Rio Pinheiros será despoluído até 2022, diz Doria

Por Flávia Albuquerque

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, assiste a testes com dois ecobarcos coletores de resíduos flutuantes, conhecidos como Ecoboats, para auxiliar na limpeza do rio Pinheiros (Governo do Estado de SP/Reprodução)

O governador de São Paulo, João Doria, reafirmou hoje (5), no Dia Mundial do Meio Ambiente, o compromisso da administração estadual na despoluição completa do Rio Pinheiros até dezembro de 2022, incluindo as margens recuperadas.

Os testes com dois barcos coletores de resíduos flutuantes, os chamados Ecoboats, começaram nesta quarta-feira, à altura da Usina Traição, perto da Ponte Ary Torres. As embarcações de 2,80 metros de largura e 7 m de comprimento e 4 toneladas vão operar  por 30 dias sem custo para a administração. Se a tecnologia for aprovada, será avaliada a possibilidade de aquisição dos barcos.

Segundo o governador, o espaço onde está a Usina Traição – que passará a se chamar Usina São Paulo – será concedido ao setor privado em 2021. O projeto de concessão  será apresentado no próximo ano.

“Uma parte dos recursos para a despoluição do rio é do Estado, colocada em orçamento, outra parte é de recursos privados, a partir da concessão de algumas áreas para exploração do transporte turístico de passageiros aqui no Rio Pinheiros.”

Doria disse que a usina continuará funcionando, mas os demais espaços se tornarão públicos, utilizados para lazer e entretenimento, com cafés e restaurantes.

“É uma área bonita, é um prédio antigo, da década de 40, que recuperado e explorado pelo setor privado oferecerá uma ótima oportunidade de entretenimento e uma marca importante para São Paulo. A dimensão desse espaço e sua localização poderá transformar a usina em um Puerto Madero paulistano”, disse Doria. Puerto Madero é um dos bairros da cidade de Buenos Aires, capital da Argentina, localizado às margens do Rio da Prata, sendo um dos locais mais valorizados da capital argentina.

De acordo com o governador, o projeto é atrativo para a iniciativa privada porque a oportunidade de exploração do transporte de pessoas representa a possibilidade de geração de receita, com a utilização por milhares de pessoas, com mais vantagem e velocidade do que a utilização das marginais. “As estações de embarque e desembarque também serão de exploração privada, com a utilização de publicidade e o pagamento do transporte de passageiros no volume que cabe a um rio cujas marginais transportam 3,5 milhões de pessoas diariamente.” 

Conscientização

Durante o período em comemoração à Semana do Meio Ambiente, duas esculturas feitas com sucata, sendo uma em formato de peixe e a outra, de capivara, preenchidas com o material recolhido nas ecobarreiras do Rio Pinheiros, ficarão expostas para chamar a atenção da população para o descarte correto dos resíduos. E também para lembrar que alguns dos materiais demoram dezenas de anos para se decompor.

“As esculturas serão preenchidas com lixo do Rio Pinheiros para mostrar à população que fomos nós que jogamos, que nós somos os responsáveis pela poluição. Precisamos conscientizar para que não se suje mais o rio. E o nosso trabalho é não deixar que a sujeira chegue, e recuperar a beleza que temos aqui, para que esse espaço tenha maior atratividade”, afirmou o secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

Tietê

A segunda etapa de despoluição de rios abrange também o Tietê, que começará o processo enquanto o projeto estiver em andamento no rio Pinheiros. Já foi firmado um contrato com a cidade de Guarulhos, que fica na região metropolitana de São Paulo, e é uma das que mais polui o Tietê. “O projeto do Tietê é de oito anos e, nesse período, ele também estará despoluído, como compromisso do governo do Estado e igualmente de municípios do entorno do rio”, disse Doria.

Marginais serão entregues à iniciativa privada

Por Bruno Bocchini

Marginal Tietê perto da Ponte da Casa Verde (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O governo do Estado de São Paulo, em parceria com a prefeitura da capital paulista, lançou um chamamento público para pessoas físicas e empresas interessadas em apresentar projetos para a concessão à iniciativa privada das marginais Tietê e Pinheiros, e parte da rodovia Raposo Tavares, no município de São Paulo. Os projetos devem ser relacionados à revitalização, modernização e manutenção das vias. O chamamento determina que não haverá cobrança aos usuários.

