Mulher contrata táxi para transportar 125 tijolos de maconha e é presa

Droga seria levada para São Paulo (Polícia Militar/Reprodução)

Uma mulher que havia contratado um táxi para transportar 125 tijolos de maconha foi presa em flagrante por policiais do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), ontem (26). O flagrante foi na Rodovia Castello Branco, em Itu, interior de São Paulo.

Segundo a PM, os policiais abordaram o táxi onde estavam o motorista, a filha dele e uma passageira. O taxista informou que havia sido contratado em Foz do Iguaçu, Paraná, para levar a mulher até a cidade de São Paulo.

Ainda segundo o motorista, a passageira fez uma parada em Cascavel, onde teria pego quatro malas. “A passageira confirmou os fatos e disse que transportava eletrônicos que seriam levados para o Brás”, informa comunicado da PM.

Ainda segundo a polícia, os policiais fizeram uma revista nas malas e encontraram a droga. Ao todo, 105,1 quilos de maconha. A mulher foi presa em flagrante.

Homens são presos na Castello Branco após comprar droga em Osasco

Droga seria revendida em Botucatu, segundo um dos presos (Polícia Militar/Reprodução)

A Polícia Rodoviária prendeu, na noite de ontem (22), três homens que haviam acabado de comprar droga em Osasco, na grande São Paulo, e seguiam para Botucatu, no interior do Estado, onde o entorpecente seria revendido. A informação foi passada por um dos presos aos policiais.

Segundo a PM, uma denúncia indicou aos PMs as características do carro usado pelos suspeitos. Ao fazer a abordagem, na Rodovia Castello Branco, região de Itu, foram encontrados cinco tabletes de maconha, totalizando pouco mais de três quilos.

Os três ocupantes do carro foram presos. Apenas um deles confessou o crime e contou onde havia pego a droga e para onde levaria o entorpecente. Os três foram autuados em flagrante por tráfico e associação criminosa.

Polícia apreende droga e munição na Castello Branco

Munição de fuzil encontrada pelos policiais (Reprodução)

A Polícia Rodoviária apreendeu um carregamento de drogas e munição na Rodovia Castello Branco, em Araçariguama, na Região Metropolitana da Capital. Segundo a PM, os policiais desconfiaram do motorista de um carro que estava com os bancos do veículo deitados e parado em um posto de combustível.

Ao fazer a abordagem, os policiais descobriram que ele estava no local a espera do carregamento de droga e de munição. O material ilegal estava sendo trazido por um caminhoneiro, mas, ao perceber a presença policial, o motorista do caminhão seguiu para outro posto.

Os policiais foram até o local e conseguiram encontrar a carga. Ao todo, 234,447 quilos de maconha e 1.255 cartuchos de munição para fuzil foram apreendidos.

Os dois homens foram presos e levados para a delegacia.

(Reprodução)

Carro é flagrado com porta-malas cheio de maconha

(Polícia Militar de SP/Reprodução)

Um carro popular, modelo Celta, foi flagrado com o porta-malas cheio de tijolos de maconha, na região de Itu, no interior de São Paulo. O veículo transitava pela Rodovia Castello Branco, quando policiais militares rodoviários suspeitaram e fizeram a abordagem. O motorista ainda tentou escapar, mas desistiu da fuga.

Ao vistoriar o carro, que tinha placas de Mato Grosso do Sul, encontraram o carregamento de maconha. Dentro do porta-malas estavam 168 tijolos, totalizando 134 quilos da droga.

O motorista do veículo, que estava sozinho, foi autuado em flagrante e permanece preso na carceragem da delegacia em Itu.

Greve dos caminhoneiros interdita faixas da Castello Branco

Um caminhão foi atingido por uma pedra no começo da manhã de hoje (1), na Rodovia Castello Branco, na Grande São Paulo. A pedra foi lançada contra o parabrisa e obrigou o caminhoneiro a parar em um posto de combustível mais a frente.

