Super-rodízio já está valendo e vai durar 24 horas por dia

(Prefeitura de SP/Reprodução)

Começou a valer às 0h de hoje (11) o super-rodízio de veículos da capital paulista, medida criada pela Prefeitura para reduzir a circulação de pessoas na cidade, por causa do Coronavírus. O novo formato de restrição vai valer durante 24 horas por dia, inclusive na madrugada, todos os dias da semana e em todas as regiões da cidade.

O super-rodízio determina que nos dias pares do mês somente poderão circular os veículos com placa final par. Já nos dias ímpares do mês circulam aqueles com final ímpar. A exceção é o dia 31/05, quando todos os veículos poderão circular.

Os motoristas que descumprirem as novas regras serão autuados de acordo com Código de Transito Brasileiro, com 4 pontos no prontuário CNH e multa de R$ 130,16. Será aplicada uma multa por dia para o mesmo veículo, independentemente da quantidade de vezes em que houver, no mesmo dia, desobediência à restrição.

Cadastro profissionais

Para garantir o livre deslocamento dos profissionais que prestam serviços considerados essenciais durante o super-rodízio, a Prefeitura criou um canal de comunicação para a realização de cadastro com informações pessoais e do veículo que terá o benefício. Conforme publicado na edição de sábado (9), do Diário Oficial, os profissionais isentos devem fazer pedido pelo e-mail [email protected]

A partir desta segunda-feira (11) também será possível fazer o cadastro pelo Portal 156, no site https://sp156.prefeitura.sp.gov.br. Para realizar o cadastro, é necessário clicar na área “Trânsito e Transporte” e, em seguida, na opção “Rodizio de Veiculos (coronavírus) – Cadastrar veículos para isenção durante a pandemia”.

A empresa ou instituição na qual o profissional presta serviço deve preencher a planilha em Excel seguindo o passo a passo descrito na portaria SMT.GAB nº93 de 8 de maio de 2020. Formulários em outros formatos ou fora do padrão descrito na portaria serão desconsiderados.

Dentre os profissionais que têm o direito à isenção e ficam livres do super-rodízio estão os que prestam serviço na área da saúde, servidores que exercem atividades de segurança e fiscalização administrativa, servidores e contratados do serviço funerário e da assistência social e profissionais de órgãos de imprensa. Em alguns casos, como o de jornalistas, o cadastro também pode ser feito por autônomos, mediante documento ou comprovação do exercício da atividade. A lista completa de excepcionalidades está disponível no decreto publicado no Diário Oficial.

O cadastro é autodeclaratório e as informações são de responsabilidade do interessado sob pena de crime por falsidade ideológica.

Como as novas regras passam a valer hoje (11), o requerimento enviado em até 10 (dez) dias corridos do início da restrição, terão seus efeitos retroagidos. O requerimento enviado após este período, ou seja, a partir do 11º dia corrente de vigência da restrição, terão sua validade a contar da data do recebimento do requerimento.

*Com informações da Prefeitura de SP

Covid-19: Prefeitura libera caminhões dentro de SP

(Arquivo/SP Agora)

A Prefeitura de São Paulo informou que, por determinação do prefeito Bruno Covas, estará liberada, a partir de hoje (19), a circulação em período integral, por tempo indeterminado, dos veículos de carga das seguintes categorias: 

– Transporte de produtos alimentares perecíveis

– Caminhões do Segmento de feiras livres

– Transporte de materiais imunológicos, vacinas e kits de sorologia

– Veículos Urbanos de Carga (VUCs) 



Desse modo, os veículos que já possuem autorização especial do Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) para realizar essa atividades poderão circular livremente pela cidade, sem as limitações estabelecidas pela Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e pelo rodízio de placas para veículos pesados.

A medida, tomada em razão da pandemia do Covid-19, tem como garantir o abastecimento de mercadorias e os produtos na cidade de São Paulo. 

Vão continuar valendo algumas proibições:

– ZMRC e o rodízio de placas para os demais veículos pesados (caminhões);

– Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF).

– Restrição de circulação de veículos de passeio em faixas e corredores exclusivos de ônibus

– Zona Azul

*Com informações da Prefeitura de SP

Covid-19: SP cancela eventos e suspende rodízio

(Reprodução)

A prefeitura de São Paulo anunciou nessa segunda-feira (16) que não irá mais emitir alvarás para eventos na capital paulista para prevenir a propagação do coronavírus. Os alvarás já emitidos serão cancelados, segundo a administração municipal.

A licença é exigida para os locais, públicos ou privados, em que ocorrerão eventos com mais de 250 pessoas. Os eventos do poder público foram cancelados por tempo indeterminado.

A prefeitura anunciou ainda que serão fechados os equipamentos esportivos e de cultura do município, como teatros e centros culturais, e adiou por 60 dias as férias dos profissionais de saúde municipais. Os servidores públicos com mais de 60 anos foram liberados para trabalhar de casa.



A Secretaria Municipal de Saúde informou que vai abrir 490 novos leitos de unidades de terapia intensiva (UTI): 190 leitos, em 20 dias, do sistema municipal; e mais 300, em 50 dias, com recursos do Ministério da Saúde. 

Os postos de atendimento da prefeitura só funcionarão para serviços que não podem ser solicitados via telefone 156 e terão de ter agendamento prévio. Os velórios serão permitidos com até 10 pessoas por sala.

A prefeitura informou ainda que o rodízio municipal de veículos será suspenso e que os ônibus do transporte coletivo da cidade serão lavados, com água sanitária, a cada término de viagem. Os parques permanecerão abertos, mas sem a realização de eventos.

Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil

Rodízio volta a funcionar amanhã

Rodízio ficou suspenso durante as festas de fim de ano (Arquivo/SP Agora)


O rodízio de veículos leves (automóveis) volta a vigorar na próxima segunda-feira (13), em razão da previsão no aumento do fluxo de veículos na cidade e do término das férias escolares.

No período de suspensão temporária do rodízio, entre os dias 23/12/2019 e 10/01/2020, seguiram valendo normalmente o rodízio de placas para veículos pesados (caminhões) e as demais restrições: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF).

Lembramos que a restrição ocorre em dias úteis, nos períodos da manhã, das 7h às 10h, e da tarde, das 17h às 20h.

Durante o rodízio os veículos ficam impedidos de circular no Centro Expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D´Esccragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação, prevista no Código de Trânsito Brasileiro, implica  infração de trânsito de nível médio, resultando em multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de 4 (quatro) pontos no prontuário do motorista.

Para informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões, ligue 156 ou acesse Portal 156. 

*Com informações da Prefeitura de São Paulo

Rodízio de carros será suspenso no fim do ano

(Arquivo/SP Agora)


O rodízio municipal de veículos de São Paulo vai ser suspenso pela Prefeitura no dia 23 de dezembro. A restrição, tomada em função da redução na quantidade de carros na cidade durante o fim do ano, será reaplicada em janeiro.

Vão continuar valendo normalmente o rodízio de placas para veículos pesados (caminhões) e as demais restrições: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF).

O rodízio municipal para veículos será retomado na segunda-feira, dia 13 de janeiro de 2020. Vale lembrar que a operação restringe a circulação de veículos no Anel Viário da Cidade nos períodos da manhã, das 7h às 10h, e da tarde, das 17h às 20h.

Durante o rodízio os veículos ficam impedidos de circular no Centro Expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D´Esccragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

Rodízio volta a valer segunda-feira na Marginal Pinheiros

Em virtude da liberação do viaduto da Marginal Pinheiros, no dia 16 de março, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes informa que, a partir de segunda-feira (25), voltam a valer as regras antigas em relação ao Rodízio Municipal Veicular e à circulação de táxis em corredores de ônibus. Veja como ficarão as ações que haviam sido adotadas durante o período de interdição:

Rodízio

O Rodízio Municipal Veicular, que havia sido suspenso apenas em alguns trechos da Marginal Pinheiros, volta a vigorar a partir da próxima segunda-feira (25). A retomada do rodízio valerá tanto para veículos leves como pesados. A partir dessa data, quem desrespeitar a restrição estará sujeito à autuação.