Segundo o vice-governador Rodrigo Garcia, presidente do Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas do estado, o edital de concessão das vias deverá ser publicado até o fim de 2019.

“O chamamento público dá cinco meses para que os estudos da iniciativa privada sejam enviados e consolidados. A expectativa é que até o final do ano tenhamos o modelo definitivo para lançarmos o edital”, disse.

Garcia frisou que a proposta não prevê a cobrança de pedágios. O futuro concessionário deverá ser remunerado diretamente pelo poder público. “A concessão das marginais será uma vitrine para o Brasil todo”, afirmou. 

Segundo o governo do estado, a estimativa é de um investimento privado de R$ 3 bilhões em 30 anos, período da concessão. A meta é que, até o final de 2022, a maior parte das intervenções esteja pronta.

A partir da publicação do chamamento no Diário Oficial do estado, os interessados têm até 10 dias úteis para solicitar autorização ao Conselho Gestor e participar do processo.

Governo diz que três grupos estão interessados na fábrica da Ford

Por Elaine Patrícia Cruz

(Arquivo/Sam VarnHagen/Ford Motor Co./Reprodução)

O governador de São Paulo, João Doria, informou hoje (26) que já há três interessados para a compra da fábrica da Ford, em São Bernardo do Campo.

“Posso antecipar a vocês que já recebemos três consultas de fabricantes de caminhões e automóveis, e oportunamente, após a evolução desses entendimentos, tornaremos público essas intenções”, disse Doria, após cerimônia de abertura do evento Doing Bussiness Brasil 2020, no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Segundo Doria, dois dos interessados são multinacionais. O outro, uma empresa brasileira. “O que demonstra que estamos em bom caminho de encontrar um comprador”, acrescentou.

Na semana passada, após se reunir com o CEO da Ford na América Latina, que confirmou o fechamento da fábrica em São Bernardo, Doria havia anunciado que o governo de São Paulo iria se empenhar em ajudar a empresa a encontrar um comprador para a fábrica.

“Estabelecemos com ele que, até novembro, a operação será normal (na fábrica)”, disse Doria.

Usuários de rodovias terão alertas sobre chuva e raios

(Arquivo)

Com a previsão da Defesa Civil do Estado de São Paulo quanto ao aumento da incidência de chuvas com raios no Estado de São Paulo, a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) firmou uma parceria com o órgão para alertar os motoristas e quem viaja pelas rodovias da malha paulista concedida sobre como proceder em casos de chuvas com raios.

A partir desta sexta-feira (22), sempre que a Defesa Civil prever a chance de raios atingirem uma determinada região, serão exibidos alertas nos painéis eletrônicos de mensagem das rodovias. A mensagem orientativa definida para a ação será: “Chuva com raios; Procure local seguro; Mantenha os vidros fechados; Não toque em partes metálicas”.

A previsão é que a temporada de raios no Estado se estenda até o dia 31 de março. Em caso de raios, estacione em local seguro, como postos de serviço, e abrigue-se em uma edificação.

Orientações da Artesp

Dirigir sob condições climáticas ruins exige maior cautela dos motoristas. Além de reduzir a visibilidade, a água acumulada na pista diminui a aderência dos pneus e dificulta manobras de emergência. É preciso reduzir a velocidade, manter a distância do veículo da frente e manter aceso o farol baixo.

Para dirigir em pistas molhadas, recomenda-se também calma e prudência nas manobras. O motorista deve levar em conta que a velocidade máxima permitida na rodovia é determinada para o tráfego em condições normais. Sob chuva é recomendável reduzir a velocidade.

Outra dica importante é em relação ao uso correto do pisca-alerta. É comum motoristas acionarem as luzes de emergência em situações de pouca visibilidade e tráfego lento. Esse procedimento, no entanto, é um erro. Em nenhum caso deve-se circular com o pisca-alerta ligado. A Artesp reforça que o pisca só deve ser acionado com o veículo parado, preferencialmente em uma área segura.

Se, mesmo com todas as precauções, o motorista perceber que a visibilidade está comprometida com a chuva, o melhor a fazer é procurar um posto de serviço e parar até a chuva diminuir para então retomar a viagem.

Dicas de segurança para dirigir na chuva:

– Ao perceber acúmulo de água na pista, reduza a velocidade;

– Acenda as lanternas e os faróis baixos para facilitar que seu carro seja visto por outros condutores;

– Mantenha distância segura dos demais veículos, especialmente o que vai a sua frente;

– Evite frear de maneira brusca para não travar as rodas e derrapar por falta de aderência;

– Em áreas de alagamento, tenha calma e aguarde o nível da água baixar.

Alvo da Lava Jato, Aloysio Nunes pede demissão do Governo Doria

Por Camila Maciel

Aloysio Nunes Ferreira Filho, ex-ministro e ex-senador (Fábio Rodrigues/Agência Brasil)

Aloysio Nunes Ferreira Filho pediu demissão hoje (19) do cargo de presidente da Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Investe SP) após ter sido alvo, nesta manhã, de mandados de busca e apreensão da 60ª fase da Operação Lava Jato. A decisão foi anunciada depois de reunião com o governador João Doria. Nunes foi ministro de Relações Exteriores do governo de Michel Temer.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), a operação investiga um complexo esquema de lavagem de dinheiro de corrupção praticada pela Odebrecht e por Paulo Vieira de Souza, também conhecido como Paulo Preto, e outros três operadores, que atuaram entre os anos de 2007 e 2017. Paulo Preto é apontado como operador de esquemas envolvendo o PSDB em São Paulo.

Pelos cálculos do MPF, as transações investigadas superam R$ 130 milhões. O montante correspondia ao saldo de contas controladas por Paulo Preto na Suíça no início de 2017. Segundo a Polícia Federal, a construtora irrigou campanhas eleitorais, fazendo o pagamento de propina a agentes públicos e políticos no país por meio de operadores financeiros.

No pedido de demissão, Nunes diz ter sido surpreendido pela diligência da Polícia Federal. “Não tive até agora acesso aos autos de inquérito em que sou investigado, mas o fato incontornável é a repercussão negativa desse incidente, que me mortifica a mim e à minha família, e que também pode atingir o governo de Vossa Excelência”, escreveu.

Nunes destaca que a sua defesa jurídica prestará “irrestrita colaboração com as autoridades para cabal esclarecimentos dos fatos” e diz ter certeza que a verdade o beneficiará ao final do processo.

https://spagora.com.br/suspeito-de-operar-esquemas-do-psdb-paulo-preto-volta-a-ser-preso/

Curso de formação de empreendedores está com inscrição aberta

Quem tem vontade de empreender já pode se inscrever no programa Escola de Inovadores, curso de extensão gratuito oferecido pelo Centro Paula Souza (CPS). Organizado pela Inova CPS, que tem o intuito de ensinar pessoas com espírito empreendedor a transformar ideias inovadoras em startups, o curso será oferecido neste primeiro semestre de 2019 em Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais de 38 municípios. No total, 45 turmas serão formadas.

As cidades participantes são Americana, Araçatuba, Assis, Bebedouro, Birigui, Botucatu, Capital, Diadema, Franca, Franco da Rocha, Guaratinguetá, Ibitinga, Indaiatuba, Itapira, Jaboticabal, Jaú, Lorena, Mauá, Mogi das Cruzes, Monte Alto, Monte Aprazível, Ourinhos, Penápolis, Pindamonhangaba, Piracicaba, Praia Grande, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Ribeirão Preto, São Caetano do Sul, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Roque, Tatuí, Taquaritinga, Teodoro Sampaio e Tupã.

As inscrições para o processo seletivo são gratuitas e podem ser feitas pela internet. Os candidatos deverão apresentar projetos de empreendedorismo, que serão avaliados seguindo alguns critérios, como inovação, viabilidade técnica do projeto e potencial mercadológico.

Serão selecionados de 25 a 30 participantes por turma, e cada unidade será responsável por fazer seu próprio cronograma de aulas.

Empresários

Com 40 horas de duração, divididas em 10 encontros presenciais, o curso conta com diferentes temas que fornecem uma formação ampla e visão de negócio para o participante.

Entre outros assuntos, o aluno aprenderá gestão empresarial básica, design thinking, prototipagem, Canvas, marketing, tecnologia aplicada aos negócios, finanças e mercados.

Além das atividades, o participante também contará com mentoria na construção do seu próprio plano de negócios e, ao final do curso, os alunos terão a oportunidade de apresentar as propostas de startups a empresários, instituições do poder público e representantes de ambientes de inovação, como incubadoras, parques tecnológicos e espaços de coworking. O propósito é promover parcerias e oportunidades de negócios. Conheça o projeto pedagógico.

*conteúdo Governo do Estado de SP