Polícia

Receita Federal apreende 405kg de cocaína em carga de exportação no Porto de Santos

Na última segunda-feira, 07/8, a Alfândega de Santos, em uma operação conjunta com a Receita Federal, realizou uma importante apreensão de drogas no Porto de Santos. Durante a conferência física de uma carga de exportação, as equipes descobriram 405kg de cocaína escondidos em um contêiner de açúcar que teria como destino final a França, com transbordo no porto de Antuérpia, na Bélgica.

A seleção do contêiner para conferência física foi realizada pela equipe de gestão de riscos da Receita Federal, utilizando critérios objetivos de análise, incluindo a inspeção não intrusiva da carga por meio de imagens de escâner. Durante a operação, os cães de faro da Alfândega de Santos, Uruk e Kaoma, indicaram positivamente para a presença de drogas, confirmando as suspeitas iniciais.

Uruk, um pastor belga malinois com anos de experiência na aduana santista, e Kaoma, uma nova cadela da raça pastor-alemão que chegou à unidade em junho deste ano, participaram com sucesso da operação. Kaoma, que até então havia apenas feito indicações positivas em treinamentos e simulações, teve sua primeira participação efetiva na descoberta da droga.

Após a indicação dos cães de faro, a equipe realizou uma minuciosa inspeção no contêiner. Durante a operação, vinte e cinco sacas de açúcar com embalagens diferentes, sem a marca do fabricante da carga lícita, foram identificadas. Essa técnica criminosa é conhecida como “Rip-Off modality” e consiste em inserir drogas em cargas regulares, sem o conhecimento dos exportadores e importadores. Essa prática torna o controle aduaneiro mais desafiador, exigindo especialistas na análise de imagens e no monitoramento da movimentação de contêineres de exportação.

Siga nosso canal no Whatsapp

A droga apreendida pela Alfândega de Santos foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou a operação desde sua descoberta e prosseguirá com as investigações com base nas informações fornecidas pela Receita Federal.

Essa apreensão demonstra o eficiente trabalho das equipes da Receita Federal e reforça a importância do controle aduaneiro na identificação e combate ao tráfico de drogas. A cooperação entre as instituições é fundamental para garantir a segurança e a integridade das operações de comércio exterior, bem como para proteger a sociedade contra as atividades criminosas relacionadas ao contrabando e tráfico de drogas.

Receita Federal apreende 405kg de cocaína em carga de exportação no Porto de Santos
(Receita Federal – Cães de Faro)

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios