Imagem aérea mostra moradias construídas em área de risco.

Famílias são retiradas de área de risco em Carapicuíba

Mais de 400 famílias estão sendo retiradas de uma área na Vila Municipal, em Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo, na manhã de hoje (25). De acordo com informações da prefeitura da cidade, a reintegração de posse é resultado de uma decisão judicial porque há risco de deslizamento no local, conforme apontam laudos do perito da justiça, Defesa Civil e empresa privada.

Segundo a prefeitura, as famílias já estão sendo orientadas desde janeiro por meio de plantões assistenciais. A prefeitura também trabalha em parceria com o serviço social da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) para formalizar a adesão dos beneficiários aos programas habitacionais oferecidos no município.

Todas as famílias tinham prazo até ontem para saírem do local e aderirem voluntariamente aos programas habitacionais.

Imagem aérea mostra moradias construídas em área de risco.
(Pref. de Carapicuíba)

“Os moradores já possuem dois meses creditados de ajuda de custo de R$ 400 mensais e continuarão recebendo até os apartamentos serem entregues. É importante ressaltar que essas unidades habitacionais da CDHU serão construídas próximas ao Fórum, em área doada pela Prefeitura de Carapicuíba, e o processo de licitação já está em andamento”, informou a prefeitura.

A prefeitura está disponibilizando caminhões de mudanças para os moradores. A reintegração de posse contará com apoio da Defesa Civil, Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Corpo de Bombeiros, SAMU, Vigilância em Zoonoses, Conselho Tutelar, além das Secretarias de Assistência Social, Trânsito, Segurança, Obras, Habitação, Saúde, Educação, entre outros órgãos.

Passagem de ônibus fica mais cara na grande São Paulo

O valor da passagem de ônibus na Grande São Paulo vai subir de R$ 4,50 para R$ 5,00 a partir da meia-noite desta quinta-feira (21), feriado de Tiradentes.

O aumento será nas cidades de Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, São Roque e Vargem Grande Paulista. A mudança se dá devido ao decreto nº 13.335.

(Governo do Estado de SP)

O anúncio foi confirmado pelo Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo (Cioeste). A instituição é formada por 12 cidades e presidida pelo prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), um dos articuladores do aumento da tarifa.

A prefeitura da cidade cita que o último reajuste foi feito em 2019, quando o valor subiu de R$ 4,35 para R$ 4,50. “A cidade não teve aumento em 2020, 2021 e em 2022.” A gestão alega também que as empresas defendiam um reajuste para R$ 6,94″, disse. 

Foto mostra rua com faixas contínuas pintadas no asfalto em cor amarela, dividindo em duas faixas, e moradias próximas a esta rua. Paredes das casas não têm reboco e há vários carros e pessoas ao longo da rua.

Estado inaugura obras em Carapicuíba e Francisco Morato

O Governador João Doria inaugurou nesta terça-feira (18) duas obras viárias em Carapicuíba e Francisco Morato, no valor de R$ 13,3 milhões, com recursos do Fumefi (Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento). Doria também anunciou R$ 17,6 milhões em investimentos em habitação e infraestrutura urbana e autorizou os estudos para permissão da exploração turística do Parque Aldeia de Carapicuíba.

“Entregamos um conjunto de obras e recursos para Carapicuíba e Francisco Morato, como a reformulação do Sistema Viário do Jandaia em Carapicuíba, a ordem de serviço para início de importantes obras viárias e de infraestrutura nas duas cidades da região Metropolitana de São Paulo, além da permissão de uso turístico do Parque Aldeia, favorecendo o desenvolvimento turístico e econômico de toda a região”, disse Doria.

Foto mostra rua com faixas contínuas pintadas no asfalto em cor amarela, dividindo em duas faixas, e moradias próximas a esta rua. Paredes das casas não têm reboco e há vários carros e pessoas ao longo da rua.
(Gov. do Estado de São Paulo)

Em Carapicuíba, Doria entregou a obra de reformulação e reurbanização do Sistema Viário do Jandaia. A intervenção facilitará o trânsito e a circulação de pedestres na região, reduzindo a incidência de congestionamentos e acidentes, além de contribuir para diminuir a ocorrência de alagamentos no local. O investimento estadual foi de R$ 4,7 milhões.

Em Francisco Morato, Doria entregou o trecho 1 das obras no Corredor Ouro Preto – via estrutural integrante do Sistema Viário de Interesse Metropolitano (SIVIM), com acesso direto a Franco da Rocha. As intervenções receberam R$ 8,6 milhões em investimentos estaduais e proporcionarão melhoria nas condições de mobilidade e mais segurança e conforto aos motoristas.