Circulação de táxis em corredores de ônibus

A circulação de táxis, que estava totalmente liberada nos corredores de ônibus Campo Limpo/Rebouças/Centro, Santo Amaro/Nove de Julho/Centro e Berrini, volta a ser restrita também a partir do dia 25 de março. A partir de 25/3, os táxis só poderão circular nos corredores nas seguintes condições:

  • com passageiro, em qualquer horário e dia da semana;
  • com ou sem passageiro de segunda a sexta, das 20h às 06h, e aos sábados, domingos e feriados, por período integral.

Bolsões de táxis

Seguem ativos os bolsões de táxis que foram criados nas proximidades da Marginal Pinheiros como parte das ações para melhorar o trânsito durante a interdição. Com a liberação do viaduto, novos estudos serão feitos para verificar a necessidade da permanência ou suspensão desses bolsões.

Viaduto na Marginal Pinheiros é liberado após queda

(Arquivo/Leon Rodrigues/Prefeitura de SP)

Após quatro meses em obras, o viaduto da Marginal Pinheiros é liberado à circulação de todos os tipos de veículos – leves e pesados – a partir deste sábado (17). A Prefeitura faz a liberação do tráfego com dois meses de antecedência ao prazo inicialmente previsto (15 de maio), para recuperação da estrutura, que cedeu cerca de 2 metros em 15 de novembro último.

Durante as obras, o trânsito foi interrompido em cima do viaduto, e os veículos com destino à Rodovia Presidente Castello Branco foram desviados e orientados a pegar caminhos alternativos.

Após os últimos testes realizados hoje, com supervisão da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), o tráfego foi liberado na via, não somente para veículos leves, como também para caminhões.

Histórico

Ações complementares importantes tomadas pelo Poder Público, com a participação da Secretaria de Mobilidade e Transportes, CET e SPTrans, mitigaram o impacto na região nesse período: dentre elas, o Rodízio veicular foi suspenso entre a Av. dos Bandeirantes e a Ponte dos Remédios e transposições (passagem de uma pista à outra) ampliadas.

A CET também reforçou sua equipe de agentes de trânsito ao longo da Marginal Pinheiros e colocou faixas de vinil e painéis móveis de mensagens variáveis pela cidade, para orientar sobre a interdição da pista expressa, necessária para viabilizar o andamento das obras.

Com a liberação ao tráfego geral, a circulação pelo sentido Castello Branco da Marginal do Rio Pinheiros volta à normalidade. A Engenharia de Campo da CET segue monitorando as condições de trânsito, a favor da segurança viária dos usuários.

Rodízio é retomado a partir de 25/03

Com o Viaduto liberado, o Rodízio Municipal Veicular que havia sido suspenso no trecho da Marginal volta a vigorar, a partir da segunda-feira, 25 de março. A retomada do rodízio valerá tanto para veículos leves como pesados. Quem não obedecer estará sujeito à autuação.

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) publicará uma Portaria no Diário Oficial da Cidade revogando a Portaria SMT.DSV nº 117/2018, de 23 de novembro de 2018, que suspendeu a vigência do Rodízio devido à obra emergencial do Viaduto sobre a Linha 9 – Esmeralda da CPTM.

Táxis

Já a circulação de táxis com ou sem passageiros pelos corredores exclusivos de ônibus Campo Limpo/Rebouças/Centro, Santo Amaro/Nove de Julho/Centro e Berrini, que havia sido liberada em qualquer dia e horário da semana desde 27 de novembro de 2018, voltará a ser restrita nesses locais. A SMT, por meio do Departamento de Transporte Público (DTP), publicará Portaria no Diário Oficial do Município restabelecendo a restrição.

