Bruno Covas obtém 59,38% dos votos e é reeleito em SP. Apesar da derrota, Boulos faz discurso de esperança

Em seu discurso de vitória, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse que “As urnas falaram e a democracia está viva.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

O atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) foi reeleito ao cargo neste último domingo. Com 59,38% dos votos, o tucano levou a melhor sobre o seu oponente Guilherme Boulos (PSOL), que obteve 40,62%.

A vitória de Covas foi construída em 50 das 58 zonas eleitorais da cidade, e com números expressivos nos bairros de Santo Amaro, Santana, Jardim Paulista, Mooca e Saúde, com mais de 70% dos votos válidos. Bruno também venceu em toda a Zona Norte, no centro expandido e em boa parte da Zona Leste. O grande destaque, porém ocorreu em Indianópolis, que lhe concedeu 75,87% dos votos.

Em seu discurso de vitória, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse que “As urnas falaram e a democracia está viva. São Paulo mostra que faltam poucos dias para o obscurantismo e negacionismo. São Paulo disse sim à ciência e à moderação”, disse Covas, que se declarou um “filho da democracia”. “É possível fazer política sem ódio, falando a verdade”, finaliza.

Discurso de esperança de Boulos

Embora derrotado no pleito municipal, Guilherme Boulos (Psol) afirmou que sai vitorioso da eleição. Da sacada de sua casa, no Campo Limpo, Zona Sul, falou: “Não está terminando, está começando. Quero agradecer a cada um, cada uma que me acompanhou”. Acometido pela Covid-19, Boulos está sem sair de casa desde sexta-feira (27). “A gente vai ganhar, a gente vai vencer. Não foi nesta eleição, mas a gente vai ganhar”, disse.

Sua votação expressiva lhe faz sonhar com voos mais altos na próxima eleição e vitórias como nos bairros de Cidade Tiradentes (56,42%), São Mateus (50,8%), Parelheiros (50,35%) e Grajaú (54,23%), Piraporinha (54,62%), Capão Redondo (51,9%), Valo Velho (56,41%) e Campo Limpo (50,6%), bairro onde mora, mostraram a força do candidato.

*Com informações de Eduardo Micheletto

Compartilhe notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Outras notícias

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas