Morre Gilberto Braga, premiado autor de novelas da Globo

(João Miguel Jr/via TV Cultura)

O autor Gilberto Braga, conhecido por escrever grandes novelas da televisão brasileira, morreu nesta terça-feira (26), aos 75 anos. Ele não resistiu às complicações de uma perfuração no esôfago.

Gilberto sofria de Mal de Alzheimer e estava internado desde sexta-feira (22).

Entre os seus trabalhos de destaque estão as novelas “Escrava Isaura” (1976), “Dancing Days” (1978) e “Vale Tudo” (1988).

Em 2008, “Paraíso Tropical”, também escrita pelo carioca, foi indicada ao Emmy de melhor novela.

Gilberto deixa o marido Edgar Moura, com quem era casado há quase 50 anos.

Por TV Cultura

Novelas mexicanas deixam de ser exclusividade do SBT

Novelas mexicanas - SBT
Novelas mexicanas - SBT
Cena de Triunfo do Amor (Foto: reprodução/SBT)

Desde a estreia de Os Ricos Também Choram em 1982, o SBT trouxe aos lares brasileiros as novelas mexicanas, que com o passar do tempo, passaram a fazer parte da vida dos telespectadores. Desde então muitas produções da Televisa tornaram-se conhecidas por aqui através da emissora.

Durante longos anos o SBT exibiu com exclusividade os grandes sucessos das novelas mexicanas no Brasil, mas a exclusividade acabou neste ano quando a Televisa resolveu mudar o formato do contrato com a emissora de Silvio de Santos.

Apesar de não ter mais exclusividade sobre as produções, o SBT continua com prioridade nas escolhas das novelas, mas a Televisa está livre para negociar suas atrações com outras empresas, como já com a Globoplay, Amazon e Guigo TV, por exemplo.

As novelas mexicanas Rubi e a Usurpadora são algumas das produções da teledramaturgia mexicana presentes no catálogo da Globoplay. O SBT continua bem em sua faixa de novelas no horário da tarde, principalmente quando se trata de produções inéditas.

Angelique Boyer está de volta

Por falar em produções da Televisa, a atriz Angelique Boyer está de volta em uma nova produção da casa, conforme noticiou o portal Novelas Mexicanas.

Ela foi escolhida para protagonizar a novela Vencer o Passado, onde vive a personagem Renata, uma bióloga molecular de destaque, mas que precisou fazer grandes sacrifícios para construir sua carreira. 

Faustão até o fim

Foto: reprodução/TV Globo

Desde que o contrato com a Band foi anunciado publicamente, a Globo sentiu-se incomodada com a situação do apresentador Fausto Silva na casa. 

A partir disso, a emissora da família Marinho pensou seriamente em tirar Faustão do ar já no mês de agosto, mas foi acertada pelo departamento comercial de que seria um péssimo negócio. Agora, Faustão deve ficar no ar até o fim do contrato, ou seja, até dezembro.

Rádio Capital no FM estendido

A Rádio Capital de São Paulo, que sempre transmitiu no AM em 1040 Khz, agora também pode ser ouvida na frequência de 77,5 Mhz, abrindo o FM estendido na capital paulista.

Emissora popular, a Rádio Capital conta hoje com comunicadores como Paulinho Boa Pessoa, João Ferreira e Paulo Lopes, mas já foi casa de outros grandes nomes como Eli Corrêa e Paulo Barboza (falecido em 2018).

O jornalista Antonio Marques escreve sobre rádio, televisão e famosos desde 1990 e é um dos colunistas do portal SP Agora.

Assassino de ‘A próxima vítima’, Cecil Thiré morre aos 77 anos

Morreu hoje (9), aos 77 anos, em casa, no Rio de Janeiro, o ator, produtor e diretor Cecil Thiré, devido a complicações do mal de Parkinson. O ator sofria de Parkinson há vários anos e estava com a saúde muito debilitada.

Filho único da atriz Tônia Carrero e do artista plástico Carlos Arthur Thiré, Cecil Aldary Portocarrero Thiré deixa quatro filhos: Miguel, Carlos e Luísa Thiré,  do primeiro casamento com Norma Pesce, além de  João Cavalcanti Thiré, da união com Carolina Cavalcanti.

