestas circunstâncias, a França opõe-se ao acordo do Mercosul”, continua a Presidência francesa.

Aviação: Seis cidades paulistas terão voos regulares

Por Bruno Bocchini 

Os municípios paulistas de Araraquara, Barretos, Franca, Guarujá, São Carlos e Votuporanga passarão a receber voos comerciais regulares até o final do ano. Ao todo, para atender as seis cidades, serão 74 voos semanais operados pelas companhias Azul, Gol, Latam e Passaredo.

A criação dos novos destinos paulistas faz parte de um acordo entre as companhias aéreas e o governo de São Paulo no programa chamado São Paulo Pra Todos. A administração estadual reduziu, desde a última sexta-feira (19), a alíquota de ICMS sobre o combustível dos aviões de 25% para 12%. Em contrapartida, as empresas deverão acrescentar 490 novas partidas semanais no estado até o final do ano: 416 voos nacionais – para 21 estados e 38 destinos – e 74 dentro do próprio estado.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), dos 490 novos voos, 269 já estão em operação e os demais serão operacionalizados até o início de 2020. “Com a nova alíquota, a arrecadação prevista para 2019 sobre a comercialização de querosene aéreo cairá de R$ 627 milhões para R$ 422 milhões, mas a compensação total – direta, indireta, induzida e catalisada – representa uma previsão de ao menos R$ 316 milhões”, destacou o governo do estado em nota. 

Segundo o Palácio dos Bandeirantes, a estimativa é que 59 mil empregos sejam gerados nos 18 meses seguintes a partir da desoneração, com previsão de R$ 1,4 bilhão em salários anualmente.

Meninas do Brasil vão pegar a França nas oitavas

Por Fábio Lisboa

(CBF/Reprodução)

O Brasil já sabe quem será o seu adversário nas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Será a anfitriã França. O jogo ocorre no próximo domingo (23) às 16h (horário de Brasília) no estádio Océane, em Le Havre.

O confronto foi definido nesta quinta (20) após as partidas da 3ª rodada do grupo F da competição, que fecharam a primeira fase do Mudial.

A França chega a este jogo como primeira colocada do grupo A, com 3 vitórias em 3 partidas, enquanto o Brasil chega como o terceiro colocado do grupo C, com 2 vitórias e 1 derrota na fase inicial.

O retrospecto é totalmente favorável às francesas. Em 8 jogos, entre amistosos e partidas de Copa do Mundo, ocorreram 5 empates e 3 vitórias da França.

* Fábio Lisboa é jornalista e comentarista esportivo dos programas da TV Brasil Stadium  e No Mundo da Bola 

Após lesão, Marta treina com a seleção e faz gols

Marta durante o treino na França
(CBF/Reprodução)

Depois de mais de 15 dias no departamento médico, tratando de uma lesão muscular na coxa esquerda, a atacante Marta voltou nessa terça-feira (11) a treinar com as demais companheiras da seleção, no Complexo Esportivo Roger Bambuck, em Montpellier.

A jogadora, eleita mais uma vez como a melhor do mundo pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), participou de atividade de posse de bola e chutes a gol e de um coletivo, comandado pelo técnico Vadão. Durante o coletivo, Marta se movimentou bastante, com rápidos toques de bola e fez gols, mostrando que está recuperada da lesão.

O trabalho realizado pelo treinador é preparatório para o próximo jogo do Brasil nesta quinta-feira (13), às 13h, em Montpellier. A seleção vai defender a liderança do Grupo C contra a Austrália. As australianas, que perderam para a Itália por 2 a 1, precisam vencer para manter a esperança de passar para a próxima fase da Copa do Mundo. Uma vitória garante às brasileiras a classificação.

Brasil e Austrália sempre fazem jogos parelhos. Na Copa do Mundo do Canadá, em 2015, as duas seleções se enfrentaram nas oitavas de final. Na ocasião, as brasileiras foram eliminadas ao perder por 1 a 0. Já nos Jogos do Rio, em 2016, as australianas foram eliminadas pelo Brasil, nas quartas de final, em decisão nos pênaltis.

Andressa Alves

Para Andressa Alves, jogar em Montpellier é se sentir em casa
(CBF/Reprodução)

Para Andressa Alves, jogar em Montpellier é se sentir em casa. Foi no clube da cidade francesa que a brasileira iniciou sua carreira internacional, após sair do time feminino do São José, no interior de São Paulo. A atacante passou a temporada de 2015/2016 no Montpellier Hérault Sports Club, quando chegou a disputar a final da Copa da França vencida pelo Lyon. Atualmente, Andressa está no Barcelona.

“Me sinto muito bem em voltar pra cá, foi o clube que me abriu as portas na Europa. Agradeço muito ao Montpellier, aos diretores e as pessoas que me ajudaram durante a passagem pelo clube. O futebol feminino aqui é muito forte e me trouxe muita alegria”, disse.

*Com informações da CBF

Marta está fora da estreia do Brasil na Copa do Mundo

Por  Andreia Verdélio

(Arquivo/CBF via Agência Brasil)

A atacante Marta não jogará na estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo feminina de futebol contra a Jamaica. Ela se recupera de uma lesão na coxa esquerda e ainda não tem condições de atuar. O jogo será neste domingo (9), às 10h30 (horário de Brasília), em Grenoble, na França.

A informação foi confirmada hoje (8) pelo técnico Vadão (Oswaldo Fumeiro Alvarez). “Ela está se recuperando melhor do que o esperado, mas ela não pode começar jogando. Talvez ela fique no banco, mas nosso plano é que ela não participe da partida”, disse em entrevista coletiva.

A jogadora de 33 anos, vencedora seis vezes do prêmio de melhor do mundo da Fifa, se machucou, em maio, durante a preparação da equipe para o Mundial. Nos últimos dias, Marta não participou dos treinos com o restante do grupo e realizou apenas atividades físicas.
 
Sem Marta, o ataque do Brasil na estreia será formado por Cristiane e Bia Zaneratto. O Brasil está no Grupo C do torneio, ao lado de Jamaica, Austrália e Itália.
 
*Com informações da agência Reuters