Carreta com etanol tomba em Guarulhos

Uma carreta carregada com 60 mil litros de etanol tombou, no fim da madrugada de hoje (26), em um dos acessos à Guarulhos. Segundo o Corpo de Bombeiros, havia vazamento do líquido inflamável pela escotilha.

O acidente com a carreta foi na alça da Rodovia Ayrton Senna, no acesso Valeo, no bairro Pimentas. A prefeitura de Guarulhos informou que a Estraga Guarulhos-São Miguel está bloqueada por orientação dos bombeiros.

Por causa do vazamento de etanol, a Cetesb foi acionada. Os bombeiros destacaram que, apesar da gravidade do acidente envolvendo a carreta, não houve feridos.

Mulheres ficam feridas em capotamento na Ayrton Senna

Acidente gerou congestionamento sentido São Paulo (Guarulhos Web/Reprodução)

Três mulheres ficaram feridas no fim da tarde de hoje (28) após um capotamento na Rodovia Ayrton Senna, na região do bairro de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, que mobilizou oito equipes para o local, todas as vítimas são maiores de idade, mas não tiveram o nome divulgado.

Duas ocupantes do carro foram levadas em estado grave para o Hospital Geral de Guarulhos. Uma apresentava trauma na cabeça e a outra tinha “considerável sangramento”, segundo os Bombeiros.

A terceira ferida foi levada para o Hospital Pimentas, também em estado grave. Não há detalhes do tipo de trauma sofrido por essa vítima.

Por causa do acidente, a concessionária Ecopistas, responsável pela rodovia, apontava pelo site congestionamento entre os kms 17 e 24.

Mais de 1,6 milhão de veículos vão deixar a grande SP no feriado

As rodovias paulistas sob concessão devem ter tráfego mais intenso a partir das 13 horas de quinta-feira (18), devido ao feriado de Sexta-Feira Santa (dia 19). A estimativa é de que 1,6 milhão de veículos deixem a Grande São Paulo com destino ao Interior e Litoral Paulista.

O maior movimento na saída para o feriado deve ocorrer nessa hoje a partir das 13h até as 22h. Na sexta-feira (19), o movimento deve começar a se intensificar a partir das 6h e permanecer carregado até as 14h. As concessionárias irão reforçar as equipes de atendimento aos usuários devido ao aumento da demanda prevista para o feriado.

Para viajar com conforto e segurança, alguns cuidados são importantes e começam antes mesmo de sair de casa. Verificar os freios, amortecedores, luzes, óleo e pneus, inclusive a calibragem, são condições básicas para pegar a estrada. Os níveis da água do radiador e do limpador de para-brisa também devem ser checados.

É importante manter a documentação do veículo e do motorista em dia. Além disso, o condutor não deve esquecer os equipamentos obrigatórios como macaco, chave de roda, triângulo para sinalização e estepe. É essencial que o motorista descanse no dia anterior à viagem e consuma alimentos leves para evitar a sonolência. Os viajantes também devem avaliar a melhor rota e, sempre que possível, evitar os horários de pico.

É importante, também, ter anotado num papel ou gravado no celular o telefone 0800 de atendimento das concessionárias responsáveis pelas rodovias que for utilizar.

Infraestrutura reforçada

Em todas as rodovias concedidas haverá reforço no monitoramento, operação e manutenção dos equipamentos, como call box, câmeras de TV, painéis de mensagem, veículos de apoio e equipes técnicas. Também está previsto aumento no número de guinchos, ambulâncias e veículos operacionais em geral, além da implantação da operação “papa-fila” nos pedágios para agilizar a passagem nas cabines de cobrança manual, quando necessário. Os sites das concessionárias terão disponíveis, em tempo real, as condições de tráfego do trecho administrado da rodovia. O trabalho é desenvolvido também em parceria com a Polícia Militar Rodoviária.

ANCHIETA-IMIGRANTES

A Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), prevê que entre 180 mil e 290 mil veículos sigam para a o Litoral entre quinta-feira (18) e domingo (21). A concessionária espera aumento de fluxo no SAI sentido Litoral na quinta-feira, quando será implantada a Operação Descida (7×3) a partir das 16h, com previsão de permanência até 1h de sexta-feira (19). A operação deve ser retomada no própria sexta-feira das 6h às 12h. Durante a operação, os veículos que seguem sentido Litoral podem usar as pistas sul e norte da Rodovia Anchieta (SP-150) e a pista sul da Rodovia dos Imigrantes (SP-160). A subida da serra será feita pela pista norte da Imigrantes.

Para o retorno do fim de semana prolongado, o tráfego deve se intensificar no domingo (21) a partir das 10h, quando está prevista a implantação da Operação Subida (2×8). Nessa operação, a subida será feita pelas duas pistas da Imigrantes e pela pista norte da Anchieta. A descida da serra será somente pela pista sul da Anchieta. A previsão é de que a operação permaneça até meia-noite. Cabe destacar que a inversão de sentido das rodovias do SAI ocorre apenas no trecho de Serra, entre o km 40 e o km 55 da Anchieta e entre o km 40 e 57 da Imigrantes.

AYRTON SENNA

Para quem vai viajar para a região do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Rio de Janeiro, a Rodovia Ayrton Senna (SP-070) deve ter movimento intenso entre as 15h e 18h de quinta-feira (18) e entre 6h e 12h de sexta-feira (19). Cerca de 208 mil veículos devem deixar a Região Metropolitana de São Paulo pela Ayrton Senna/Carvalho Pinto. Para o retorno do fim de semana prolongado, a previsão é de tráfego intenso entre as 11h e 20h de domingo (21).

TAMOIOS

A previsão é de que o pico de tráfego se concentre entre 14h e 20h de quinta-feira (18) e entre 6h e 14h de sexta-feira (19) na Rodovia dos Tamoios (SP-099). A Concessionária Tamoios estima que 155 mil veículos passem pela rodovia no fim de semana prolongado do feriado. Na quinta-feira será iniciada a operação especial do feriado, com previsão de implantação de faixa adicional no Trecho de Serra (do km 67 ao km 81) a partir das 13h para atender o aumento da demanda. As obras de duplicação da rodovia serão interrompidas na quinta-feira a partir das 12h. Para o retorno do feriado, a pista de subida volta a sua configuração normal, com duas faixas, e a de descida fica com uma faixa. A previsão, para a volta, é de intensificação do tráfego entre 12h e 22h de domingo e das 7h às 12h de segunda-feira.

ANHANGUERA-BANDEIRANTES

Os motoristas que forem viajar para o Interior pelas rodovias Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes (SP-348) devem evitar o período entre 15h e 20 de quinta-feira (18) e 9h e 14h de sexta-feira (19), horários em que a concessionária AutoBAn estima que haverá tráfego mais intenso. No fim de semana prolongado, devem passar pelas rodovias 690 mil veículos. No retorno do feriado o pico de tráfego é previsto para o período entre as 12h e 21h de domingo.

Na sexta-feira e no domingo das 14h às 22h, os caminhões com destino à cidade de São Paulo pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) devem utilizar a Anhanguera (SP-330) no trecho entre o km 48 e o km 23, entre Jundiaí e São Paulo. O acesso a SP-330 deve ser feito pela saída 48 da Bandeirantes. O desvio será implantado para melhorar a distribuição do tráfego e, assim, otimizar a fluidez em ambas as rodovias.

CASTELLO-RAPOSO

Rodovia Castello Branco (Diogo Moreira/Governo de SP/Reprodução)

Segundo estimativa da concessionária ViaOeste, que administra o Sistema Castello-Raposo, na saída de São Paulo, o motorista deverá enfrentar tráfego intenso na quinta-feira (18) entre 13h e 22h e na sexta-feira (19), das 10h às 14h. A estimativa da concessionária é de que 508 mil veículos trafeguem nas rodovias Castello Branco (SP-280) e Raposo Tavares (SP-270)no fim de semana prolongado. Para o retorno do feriado, a previsão é de tráfego intenso no domingo (21), das 12h às 23h.

EMERGÊNCIAS

É importante ter em mãos os telefones de atendimento das operadoras das rodovias e da Polícia Militar Rodoviária para eventuais emergências. O serviço de ajuda ao usuário, prestado pelas concessionárias de rodovias, é gratuito e está disponível 24 horas todos os dias nos 8,4 mil quilômetros de rodovias concedidas paulistas. O atendimento auxilia desde uma simples troca de pneu até a remoção de vítimas de acidentes e prestação de primeiros socorros.

Abaixo, os contatos de emergência da Artesp, DER, DERSA, Polícia Rodoviária e das concessionárias que administram a malha rodoviária paulista:

AUTOBAN                            0800.055.55.50

AUTOVIAS                            0800.707.9000

CART                                     0800.773.0090

CENTROVIAS                      0800.17.89.98

COLINAS                              0800.703.5080

ECOPISTAS                          0800.777.0070

ECOVIAS                              0800.19.78.78

ENTREVIAS                          0800 3000 333

INTERVIAS                           0800.707.1414

RENOVIAS                           0800.055.96.96

RODOANEL OESTE            0800.773.6699

RODOVIAS DO TIETÊ          0800.770.3322

ROTA DAS BANDEIRAS      0800.770.8070

SPMAR                                  0800.774.8877

SPVIAS                                  0800.703.5030

TEBE                                      0800.55.11.67

TRIÂNGULO DO SOL           0800.701.1609

TAMOIOS                              0800.545.0000

VIAOESTE                             0800.701.5555

VIARONDON                        0800.729.9300

VIAPAULISTA                        0800.001.1255

ARTESP                                 0800.727.83.77

DER                                       0800.055.55.10

DERSA                                   0800.7266.300

POLÍCIA MILITAR RODOVIÁRIA SP (11) 3327-2727

Viagens de ônibus

Quem for viajar com os ônibus do transporte intermunicipal deve ficar atento à segurança e nunca contratar empresas clandestinas. A fiscalização nas rodovias será intensificada para coibir os irregulares. O serviço clandestino expõe os passageiros a vários riscos, uma vez que o veículo não é vistoriado para esse fim e não há garantia de que o motorista seja devidamente habilitado.

A Artesp fiscaliza as questões mecânicas e de conforto da frota cadastrada. Os passageiros que encontrarem irregularidades podem entrar em contato com a Ouvidoria da Artesp (fone 0800.727.83.77 ou email [email protected]).

Nas viagens rodoviárias, o passageiro deve manter-se sentado e com cinto de segurança. Também é importante não carregar objetos pontiagudos ou cortantes. As bagagens de mão devem ser acomodadas no porta-embrulhos e as maiores, no bagageiro.

Rodovias têm trânsito tranquilo na volta do carnaval

Por Fernanda Cruz

Rodovia Castello Branco (Arquivo/Diogo Moreira/Governo de SP/Reprodução)

As principais rodovias paulistas apresentam trânsito normal durante a manhã de hoje (6), quarta-feira de cinzas. A previsão da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) é que o tráfego em direção à capital paulista, de veículos que retornam do carnaval, aumente entre as 10h e as 18h.

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, que leva ao interior paulista, foi registrada a passagem de 769 mil veículos durante o feriado. A Concessionária AutoBan atendeu a 84 acidentes, com 35 feridos e uma morte.

O Sistema Anchieta-Imigrantes, que leva ao litoral paulista, tem tráfego normal e boa visibilidade no trecho de serra. A Interligação Planalto está bloqueada no sentido litoral, por causa da Operação Subida. Os veículos que sobem podem utilizar as pistas norte da Anchieta, além da norte e sul da Rodovia dos Imigrantes. A descida é feita apenas pela pista sul da Via Anchieta. Os caminhões e ônibus com destino a São Paulo só podem usar o trecho de serra da Via Anchieta.

Na cidade de São Paulo, o motorista encontra boas condições de tráfego, praticamente sem congestionamentos no início da manhã. O Rodízio Municipal de Veículos foi suspenso hoje, mas volta a vigorar amanhã.

Sábado de carnaval com trânsito lento; Régis tem pior situação

Trânsito-SP Agora-Igor Juan- SP Agora Notícias-Notícias SP- Notícias Cotia-Mortes-Acidente Cotia-Rodovia Cotia.jpg

A rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo ao sul do país, está com 19 quilômetros de congestionamento no sentido Curitiba, desde o quilômetro 279, em Embu das Artes (SP), até o quilômetro 298, em São Lourenço da Serra (SP). De acordo com a concessionária Arteris Régis, o engarrafamento é provocado pelo efeito residual de um engavetamento ocorrido na madrugada e pela maior intensidade de veículos na saída do feriado de carnaval.

Outra rodovia que apresenta problemas é a Bandeirantes, que liga a capital paulista ao oeste do estado, que apresenta 11 quilômetros de congestionamento, no sentido interior, na região de Jundiaí (SP). A Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte, tem sete quilômetros de congestionamento, sentido Minas Gerais, em Mairiporã (SP), dos quilômetros 63 ao 56, e cinco quilômetros de engarrafamento em Atibaia, dos quilômetros 41 ao 36.

A rodovia Castello Branco também apresenta lentidão no sentido interior em três trechos. Seis quilômetros de congestionamento em Barueri (SP) e três em Itapevi (SP). As demais rodovias que cortam o município de São Paulo estão com trânsito normal.

Volta do feriado tem trânsito intenso em todas as rodovias

Rodovia Raposo Tavares, em São Paulo (DER/Reprodução)

Quem escolheu voltar do feriadão da padroeira no meio da tarde deste domingo encontrou trânsito pesado. Apesar do céu encoberto por nuvens, não havia ocorrência de chuva na região da capital paulista.

Imagem de satélite não detectaram nuvens carregadas na região da capital (CGE/Reprodução)

Na Rodovia dos Bandeirantes, a Autoban informava, por volta 16h, que havia pontos de lentidão na região de Jundiaí e Itupeva, além do acesso a Marginal Tietê.

Na Rodovia dos Imigrantes, na subida do litoral, havia trânsito intenso e pontos de congestionamento ao longo da serra. Na Anchieta o movimento também estava acima do normal, mas sem pontos de congestionamento.

Na Régis Bittencourt, a Autopista informava congestionamento entre Itapecerica da Serra e Embu das Artes, na grande São Paulo. Pelo menos dez quilômetros de lentidão por excesso de veículos.

Na Carvalho Pinto, pra quem vinha do litoral norte, dois pontos de congestionamentos atrasavam o percurso. O primeiro do 75 ao 86 e o segundo do 49 ao 56, já na chegada ao acesso ao Rodoanel.

Segundo o DER, várias rodovias administradas pelo Departamento também tinha congestionamento e excesso de veículos. Algumas delas aparecem abaixo.

https://twitter.com/_dersp/status/1051502512547627009
https://twitter.com/_dersp/status/1051532714774552576

 

Volta do feriado tem congestionamento em todas as rodovias

O paulistano que decidiu viajar neste feriado de Independência encontra trânsito pesado nas rodovias para voltar à capital. Segundo estimativa da Companhia de Engenharia de Tráfego, 1,8 milhão de veículos deixaram São Paulo em direção ao interior e ao litoral paulista.

Desde o fim da manhã, todas as rodovias apresentavam condições ruins em alguns trechos. Para quem volta da baixada santista, a Imigrantes apresenta pior condição no meio da tarde. A Anchieta, neste caso, é a melhor opção.

A Ayrton Senna também registra lentidão do quilômetro 28 ao 18, chegando à São Paulo, do 54 ao 48, perto do acesso ao Rodoanel, e do 86 ao 75, na Carvalho Pinto. No sentido do interior o trânsito flui bem.

Na Bandeirantes, há lentidão por excesso de veículo em dois trechos entre Campinas e Jundiaí. Na chega à São Paulo são mais de quatro quilômetros, entre o 17 e o 13, já na entrada das Marginais.

Na Anhanguera, são dez quilômetros de lentidão em Jundiaí, do 65 ao 55. A rodovia é a melhor opção para quem está a caminho da capital.

Na Castelo Branco, há quatro pontos de congestionamento, em Itu, em Mairinque e em Araçariguama. Os trechos piores são do quilômetro 79 ao 76, do 70 ao 56 e do 45 ao 41.

Na Régis Bittencourt, o trânsito se complica na aproximação de Itapecerica da Serra, na grande São Paulo, e segue pesado por 14 quilômetros até chegar a Embu das Artes, do 294 ao 280. Por conta do excesso de veículos, a Serra do Cafezal também tem pontos de lentidão.

Rodovias administradas pelo Departamento Estadual de Rodagens (DER) também apresentam tráfego intenso. Veja aqui.


Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, sentido Praia Grande (DER/Reprodução)