A  filha, Luísa Thiré, também diretora de teatro, deu um depoimento emocionado em vídeo.  “Ele merecia ter o velório mais lindo do mundo, cercado de gente que ele ama, que o amou a vida toda. Papai foi um guerreiro. Lutou pela democracia, pela arte, lutou pelo teatro. Teve quatro filhos, sete netos e foi um guerreiro até o último minuto. Se existe um céu, ele e minha avó [Tônia Carrero] estão juntos agora.”

A atriz Cláudia Raia também demonstrou carinho e apreço por quem lhe deu a primeira oportunidade na carreira. “Meu amado Cecil Thiré partiu, eterno mestre! Sou eternamente grata. Seus ensinamentos foram muito importantes pra minha carreira. Minha primeira oportunidade de trabalho foi graças a ele, Foi meu primeiro diretor, que inclusive dirigiu meu primeiro espetáculo de teatro! Lutou bravamente pela arte no nosso país, terá sempre um lugar lindo de afeto no meu coração e na minha vida!.”

A atriz Drica Moraes escreveu em uma rede social: “Trabalhei com Cecil em minha primeira novela, Top Model. Ele era um gentleman [cavalheiro]”.

Trajetória

O primeiro trabalho profissional de Cecil Thiré, foi aos 18 anos, como assistente de direção de Ruy Guerra no filme Os Fuzis. Aos 19 anos, dirigiu seu primeiro filme, o curta metragem Os Mendigos. Em 1967, assinou a direção do  longa-metragem O Diabo Mora no Sangue e, depois,O Ibrahim do Subúrbio, uma homenagem ao colunista Ibrahim Sued. Atuou como ator em mais de mais de 20  filmes.

Começou  na direção teatral em 1971 e, ao longo da carreira, ganhou duas vezes o Molière, mais importante prêmio do teatro brasileiro. Na televisão, atuou em 20 novelas e minisséries e esteve por oito anos em programas humorísticos.Cumprindo pedido do ator, o corpo de Cecil Thiré será cremado no Rio de Janeiro.

Por Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil 

Novela ‘A Força do Destino’ é uma das novidades da TLN em março


A novela mexicana “A Força do Destino” será exibida pela primeira vez no Brasil. O dramalhão mexicano estreia no dia 23 de março, às 14 horas, na grade da TLN da Guigo TV. “A Força do Destino” ainda terá uma reprise às 18h35.

A história de “A Força do Destino”

Iván é um menino de 14 anos que retorna junto com sua mãe, Alicia, à sua terra natal: Álamos, no estado de Sonora. Ao chegar na cidade, Alicia vai à casa de Carlota e lhe conta que é filha bastarda de Teodoro, o falecido marido de Carlota. Para não deixá-la desamparada, Carlota lhe oferece o trabalho de cozinheira na casa da família Lomelí Curiel.

Nessa casa vivem sua filha Lucrecia, seu genro Gerardo e duas meninas: a adolescente Maripaz e a pequena Lucía. Na cidade também vive o pai de Iván, Juan Jaime Mondragón, um rico e poderoso empresário e agricultor que não o reconhece como seu filho e que, além disso, os rejeita e ameaça.

Na casa dessa rica família, Iván ajuda em tudo o que pode. Graças a sua inteligência, ele continua estudando, com a generosa ajuda de Carlota. Iván, ao completar 19 anos, se sente atraído por Maripaz, agora com 18, que retornou depois de haver estudado no exterior. Ela, frívola e caprichosa, decide seduzi-lo para divertir-se e, sem medir as consequências, fica grávida dele.

O escândalo na família é enorme, ao grau que Lucrecia, a severa mãe de Maripaz, uma mulher obsessionada pelas aparências, ordena que o jovem receba uma surra. Iván é abordado na rua e é espancado. Durante a luta, aparecem Antolín e Camilo, que tentam salvá-lo. Antolín dá uma punhalada em um dos homens, que morre no local e fazem acreditar a Iván que ele é o responsável. Para sua má sorte, quando busca refúgio em sua casa, descobre que sua mãe morreu, pois estava grávida de Gerardo (sem que ninguém soubesse) e morre vítima de um aborto.