A rodovia, um dos principais corredores entre o interior do Estado e a Capital, foi palco de um protesto de caminhoneiros. A manifestação foi convocada para todo Brasil contra o alto preço do diesel e a favor de um reajuste da tabela do frete. Houve também faixas com críticas ao governador João Doria.

Segundo a concessionária que administra a rodovia, houve, pelo menos, dois quilômetros de congestionamento. O Ato, em Barueri, ocupou duas das faixas.

Os protestos começaram durante madrugada. Veja abaixo:

Rodovias têm trânsito tranquilo na volta do carnaval

Por Fernanda Cruz

Rodovia Castello Branco (Arquivo/Diogo Moreira/Governo de SP/Reprodução)

As principais rodovias paulistas apresentam trânsito normal durante a manhã de hoje (6), quarta-feira de cinzas. A previsão da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) é que o tráfego em direção à capital paulista, de veículos que retornam do carnaval, aumente entre as 10h e as 18h.

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, que leva ao interior paulista, foi registrada a passagem de 769 mil veículos durante o feriado. A Concessionária AutoBan atendeu a 84 acidentes, com 35 feridos e uma morte.

O Sistema Anchieta-Imigrantes, que leva ao litoral paulista, tem tráfego normal e boa visibilidade no trecho de serra. A Interligação Planalto está bloqueada no sentido litoral, por causa da Operação Subida. Os veículos que sobem podem utilizar as pistas norte da Anchieta, além da norte e sul da Rodovia dos Imigrantes. A descida é feita apenas pela pista sul da Via Anchieta. Os caminhões e ônibus com destino a São Paulo só podem usar o trecho de serra da Via Anchieta.

Na cidade de São Paulo, o motorista encontra boas condições de tráfego, praticamente sem congestionamentos no início da manhã. O Rodízio Municipal de Veículos foi suspenso hoje, mas volta a vigorar amanhã.

Rodoanel e Raposo-Castello geraram mais de 800 toneladas de lixo

Funcionário retira colchão da rodovia (CCR Via Oeste/Reprodução)

Balanço divulgado contabiliza 812 toneladas de lixo recolhidas de estradas como a Castello Branco, a Raposo Tavares e parte do Rodoanel. Foram 652 toneladas no Sistema Castello-Raposo e 160 no Trecho Oeste do Rodoanel.

O trabalho de limpeza e conservação das rodovias é uma obrigação das concessionárias e monitorado pela ARTESP (Agência Reguladora de Transportes de São Paulo). As 812 toneladas foram coletadas da via por funcionários ligados a CCR ViaOeste e Pela CCR Rodoanel.

Segundo Vinícius Névoa, coordenador de Conservação da CCR ViaOeste e CCR RodoAnel, a maior parte destes resíduos é gerada pelos próprios usuários que passam pelas rodovias.

“O lixo, em sua maior parte, é composto por objetos jogados pelos usuários, como papéis, latas de refrigerante, copos, garrafas de plástico, entre outros. No entanto, a concessionária também retira materiais de grande porte – como restos de construção civil, móveis e eletrodomésticos – abandonados de forma clandestina na faixa de domínio”, detalha.

Período de chuva

(CCR Via Oeste/Reprodução)

Segundo o coordenador, nesta época com maior concentração de chuvas, a limpeza das rodovias é ainda mais importante.

“Além de prevenir o entupimento de drenagens, a retirada de lixo ajuda a eliminar possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, da Zika e da Chikungunya. Mas, para que esse esforço tenha sucesso, precisamos que as pessoas façam sua parte e não joguem lixo nas rodovias”, alerta. 

Equipes especializadas das concessionárias realizam a limpeza do Sistema Castello-Raposo e Trecho Oeste do RodoAnel diariamente.

“Estes profissionais percorrem todo o trecho juntando os materiais em sacos, que são posteriormente levados por um caminhão até um centro de triagem para separação e destinação correta”, destaca Névoa.

O coordenador ressalta que as concessionárias possuem um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, atendendo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), e dão a destinação correta aos materiais administrativos e gerados na operação da rodovia. Todo material recolhido é encaminhado para cooperativas de reciclagem ou aterros licenciados.