Input your search keywords and press Enter.

Vento Muda de Direção e Provoca Sensação de Frio em São Paulo

A terça-feira (3) terminou mais fria que nos últimos dias, em São Paulo. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências, os termômetros não passaram de 25 graus na capital paulista.

(Foto: Rovena Rosa/ Arquivo/ Agência Brasil)

Os meteorologistas do CGE explicam que uma frente fria se desloca pelo oceano Atlântico e já provocou a mudança na direção dos ventos, que passaram a soprar do quadrante sul/sudeste. Com isto, a quantidade de nuvens aumentou bastante, principalmente sobre a região sul da Capital paulista, onde os termômetros registram temperaturas mais baixas neste momento. A umidade do ar também se elevou, melhorando temporariamente as condições de tempo muito seco durante as tardes na Capital paulista.

Nas próximas horas podem ocorrer chuviscos ocasionais em função da grande quantidade de nuvens baixas sobre a cidade. A próxima madrugada deve registrar céu com muitas nuvens, vento predominante do quadrante sul, o que pode acarretar sensação de frio, principalmente no amanhecer.

Próximos dias

A massa de ar seco sobre boa parte do Brasil continua bloqueando a passagem livre de frentes frias e inibindo a formação de nuvens que provocam chuvas significativas. A estabilidade atmosférica dificulta a dispersão de poluentes, favorece a formação de queimadas e incêndios florestais, prejudicando assim a qualidade do ar nos grandes centros urbanos.

Na quarta-feira (4) não se descarta garoa fina e isolada ao amanhecer, principalmente nos bairros mais extremos da Zona Sul da cidade. O sol aparece entre muitas nuvens, mas as temperaturas não sobem muito. A mínima durante a madrugada fica em torno dos 14°C e as máximas não superam os 22°C. Os percentuais de umidade do ar se mantêm entre 65% e 95%. Não há previsão de chuva significativa.

Na quinta-feira (05), retornam as condições de tempo mais aberto, com poucas nuvens e predomínio de sol ao longo do dia. Madrugada com termômetros na casa dos 14°C e temperatura máxima em torno dos 26°C. As taxas de umidade do ar voltam a declinar, com os menores valores próximos a 40%.

(com informações do CGE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by