Novos anúncios

Doria assinou a ordem de serviço para a duplicação da Avenida Antônio Faustino dos Santos, em Carapicuíba. A obra no valor de R$ 6 milhões trará mais segurança à população que circula no entorno do Parque dos Paturis e do conjunto habitacional COHAB, além de uma melhoria na mobilidade urbana e na acessibilidade ao município de Osasco e ao Rodoanel Mário Covas.

O Governo do Estado também autorizou aporte de R$ 4,3 milhões em recursos da modalidade Nossa Casa – Apoio para fomentar a construção de 332 unidades habitacionais do Residencial Vila Nova Fazendinha, em Carapicuíba. Os recursos serão disponibilizados na forma de subsídio para que famílias com até três salários mínimos façam a aquisição de moradias em empreendimentos aprovados pela Secretaria de Estado da Habitação.

O Governador ainda autorizou R$ 7,3 milhões em novos investimentos para os dois municípios. Serão liberados R$ 5,8 milhões para Carapicuíba, sendo R$ 5 milhões para obras de infraestrutura urbana e R$ 765 mil para construção de uma unidade da Casa SP Afro Brasil. Já Francisco Morato receberá mais de R$ 1,5 milhão para uma Casa SP Afro Brasil e uma Casa da Mulher.

Os municípios devem indicar projetos executivos para análise técnica. Depois de formalizados os convênios, os prazos e datas para pagamentos, bem como sua liquidação total, variam de acordo com a data de assinatura, fluxo das obras e prestação de contas. Os programas Casa da Mulher e SP Afro Brasil necessitam de indicação de terrenos por parte dos municípios para implantação dos programas.

Parque Aldeia

Doria assinou a autorização para o desenvolvimento da modelagem física, econômica e financeira visando a permissão de uso do Parque Aldeia de Carapicuíba. A ação será desenvolvida por meio de um convênio entre a prefeitura e a Secretaria de Turismo e Viagens do Estado para impulsionar, fomentar e desenvolver o turismo por meio da qualificação, inovação e preservação dos ativos históricos.

A Aldeia de Carapicuíba é a única entre as 12 fundadas pelo Padre José de Anchieta, no século XVI, para catequizar os índios. Oficialmente a fundação teria sido em 12 de outubro de 1580. O conjunto foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1940. O convênio garantirá a aplicação das melhores práticas e ideias inovadoras que possam ser divulgadas e implementadas, visando a utilização sustentável de ativos de alto potencial turístico e o aumento do emprego e renda.

Os resultados devem ser apresentados ainda no primeiro semestre, com o detalhamento dos novos serviços que serão agregados à Aldeia, respeitadas as suas características de patrimônio histórico. Serão estudadas intervenções como restaurantes, lojas de artesanato e espaço para pequenos eventos, visando futura permissão de uso.

INSS: PF faz operação em Itapevi, Carapicuíba e Cotia

(Polícia Federal/Reprodução)

As cidades de Itapevi, Carapicuíba e Cotia, na Grande São Paulo, são alvos, hoje (26), de uma operação da Polícia Federal contra um esquema de fraude e corrupção envolvendo servidores do INSS, advogados e intermediários. Segundo a Operação CAPTIONEM, “os suspeitos se aproveitavam de pessoas humildes, sem acesso a computadores, smartphones, scanners e internet, as quais tinham que se dirigir ao INSS para serem atendidas e terem seus documentos digitalizados”, explica nota divulgada pela PF.

Segundo a investigação, o funcionário do INSS deixava, propositalmente, de anexar os documentos escaneados no processo, o que levava o pedido a ser negado.

“As pessoas, lesadas com o indeferimento, voltavam ao INSS e procuravam o funcionário, o qual apontava um escritório de advocacia, do qual era sócio, como solução. Se o atendimento fosse bem prestado, a concessão do benefício, que deveria ser gratuita e mais célere, ocorria muito tempo depois, mediante uma decisão judicial, com incidência de honorários advocatícios arcados pelos segurados”, explica a nota.

As investigações foram realizadas por meio da Força-Tarefa Previdenciária em São Paulo, composta pela Polícia Federal e Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Ministério da Economia, e contou com a colaboração do INSS e da AGU.

Segundo a PF, 30 policiais federais participaram da operação. Foram cumpridos 11 mandados, expedidos pela 1ª Vara Federal de Osasco, sendo dois de prisão preventiva, um de prisão temporária e 8 mandados de busca e apreensão, em agências do INSS, escritórios e residências dos envolvidos.

