Acesso a Ilhabela e Cananéia está restrito

Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A aderiu aos decretos editados pelas prefeituras litorâneas de Ilhabela, no litoral norte, e de Cananéia, no litoral sul. Em Ilhabela, por exemplo, está limitado o acesso às balsas para os veículos de emergência, como ambulâncias, viaturas e transportes de pacientes; veículos oficiais; veículos destinados aos serviços essenciais; e veículos com placas de Ilhabela e São Sebastião, desde que sejam moradores ou trabalhadores.

Na travessia Cananéia/Continente e Ilha Comprida, o acesso às balsas está restrito aos veículos de emergência, como ambulâncias, viaturas e transportes de pacientes; veículos destinados aos serviços essenciais; e pedestres. Já em Cananéia/Ariri, o serviço foi reduzido para duas vezes por semana e limitada à capacidade de pessoas sentadas.

*Com informações do Governo do Estado de São Paulo

Justiça suspende liminares e manda liberar rodovias

Rodovia dos Tamoios foi uma das interditadas (Arquivo/Concessionária Tamoios/Reprodução)

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro, suspendeu hoje (22) decisões liminares da justiça de primeiro grau que autorizaram o início de bloqueios parciais em rodovias que dão acesso ao litoral paulista. 

Os pedidos de bloqueio e interdição das rodovias foram feitos por prefeitos de cidades do litoral e, segundo o Palácio dos Bandeirantes, não seguiam as determinações feitas pelo Governo de São Paulo.



Os bloqueios que, em tese, serviriam para conter o contágio do coronavírus, atingiriam parte do Litoral Norte e Litoral Sul do estado. Entre as rodovias que teriam o tráfego restrito estavam a Rio-Santos, a Tamoios e a Oswaldo Cruz. 

De acordo com a decisão de hoje do desembargador, os municípios que pediram os bloqueios desconsideram que medidas necessárias à contenção do vírus precisam ser “pensadas em um todo coerente, coordenado e sistêmico”. Segundo o magistrado, a Justiça, ao contrário do Poder Executivo, não tem informações suficientes para determinar o fechamento ou não das rodovias.

Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil 

Queda de barreira e alagamento interditam rodovias no litoral

Rodovia Padre Manoel da Nóbrega tem movimento tranquilo nesta manhã (DER/Reprodução)

Quedas de barreira e alagamentos interditaram trechos de duas rodovias no Litoral Sul de São Paulo. A situação mais grave era na Rodovia Cônego Domênico Rongoni, no trecho sentido Guarujá/litoral norte. Após horas de bloqueio, por volta de 6h45, o acostamento do quilômetro 254, atingido pelo deslizamento de terra, foi liberado e o trânsito começou a fluir lentamente.

No quilômetro 263,5 houve um alagamento que impede a passagem de veículos nos dois sentidos da rodovia.



Anchieta

Na Rodovia Anchieta, na região de serra, há uma queda de barreira entre os quilômetros 46 e 45. O trecho do planalto também está bloqueado devido a uma densa neblina que cobre a região.

Tamoios

Na Rodovia dos Tamoios, entre São José dos Campos e Caraguatatuba, no litoral norte, também há risco de interdição do trecho de serra. Segundo a concessionária, a grande quantidade de chuva preocupa.

“Nas últimas 72H,foi registrado acúmulo de 70 mm de chuvas. Interdição com 100 mm”, informou a concessionária Tamoios.

*atualizado às 7h07

Defesa Civil alerta para chuva forte e vento hoje e amanhã

(Arquivo/Marcos Ozanan/Fotos Públicas)


A Defesa Civil do Estado de São Paulo alertou hoje para o risco de ocorrer chuva intensa, com ventos fortes, hoje (27) e amanhã (28). A previsão, válida para regiões diversas do Estado, indica a passagem de uma frente fria que, somada ao calor, favorecerá a condição para precipitação de intensidade forte, acompanhada por raios e rajadas de ventos.

O risco é maior em 11 regiões, onde estão previstas chuvas de até 75 milímetros. Segundo o órgão do Governo do Estado, estão incluídas nesse alerta a Região Metropolitana de São Paulo, a Baixada Santista, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Araçatuba, Araraquara, Franca e Itapeva. Já em Registro, São José dos Campos, Presidente Prudente e no Litoral Norte pode chover até 50 milímetros.

Em caso de chuva forte, evite áreas em que alagamentos são recorrentes
(Arquivo/Nivaldo Lima/SP AGORA)

Em casos de emergência, a recomendação é para que o morador chame os Bombeiros (193), a Polícia Militar (190) e a Defesa Civil (199). Se houver raios, o indicado é permanecer em locais fechados e evitar áreas abertas, como terrenos ou praias.

Se estiver dentro de casa, durante a tempestade procure ficar distante de aparelhos e objetos ligados à rede elétrica, como TVs, geladeiras e fogões. Fique distante também de janelas, tomadas, torneiras, canos elétricos e evite tomar banho.

Previsão do tempo e risco de queda de árvore

A quarta-feira (27) começa com sol e temperaturas em elevação, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). O termômetros oscilam durante o dia entre a mínima de 18°C e a máxima podendo superar 30ºC. Vai ser a partir da tarde e começo da noite que áreas de instabilidade, associadas com a aproximação de uma frente fria pelo oceano, provocam pancadas de chuva com intensidade variando de moderada a forte.

O CGE faz um alerta, em função da possibilidade de chuva e vento fortes, para o risco de queda de árvores. O órgão chama a atenção ainda para o solo encharcado e a continuidade das chuvas, principalmente na quinta-feira, elevam o potencial para formação de alagamentos e deslizamentos de terra na Grande São Paulo.

Para amanhã (28), a propagação do sistema frontal pelo oceano organiza as áreas de instabilidade sobre o Estado de São Paulo, o que deixa o tempo instável com chuvas que devem se alternar com períodos de melhoria ao longo do dia. Os termômetros variam entre mínimas de 17ºC e máximas que não devem superar os 23ºC.

Alertas no celular e na TV

A Defesa Civil do Estado envia alertas gratuitamente por SMS com informações em tempo real sobre chuvas fortes e alagamentos. Basta cadastrar o número enviando seu CEP para 40199. É possível acompanhar avisos de ocorrências também pelo perfil @defesacivilsp no Twitter.

Clientes de TV por assinatura recebem mensagens de alertas de desastres naturais, deslizamentos de terra, vendavais e chuvas de granizo. As mensagens aparecem em formato de um pop-up (imagem sobreposta à tela) com tempo de exposição de 10 segundos. Não é necessário se cadastrar para receber as notificações de emergência pela TV paga. Há opção de o assinante fechar o pop-up se desejar.

*Com informações do Governo do Estado de SP e do CGE

Balsa entre Cananeia e Ilha Comprida passa a operar 24h

(Marcelo Soubhia/Governo do Estado de SP)

A travessia Cananeia/Ilha Comprida, no litoral sul, passou a funcionar 24 horas por dia. A operação ininterrupta era um pedido antigo dos usuários e foi atendido pela nova gestão da Dersa após análise técnica. Antes, o horário de operação do serviço era feito das 6h à meia-noite. O novo horário entrou em funcionamento este mês.

Além dos moradores da região, a mudança também beneficia milhares de turistas que utilizam o sistema aos fins de semana e feriados e precisam se deslocar entre as duas margens de madrugada. Na Baixada Santista, a Dersa aumentou para sete o número de balsas que fazem a travessia Santos/Guarujá, ampliando também a capacidade do serviço na região.

