Com problema nas rodas, linha do Metrô é paralisada

Fabricante da linha foi acionada pelo Metrô após falha nos pneus dos trens
(Governo do Estado de SP/Reprodução)

A Linha 15-Prata, do Metrô de São Paulo, não vai operar hoje (2). Uma falha nas rodas dos trens levou a companhia a acionar a fabricante da linha, que está fazendo inspeção no trecho.

O problema começou na quinta-feira (27), quando um pneu do trem se rompeu e obrigou a paralisação dessa composição. Logo em seguida, o Metrô detectou que o problema afetava outras unidades.

“A fabricante Bombardier foi acionada imediatamente e verificou que os dispositivos chamados ‘Run Flat’ estão causando essa alteração. Esses dispositivos ficam nas rodas e garantem a movimentação do trem em casos de anormalidades, como pneus furados ou murchos”, diz a nota do Metrô.



A linha liga São Matheus, na zona leste, à Vila Prudente, na interligação com a Linha 2-Verde. Para atender os passageiros desse trecho, O Metrô acionou o sistema de ônibus gratuito, mas há atrasos no deslocamento, segundo relataram passageiros ao telejornal Bom Dia São Paulo, da TV Globo.

“O Metrô está cobrando da Bombardier e do Consórcio CEML – que construiu a via – providências urgentes para a identificação da causa da ocorrência, a sua correção e também que eles arquem com todos os prejuízos decorrentes desta paralisação junto ao Metrô de São Paulo”, finalizou o Metrô.

As outras linhas da rede de metrô e de trens funcionam normalmente.

Corpo de menino de 7 anos é encontrado em rio

Corpo de Bombeiros durante as buscas dentro do rio (Corpo de Bombeiros/Reprodução)


O Corpo de Bombeiros de São Paulo confirmou, no começo da tarde de hoje (30), a morte do menino Miguel, de 7 anos, desaparecido desde a tarde de ontem (29). O corpo da criança foi localizado no leito do rio cerca de 20 horas após a notícia do desaparecimento chegar aos bombeiros.

Segundo a corporação, Miguel brincava e caiu na água ao tentar pegar uma bola. Vizinhos avisaram o Corpo de Bombeiros, que enviou cinco equipes ao local, em São Matheus, na zona leste.

As buscas foram interrompidas durante a noite e retomadas hoje. Por volta de meio dia, o corpo foi encontrado e a morte confirmada pelos socorristas.

Buscas a criança que caiu em rio serão retomadas hoje

Bombeiros suspenderam as buscas por causa do anoitecer (Corpo de Bombeiros)


O Corpo de Bombeiros vão retomar, ao amanhecer, as buscas pela criança que caiu em um rio na região de São Matheus, na zona leste de São Paulo. Segundo a corporação, o menino Miguel, de 7 anos, desapareceu no fim da tarde desta terça-feira (29).

Foram mobilizadas cinco equipes para a ocorrência, mas, por causa da escuridão da noite, os bombeiros suspenderam as buscas por volta de 19h20. A criança brincava perto do leito do córrego, por volta de 16h, quando correu para pegar a bola e caiu na água.

Vizinhos chamaram os bombeiros, mas o menino desapareceu.

Bombeiros procuram criança que caiu em córrego



O Corpo de Bombeiros de São Paulo procura uma criança que caiu em um córrego, na zona leste da capital. A corporação enviou cinco viaturas ao local, na Rua Francisco Melo Palheta, em São Matheus.

O trabalho de buscas começou por volta de 16h20. Miguel tem 7 anos e estava brincando de bola antes de cair no córrego. Testemunhas contaram que a criança foi tentar pegar a bola quando desapareceu.

Mais cedo, o Corpo de Bombeiros atuou em outra ocorrência de queda em córrego, na Avenida do Estado, perto da Estação do Metrô, no Parque Dão Pedro. Segundo os Bombeiros, após uma discussão, a vítima foi jogada dentro do rio. A pessoa foi levada pelo resgate para o pronto socorro da Vila Alpina.