Documentos

A nota informa também que, durante as investigações, também foram encontrados indícios de falsificação de documentos, “que foram ou seriam usados em estelionatos previdenciários, bem como de corrupção, pois houve o recebimento de vantagens indevidas pelo empregado público, que fornecia informações privilegiadas ou agilizava processos para escritórios de advocacia”. 

As apurações apontam para o cometimento dos crimes de inserção de dados falsos em sistemas de informação, estelionato previdenciário, corrupção e associação criminosa.

Após fuga de suspeito, PM apreende drogas em Carapicuíba

(Polícia Militar/Reprodução)

A Polícia Militar apreendeu várias porções de drogas, em Carapicuíba, na Grande São Paulo, após um suspeito fugir da abordagem. Os pms faziam patrulhamento na Estrada da Aldeinha quando tentaram abordar um homem, que fugiu.

Ao correr dos policiais, eles teria arremessado uma sacola. Nas buscas pela região, os policiais identificaram uma casa, com a porta aberta, “sendo possível visualizar várias porções de drogas já embaladas para o tráfico”, diz nota da corporação.

Ao todo, foram apreendidos dois tijolos de maconha, 280 porções de crack e mais dois mil pinos de cocaína. A droga foi apresentada na delegacia da região. O suspeito que correu da abordagem não foi preso.

Polícia fecha balada e aplica multa de R$ 388 mil

(Reprodução)

Mais de cem jovens foram encontrados reunidos em uma balada, na madrugada de hoje (22), em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo. Policiais civis do GARRA/DOPE e do GER, apoiados pelo Batalhão de Choque da PM e por guardas civis municipais, foram até o endereço obtido após denúncias, onde funcionava um Lounge Bar, na Vila Mercês.

No local, foram encontradas 110 pessoas reunidas, com um total de 65 sem a máscara de proteção facial obrigatória. Sem se preocupar com o distanciamento social determinado pelas regras sanitárias vigentes no Estado, os frequentadores, a maioria jovens, consumiam bebidas alcoólicas e fumavam narguilé.

Após os procedimentos de qualificação e verificação de antecedentes, todos foram liberados. O dono do estabelecimento se misturou aos clientes e deixou o local, mesmo depois dos apelos do delegado Eduardo Brotero, para que se apresentasse espontaneamente. 

No local, havia um espaço reservado para um tatuador. Todo o material de trabalho dele foi apreendido pelos agentes. O promotor da festa, além do tatuador e três funcionários da casa foram encaminhados à Delegacia Central de Carapicuiba para a elaboração de um Termo Circunstanciado.

O bar foi interditado e multado pelos agentes de fiscalização do Procon e da Vigilância Sanitária. Cada pessoa flagrada sem a máscara gera uma multa de R$ 5,2 mil ao estabelecimento, o que, no caso, somou R$ 388 mil.

Também foram apreendidos o equipamento de som e três máquinas leitoras de cartões.

*Com Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Casa noturna é interditada após ser flagrada com cem clientes aglomerados

Um operação de fiscalização encontrou mais de cem pessoas aglomeradas em casa noturna de Carapicuíba, na Grande São Paulo, na madrugada de hoje (19). Os agentes da Polícia Civil e fiscais do Procon e da Vigilância interditaram a casa noturna, localizada na Avenida Inocêncio Seráfico.

Após receber denúncia anônima, as equipes foram até o estabelecimento. No local, as pessoas bebiam e fumavam narguilé, aglomeradas e sem máscara de proteção obrigatória, violando às regras sanitárias do Governo do Estado. 

Os frequentadores foram dispersados. A casa foi multada e interditada, enquanto os proprietários e funcionários foram conduzidos à delegacia centra da cidade, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado. Todos foram ouvidos e liberados.

*Com informações de Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

Suspeitos de tráfico são presos em Carapicuíba

Um trio suspeito de tráfico de drogas, entre eles uma mulher, foi preso em Carapicuíba, na Grande São Paulo, na noite de ontem (26). A ação foi realizada por agentes da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes de Osasco (Dise).

Os investigadores chegaram até uma casa na Rua Paulo da Silva, próximo à Avenida Escola Politécnica, no Jardim do Lago, região do Rio Pequeno, Zona Oeste da Capital. No local, os policiais prenderam dois homens e apreenderam cerca de 650 porções de crack embaladas e prontas para serem comercializadas, além de anotações com a contabilidade do tráfico.

A droga estava escondida em um buraco construído no corredor do imóvel. Interrogados, os suspeitos revelaram que uma comparsa, que atua para o tráfico exercendo a função de “formiguinha”, estaria trazendo mais entorpecente, que seria entregue para a dupla na Estação da CPTM em Osasco.