Atualmente, a travessia Cananeia/Ilha Comprida conta com duas balsas, uma FB-16, com capacidade para 15 veículos, e a FB-12, com capacidade para 28 veículos. A FB-12 foi entregue em março deste ano, completamente reformada, resultado de investimento de mais de R$ 1 milhão do Governo do Estado. Juntas, as duas embarcações têm capacidade operacional para transportar até 129 veículos por hora, em cada sentido.

A distância da travessia Cananeia/Ilha Comprida é de 940 metros e por dia são transportados em média 559 pedestres, 110 ciclistas, 176 automóveis, 5 caminhões e 21 motocicletas. Informações pelo telefone 0800 7733 711 e também pelo aplicativo Travessias.

CANANÉIA/ILHA COMPRIDAILHA COMPRIDA/CANANÉIA
Todos os diasTodos os dias
1h1h30
2h303h
4h4h30
5h5h30
Das 6h às 8h30 – saídas a cada 30 minutosDas 6h15 às 8h45 – saídas a cada 30 minutos
9h09h30
10h10h30
11hDas 11h15 às 13h45 – saídas a cada 30 minutos
Das 11h30 às 13h30 – saídas a cada 30 minutos14h30
14h15h30
15h16h30
16hDas 17h15 às 19h45 – saídas a cada 30 minutos
17h20h30
Das 17h30 às 19h30 – saídas a cada 30 minutos21h30
20h22h30
21hmeia-noite
22h 
23h30 

*Com informações do Governo do Estado de SP

Ônibus intermunicipais ficam mais caros hoje

Por Bruno Bocchini

(Alexandre Carvalho/Governo do Estado de SP)

A partir de hoje (28), a tarifa dos ônibus de 54 linhas intermunicipais de quatro regiões metropolitanas no estado de São Paulo tem novo valor. As regiões com aumentos de R$ 0,05 a R$ 0,15 são Grande São Paulo, Campinas, Vale do Paraíba-Litoral Norte, e Sorocaba. 

Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), que administra as linhas, o aumento ocorre devido ao acréscimo dos preços dos pedágios nas estradas paulistas.

“O cálculo é feito pela divisão do valor pago na praça de pedágio pelo número médio de passageiros por viagem. O objetivo é ressarcir as empresas concessionárias e permissionárias dessa despesa sobre a operação”, destacou em nota a EMTU.

Na Região Metropolitana de São Paulo, 16 linhas tiveram acréscimo de R$ 0,05. Na Região Metropolitana de Campinas, o aumento foi também de R$ 0,05, mas atinge 26 linhas. Na Região Metropolitana do Vale do Paraíba-Litoral Norte, seis linhas tiveram reajuste. Os aumentos foram variáveis, de R$ 0,05 a R$ 0,15, de acordo com a praça de pedágio utilizada. Na Região Metropolitana de Sorocaba, a tarifa de cinco linhas sofreram elevação de R$ 0,05. Uma delas teve aumento de R$ 0,10.

Após interdição, Rodovia dos Tamoios é liberada

O trecho de serra da Rodovia dos Tamoios, que liga São José dos Campos ao litoral norte de São Paulo, foi liberado para o trânsito por volta do meio dia de hoje (5). A rodovia ficou interditada durante a madrugada e a manhã desta sexta-feira.

A interdição ocorreu devido a chuva que atinge a região. Segundo a concessionária que administra a rodovia, foi uma medida preventiva, já que havia risco de deslizamento de encosta.

*Atualizado às 12h28

Liberado trecho de serra da Rodovia dos Tamoios

O trecho de serra da Rodovia dos Tamoios foi liberado para o trânsito de veículos. As pistas haviam sido interditadas entre domingo (10)  e ontem (11) porque havia risco de deslizamento de terra.

Durante a chuva, técnicos da Concessionária Tamoios monitoraram a região. Nesta terça-feira (12), o sol voltou a aparecer na região, mas há possibilidade de chuva no fim do dia.

Apesar de liberado, há obras na rodovia e, por isso, funcionários organizam um “pare e siga”.