Iluminação pública é modernizada em 186 mil pontos

Minhocão, na região da Santa Cecília, em São Paulo (Pref. de São Paulo)

A Prefeitura de São Paulo modernizou mais de 186 mil pontos de luz pela cidade e instalou 8,6 mil desde a retomada do contrato definitivo da Parceria Público-Privada (PPP) em fevereiro deste ano. Antes, segundo o município, a parceria havia sido retomada em formato provisório em agosto de 2019. O contrato prevê a modernização, ampliação e manutenção da rede de iluminação pública da capital.

A modernização consiste na troca de luminárias antigas por novas de LED, com maior capacidade de iluminar as vias, consome menos energia e dura mais. “Um dos objetivos é aumentar a segurança em áreas públicas à noite”, disse o secretário das Subprefeituras, Alexandre Modonezi, em comunicado distribuído à imprensa.

Nesse sentido, os locais foram inicialmente selecionados com base nos índices de criminalidade divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP/SP). 

O DGIP e o consórcio responsável pelo contrato, Ilumina SP, estão mapeando a cidade para realização dos serviços. O prazo previsto para a conclusão dos trabalhos de modernização e ampliação é de cinco anos. O contrato com o consórcio tem duração de 20 anos.

Ao todo, 186.387 pontos foram modernizados e houve a ampliação de 8.613 pontos. Confira abaixo os serviços realizados por região, segundo a Prefeitura, de agosto de 2019 a novembro de 2020:

Zona Sul:

  • 53.532 remodelados
  • 2.512 ampliados

Zona Leste:

  • 66.898 remodelados
  • 2.866 ampliados

Zona Norte:

  • 35.995 remodelados
  • 1.373 ampliados

Zona Oeste:

  • 24.485 remodelados
  • 1.592 ampliados

Centro:

  • 5.477 remodelados
  • 270 ampliados