Os investigadores, então, seguiram para o local e com base na descrição fornecida pelos presos, conseguiram localizar e prender a mulher. Ao todo, foram apreendidas 1800 porções de crack e R$ 1,1 mil proveniente da venda do entorpecente. Segundo a Polícia Civil, a droga apreendida iria abastecer pontos de venda em uma favela localizada às margens do Rodoanel Mário Covas. A mulher e um dos suspeitos detidos, até então, não tinham antecedentes criminais.

O trio foi conduzido à DISE de Osasco e autuado em flagrante por tráfico de drogas. 

*Com informações de Paulo Édson Fiore, da Jovem Pan

São Paulo libera mais 4 parques; veja lista

O governo estadual de São Paulo autorizou a visitação pública a mais quatro parques urbanos, a partir de hoje (3). Para todos, serão aplicadas regras que limitam horário de funcionamento, definidas pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima).

(Rovena Rosa/Agência Brasil)

Os parques Guarapiranga e Belém, nas zonas sul e leste da capital; Gabriel Chucre, em Carapicuíba; e Ecológico da Várzea do Embu Guaçu funcionarão de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Os visitantes poderão utilizar os espaços para praticar corrida, caminhada ou passeios de bicicleta. Já o uso de parquinhos, quadras e campos para práticas coletivas segue contraindicado, tendo em vista que pode gerar aglomeração de pessoas e aumentar o ciclo de contágio da covid-19.

Para a reabertura, destaca o governo em nota, o uso obrigatório de máscara continua valendo, bem como a medida de distanciamento social.

Os comerciantes de produtos alimentícios deverão seguir as regras específicas do setor. A administração estadual também garante que totens com álcool em gel 70% serão disponibilizados em pontos estratégicos e que a  limpeza e desinfecção dos banheiros serão intensificadas.

A partir desta segunda-feira, atividades em quadras de tênis poderão ser retomadas e espaços fechados, como bibliotecas, salas de atividades, museus e orquidários, seguirão com restrição.

Segundo o governo, a Sima irá monitorar o processo de reabertura, para decidir se suspende as restrições impostas a usuários ou não, o que dependerá do comportamento da população.

Na última segunda-feira (27), a Unidade de Conservação Caminhos do Mar também reiniciou as visitações. Na próxima semana, serão disponibilizados aos frequentadores dois novos roteiros, o turístico e o esportivo, em horários distintos. As visitas devem ser agendadas com antecedência mínima de 24 horas, por meio do site da Fundação Florestal, como ocorre com as Unidades de Conservação do Jaraguá e da Cantareira (Núcleo Pedra Grande). As trilhas com mamíferos e cachoeiras permanecem fechadas.   

Confira, abaixo, os parques urbanos que já reabriram, com funcionamento de segunda a sexta, das 10h às 16h:

Villa-Lobos
Candido Portinari
Água Branca
Ecológico do Tietê
Juventude
Horto Florestal
Jequitibá
Jacuí
Biacica
Jardim Helena
Ecológico Várzeas do Embu Guaçu
Guarapiranga
Gabriel Chucre
Belém

Capital, Carapicuíba e Embu Guaçu abrem parques nesta segunda

A partir de segunda-feira (3), quatro parques urbanos serão reabertos à visitação no estado de São Paulo. Segundo a secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, são os parques Guarapiranga e Belém, na capital paulista; Gabriel Chucre, em Carapicuíba; e o Ecológico da Várzea, em Embu Guaçu.

Parque da Guarapiranga (Arquivo/Pref. de SP)

As unidades vão funcionar somente de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. O uso de máscaras é obrigatório em todos os parques estaduais de São Paulo.

Até este momento, a secretaria já reabriu dez parques urbanos estaduais na região metropolitana de São Paulo, todos eles funcionando apenas de segundaa sexta-feira. A abertura desses locais está sendo permitida somente para municípios que estejam localizados em regiões que estão na fase 3-amarela do Plano São Paulo.

Também foram reabertos os parques estaduais naturais Jaraguá e Cantareira (Núcleo Pedra Grande) e a unidade de conservação Caminhos do Mar. No entanto, nestes espaços, as visitas deverão ser agendadas com antecedência mínima de 24 horas por meio do Site da Fundação Florestal (Ingressosonline.fflorestal.sp.gov.br), órgão responsável pelas duas Unidades de Conservação.

Já o Zoológico, Zoo Safari e Jardim Botânico estarão abertos de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h; e aos sábados, domingos e feriados das 9h às 16h, com restrição de 50% de venda dos ingressos. Nesta etapa, apenas a área de visitação aberta poderá ser utilizada. Os espaços fechados, tais como as exposições educativas, continuarão sem receber visitantes.

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil