Posto que vendia combustível adulterado é lacrado

Desde outubro, 21 postos foram autuados em seis cidades do Estado

Uma fiscalização da Operação Combustível Limpo em postos de combustível na capital paulista, realizada nesta terça-feira (8), resultou no fechamento de um estabelecimento na Vila Brasilândia, na zona norte de São Paulo.

O local já havia sido multado anteriormente e foi novamente autuado por comercializar gasolina adulterada na quantidade e na qualidade, além de apresentar irregularidades na documentação fiscal e emissão de cartão de crédito.

A força-tarefa reúne sete órgãos do governo e, nesta terça-feira, a fiscalização foi acompanhada pelo governador de São Paulo, João Doria.

Fiscais lacram bomba de combustível em posto. Fitas amarelas foram colocadas ao redor da bomba.
(Gov. do Estado de SP)

“Somente hoje, a força-tarefa está realizando fiscalização em 50 estabelecimentos. A orientação é seguir fiscalizando e determinando que se fechem os postos que fraudam o consumidor”, disse Doria.

Instituída em outubro de 2021, a Operação Combustível Limpo apura, classifica e analisa os dados sobre irregularidades na comercialização de combustíveis, fomenta ações que visam a proteção dos consumidores, do meio ambiente, da saúde e da segurança das atividades na cadeia de comercialização, além de propor a celebração de convênios e parcerias para enfrentar as práticas irregulares desse ramo.

A força-tarefa envolve o trabalho das Secretarias da Justiça e Cidadania (SJC), responsável pela coordenação; Segurança Pública; Fazenda e Planejamento; Infraestrutura e Meio Ambiente; Saúde; Ipem-SP e Procon-SP.

Desde a sua criação, a iniciativa realizou 11 operações que resultaram na fiscalização de 40 postos nas cidades de São Paulo, Campinas, Guarujá, Santos, Osasco e Santo André. Destes, 21 estabelecimentos apresentaram irregularidades e foram autuados.

Você usa o Telegram?

Entre em nosso canal no Telegram e receba nossas atualizações de notícias direto no seu celular. Basta clicar aqui

Compartilhe notícia

Artigos Relacionados

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.