Aglomeração: Polícia fecha cassino com celebridades

A Força-tarefa dos órgãos estaduais e municipais flagrou cerca de 200 pessoas em um cassino de luxo na zona sul de São Paulo. Além da prática de jogos de azar ser crime, a casa de jogos funcionava em horário proibido pelo decreto que implementou a fase emergencial no Estado. A medida mais restritiva tenta reduzir o número de casos, já que houve explosão de mortes e internações nas últimas semanas.

Segundo a polícia, os frequentadores do cassino foram flagrados consumindo bebida alcoólica, desrespeitando as regras de distanciamento social e sem a utilização de máscara de proteção facial. Entre eles estavam o jogador do Flamengo Gabigol e o Mc Gui. Os dois foram levados para a delegacia.

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB) acompanhou a fiscalização é postou vídeos em suas redes sociais.

Além do cassino, a Polícia Militar esteve presente de forma preventiva em diversos pontos da capital (Avenida Giovani Gronchi, Praça Roosevelt, Paraisópolis, Avenida Vieira Carvalho, Rua Peixoto Gomide, Avenida Jacu Pêssego, Rua Rui Barbosa, Avenida Paulista, Rua Conselheiro Lafayete, Metrô Vila Prudente, Metrô Penha, Metrô Carrão) e em diversos outros municípios do estado, com orientações para dispersão de aglomerações. Entre a noite de sábado (13) e madrugada de domingo (14), foram abordadas 29.751 pessoas, sendo 25 delas detidas. Além de vistoriar mais de 44 mil veículos, a PM também conseguiu capturar 78 procurados e localizar/recuperar 367 veículos.

No mesmo período, a Vigilância Sanitária Estadual inspecionou 34 estabelecimentos comerciais, dos quais 7 deles foram autuados e 4 interditados. As ações ocorreram nos bairros Vila Nova Conceição, Ibirapuera, Paraíso, Vila Mariana, Freguesia do Ó, Pompeia, Perdizes, Vila Olímpia, Centro/ República, Brooklin e Panamby.

O Procon-SP já fiscalizou 776 estabelecimentos que prestam atividade não essencial – como bares, baladas, restaurantes, lanchonetes – e autuou 104 (13,4 % do total) por desrespeito às determinações do Governo do Estado. As empresas infratoras são autuadas e podem ser multadas em até R$ 10,2 milhões de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

*Com informações do Gov. do Estado de SP

Com dois de Gabigol, Flamengo vence Santos por 4 a 1

O Flamengo recebeu o Santos neste domingo (13) no estádio do Maracanã, em jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, e venceu por 4 a 1 para alcançar os 45 pontos (na 3ª posição da classificação).

Já a equipe da Vila Belmiro, que entrou em campo com uma equipe alternativa (porque o técnico Cuca decidiu poupar seu time para o jogo contra o Grêmio da próxima quarta-feira pela Libertadores), ficou na 8ª posição com 38 pontos.

Triunfo de goleada
Diante de um adversário que claramente sentia falta de entrosamento e se posicionava atrás em busca de oportunidades em jogadas de contra-ataque, o Flamengo começou a partida com mais volume, mas com dificuldades para furar a defesa adversária.

Assim, o time da Gávea só conseguiu abrir o marcador aos 41 minutos, quando o volante Gerson aproveita bola que fica viva na área após bate e rebate para fazer de cabeça.

O segundo veio logo no início da etapa final. O uruguaio Arrascaeta é derrubado dentro da área e o juiz marca pênalti. Gabigol vai para a cobrança e não falha aos 4 minutos.

O 3 a 0 não demorou a sair. Aos 12 minutos Bruno Henrique cruza e o goleiro João Paulo tira parcialmente, a bola sobra para Filipe Luís, que, com frieza, se livra de um adversário e bate para vencer o goleiro adversário.

Mas o Flamengo queria mais, e alcançou aos 25 minutos, graças a nova cobrança de pênalti perfeita de Gabigol, que bateu deslocando o goleiro João Paulo.

Quatro minutos depois, os meninos do Santos conseguem marcar o seu gol de honra, quando Madson cruza e Bruninho chega no meio da zaga para fazer de cabeça. A partida permaneceu movimentada, mas o placar ficou inalterado até o final, com a vitória do Flamengo de 4 a 1 sobre o Santos.

Próximos compromissos
Na próxima rodada o Santos visita o Vasco em São Januário no domingo (20), dia no qual o Flamengo recebe o Bahia.

*Com informações da Agência Brasil.

Flamengo surpreende no final e é bi na Libertadores

Jogo foi disputado em Lima, no Peru (Alexandre Vidal/Flamengo/via Fotos Públicas)


Após 38 anos, o Flamengo voltou a levantar a taça Libertadores da América, neste sábado (23), após uma vitória emocionante, de virada, sobre o River Plate, por 2 a 1 no Estádio Monumental de Lima (Peru). O atacante Gabigol, artilheiro da Libertadores, fez história ao marcar os dois gols da virada rubro-negra nos cinco minutos finais da partida, garantindo o bicampeonato para o time carioca. Coincidentemente, o primeiro título da Libertadores foi conquistado pelo Flamengo no dia 23 de novembro de 1981, quando o Rubro-Negro derrotou o Cobreloa, do Chile, com dois gols do craque Zico.  

Hoje (23) o Flamengo, comandado pelo técnico português Jorge Jesus,  entrou em campo tomando a iniciativa do jogo, mas aos 15 minutos foi surpreendido, quando o meia argentino Nacho Fernandes cruzou fraco dentro da pequena área – Arão e Gerson deixaram a bola passar – e Borré aproveitou a falha da zaga para abrir o marcador com um chute rasteiro. A partir do gol, os argentinos passaram a dominar o embate, e quase ampliaram aos 36 minutos, com Palácios, que soltou uma bomba de fora da área.

Após o intervalo, o Flamengo voltou melhor e quase empatou aos  11 minutos quando Bruno Henrique invadiu a área pela esquerda e cruzou: Arrascaeta furou, Gabigol chutou em cima de De la Cruz, e a bola ainda voltou para Éverton Ribeiro finalizar, mas o goleiro Armani defendeu.  Aos 20 minutos, Gerson saiu de campo machucado e Diego entrou no lugar dele. Os cariocas botaram pressão e tiveram mais uma chance de empatar aos 30 minutos, em outra jogada do trio Arrascaeta, Gabigol e Everton Ribeiro. Se o gol de empate parecia encantado para o time rubro-negro, o River também desperdiçou a chance de matar o jogo aos 35 minutos, em chute rasteiro de Palácios.

Dois gols de Gabigol renderam ao time o título de campeão fora de casa
(Alexandre Vidal/Flamengo/via Fotos Públicas)

Na reta final da partida, aos 43 minutos, Bruno Henrique partiu em contra-ataque, rolou para Arrascaeta que cruzou na medida para Gabigol livre empurrar para a rede e deixar tudo igual no Monumental de Lima.  E três minutos depois, ele mesmo, Gabigol ganhou a disputa de bola com Pinola e depois arriscou um lindo chute de esquerda, virando o placar para os rubro-negros a cinco minutos fim do jogo.  Festa vermelha e preta em Lima, após 38 anos de jejum. O Flamengo é campeão da 60ª edição da Copa Libertadores da América e além da taça, leva a premiação de US$ 12 milhões, o equivalente a aproximadamente R$ 50,4 milhões.

Há pouco mais de cinco meses no comando do time rubro-negro, o técnico português Jorge Jesus, de 65 anos, também fez história hoje (23) ao se tornar o segundo técnico europeu a conquistar  um título da Libertadores; o primeiro foi o croata Mirko Jozic, em 1991, com o time chileno Colo-Colo bateu na final o Olímpia, do Paraguai.

Ficha Técnica:

Sábado, 23 de novembro de 2019

FLAMENGO X   RIVER PLATE

Competição: Copa Libertadores da América (final)

Local: Estádio Monumental de Lima (Peru)

Árbitro de campo: Roberto Tobar (Chile)

Árbitro de vídeo (VAR): Esteban Ostojich (Uruguai)

Assistentes: Christian Schieman (Chile) e Cláudio Rios (Chile)

FLAMENGO:  Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gérson e Éverton Ribeiro; Arrascaeta, Gabigol e Bruno Henrique. Técnico: Jorge Jesus

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Lucas Martínez, Pinola e Casco; Nacho Fernández, Enzo Pérez, Palacios e De La Cruz; Borré e Matias Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo

Gols: no primeiro tempo com Borré (14) e no segundo tempo com Gabigol (43) e (46).