Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 50 milhões



A Mega-Sena a acumula mais uma e vai sortear, na próxima quarta-feira (4), um prêmio estimado em R$ 50 milhões.

São as seguintes as dezenas sorteadas no concurso 2.212: 23 – 26 – 51 – 52 – 53 – 58

A quina teve 61 apostas ganhadoras. Cada uma vai pagar R$ 56.566,09. A quadra registrou 5.215 bilhetes vencedores. Cada apostador vai receber R$ 945,22.

O sorteio das seis dezenas do concurso 2.213 será realizado na próxima quarta-feira (4), a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O sorteio é aberto ao público.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Sarampo: Campanha vai vacinar jovens a partir de segunda

(Arquivo)


São Paulo vai intensificar a vacinação contra o sarampo a partir de segunda-feira (18) até 30 de novembro, quando a Secretaria Municipal da Saúde realiza a segunda fase da campanha contra a doença. Nesta etapa, o público-alvo é formado por pessoas de 20 a 29 anos. Quem tem essa idade precisa ter duas doses da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

Para se imunizar, basta se dirigir a uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município para atualização da caderneta. Essa é a forma mais eficaz de evitar a disseminação do sarampo.

Caso o munícipe não tenha a comprovação vacinal, deverá receber a primeira dose da vacina durante a campanha e a segunda será agendada com o intervalo de 30 dias da primeira. Se o adulto jovem tiver recebido apenas a primeira dose da tríplice viral ao longo da vida, receberá a segunda dose durante a campanha. Leve a caderneta de vacinação para que o profissional de saúde avalie a situação vacinal.

Em 2018, a cobertura da vacina contra a doença foi de 97,06% (primeira dose) e 44% (segunda dose) na capital paulista. Neste ano, com a intensificação das campanhas, a cobertura da vacina tríplice viral na cidade de São Paulo superou o número inicialmente estimado para a primeira dose (aos 12 meses de idade) chegando a 102,3%. Para a segunda dose (aos 15 meses de idade), a cobertura vacinal atingiu 86%.

Até 11 de novembro foram confirmados 6.510 casos de sarampo no município de São Paulo. Cinco mortes foram causadas pela doença na capital paulista neste ano.

*Com informações da Prefeitura de SP