Rodízio será suspenso no fim de ano; Veja datas

Avenida Tiradentes, sentido Anhangabaú (Arquivo/SP Agora)

A prefeitura de São Paulo confirmou que o rodízio municipal de veículos será suspenso a partir de sexta-feira (21).  Vão continuar valendo normalmente o rodízio de placas para veículos pesados (caminhões) e as demais restrições: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF).

O rodízio municipal para veículos será retomado na segunda-feira, dia 14 de janeiro de 2019.


Rodízio é suspenso na Marginal Pinheiros; Entenda

Imagem aérea mostra pista que cedeu na Marginal Pinheiros (TV Globo/Reprodução)

A Prefeitura de São Paulo vai liberar o rodízio municipal de veículos na Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, entre a Avenida dos  Bandeirantes e a Ponte dos Remédios, a partir de quarta-feira (21)‬. O motorista poderá circular nesse trecho e não será multado. Nas outras regiões da cidade, o rodízio valerá normalmente.

A decisão foi tomada após análise de técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a pedido do prefeito Bruno Covas, e tem como objetivo minimizar os transtornos provocados pela interdição total da pista expressa para obras de recuperação do viaduto, localizado na altura do Parque Villa Lobos. A suspensão será adotada até a liberação total da pista.



A CET ressalta que o rodízio municipal de veículos segue suspenso, até terça-feira (20), em toda a Capital em razão dos feriados da Proclamação da República e Dia da Consciência Negra.

*com informações da Prefeitura de SP

Veja como fica o rodízio de veículos no feriado prolongado

(Arquivo/Nivaldo Lima/SP Agora)

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes informa que a Operação Horário de Pico (Rodízio Municipal de Veículos) estará suspensa no período de 15 a 20 de novembro, inclusive para veículos pesados (caminhões), considerando a previsão de redução de circulação de veículos, em razão dos feriados de Proclamação da República (15) e do Dia da Consciência Negra (20). O Rodízio Municipal de Veículos volta a funcionar a partir das 7h de quarta-feira (21).



Por conta dos feriados, nos dias 15 e 20 de novembro, também estarão liberadas as demais restrições existentes na cidade: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF).

Na sexta-feira (16) e na segunda-feira (19), as demais restrições para caminhões ZMRC e ônibus fretados ZMRF vigoram normalmente.

No sábado (17), as regras para ZMRC vigoram normalmente.

Zona Azul

O serviço de estacionamento rotativo (Zona Azul) irá operar conforme sinalização existente. Os horários de ativação estão dispostos nas placas de regulamentação de cada local.

Ciclofaixas de Lazer

As ciclofaixas de lazer serão ativadas das 7h às 16h, de quinta (15) e terça-feira (20), feriados, e no domingo (18).

Faixas Exclusivas

Conforme a Portaria nº 083/16-SMT, fica permitida a circulação de veículos particulares, da 0h do feriado às 4h do dia seguinte, em todas as faixas exclusivas de ônibus à esquerda e à direita, além dos Corredores Exclusivos de Ônibus a seguir:



•       Pirituba / Lapa / Centro

•       Inajar / Rio Branco / Centro

•       Campo Limpo /Rebouças/ Centro

•       Santo Amaro / Nove de Julho / Centro

•       Jardim Ângela / Guarapiranga / Santo Amaro

•       Vereador José Diniz / Ibirapuera

•       Parelheiros / Rio Bonito / Santo Amaro

•       Itapecerica / João Dias / Santo Amaro

•       Paes de Barros

•       Cidade Jardim /Nove de Julho

•       Berrini

•       Cupecê / João de Luca / Vicente Rao / Roque Petroni

– Respeite a sinalização;

– Utilize o cinto de segurança, inclusive no banco traseiro;

– Respeite o pedestre;

– Nunca feche o cruzamento;

– Não beba antes de dirigir.

*com informações da Prefeitura de São Paulo