Dolorido e confuso, pensa que os responsáveis do falecimento de sua mãe são Lucrecia e o poderoso Juan Jaime Mondragón; com tudo contra ele e nada mais que perder, decide, cheio de raiva e impotência, cruzar ilegalmente a fronteira até os Estados Unidos.

Uma nova vida, novos desafios

Assim que chega em Los Angeles, na Califórnia, ele começa a trabalhar limpando o chão de um restaurante. Porém logo é demitido. Um certo dia, ele conhece Anthony McGuire, um homem rico e viúvo, que vive sozinho. Iván lhe conta toda sua história e o senhor Anthony decide adotá-lo como filho e fazê-lo crescer na vida. E ainda por cima o motivará para regressar ao México, mas não somente para fazer negócios agora que é um profissional, sim para enfrentar seu passado.

Elenco

A novela “A Força do Destino” é protagonizada por David Zepeda e Sandra Echeverría, co-protagonizada por Gabriel Soto, com atuações estrelares de Delia Casanova, Pedro Armendáriz Jr., Leticia Perdigón e Alejandro Tommasi e antagonizada por Laisha Wilkins, Rosa María Bianchi, Juan Ferrara e Ferdinando Valencia.


Morre a atriz Ruth de Souza; Veja vídeo da TV Brasil

Por Alana Gandra

Ruth de Souza morreu no Rio de Janeiro, aos 98 anos (Reprodução)

A atriz Ruth de Souza morreu hoje (28), aos 98 anos, no Hospital Copa D’Or, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro. Ela estava internada no Centro de Tratamento Intensivo desde a última segunda-feira (22) para tratar de uma pneumonia.

O último trabalho da atriz foi na minissérie Se eu fechar os olhos agora, da TV Globo, filmado este ano. Ela foi homenageada no carnaval de 2019 pela escola de samba Acadêmicos de Santa Cruz durante desfile da Série A.

O ator Paulo Betti disse que a morte de Ruth é uma grande perda para a cultura do país. “Ela é uma figura muito importante para a cultura brasileira. Fez o Teatro do Negro. Foi uma pioneira”, disse Betti destacando que acompanhava a “brilhante trajetória” de Ruth na televisão, no teatro e no cinema. “É uma perda. Lamento muito”.

O cineasta e imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) Cacá Diegues destacou que Ruth de Souza não foi só uma grande atriz, “como também foi um símbolo da ascensão da qualidade do trabalho dos negros, todos grandes atores”.

Ruth de Souza é considerada a primeira-dama negra do teatro, do cinema e da televisão brasileira. Foi a primeira brasileira indicada ao prêmio de melhor atriz em um festival internacional de cinema, com o papel de Sinhá Moça, no Festival de Veneza, em 1954.

Ainda não há ainda informações sobre local e horário do velório. 

Será? Site diz que Judith é a assassina de ‘O Sétimo Guardião’

Judith é interpretada por Isabela Garcia (Cesar Alves/TV Globo)

Um final trágico e surpreendente. A assassina em série de ‘O Sétimo Guardião’ é Judith, interpretada por Isabela Garcia. A revelação é da colunista Carla Bittencourt, do Jornal Extra.

Segundo a jornalista, o autor da novela, Aguinaldo Silva, decidiu que Judith irá assumir os crimes que mataram Joubert (Milhem Cortaz), Milu (Zezé Polessa), Ondina (Ana Beatriz Nogueira) e Aranha (Paulo Rocha). Tudo deve acontecer no penúltimo capítulo da novela das nove.



As mortes teriam sido ordenadas pelo guardião mor, Egídio, vivido por Antonio Calloni. A governanta ainda tenta matar o padre Ramiro (Aílton Graça), mas desiste de levar o plano adiante quando percebe que Gabriel (Bruno Gagliasso) tomaria o chá envenenado.

As mortes seriam uma punição pelo fato de os guardiões não terem protegido a fonte. Como não conseguiu matar todos os guardiões, Judith toma o chá envenenado como punição a si mesma.

A novela termina na próxima semana.

Baixe o aplicativo do SP AGORA