Micro e pequenas empresas têm esta semana para aderir ao Simples

Termina na próxima sexta-feira (29) o prazo para a regularização e inscrição no Simples Nacional das micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano. A solicitação é feita exclusivamente pela internet, por meio do portal do Simples Nacional. Com o pedido aceito, a adesão retroagirá ao dia 1º de janeiro.

O Simples Nacional é regime tributário diferenciado, que reúne em um único documento de arrecadação os principais tributos federais, estaduais, municipais e previdenciários devidos pelas micro e pequenas empresas. O recolhimento, feito por esse documento único, deve ser pago até o dia 20 do mês seguinte àquele em que houver sido auferida a receita bruta.

Também poderão aderir ao Simples as empresas que estavam no Lucro Presumido ou Lucro Real e tiveram queda significativa no faturamento em 2020, por causa da pandemia. Essas empresas deverão cumprir o mesmo prazo. Em outra novidade, que vale excepcionalmente agora, o governo federal não excluiu empresas com débitos tributários em 2020 e as empresas optantes que estavam inadimplentes permaneceram no Simples em 2021.

No caso de empresas que ainda não eram optantes pelo Simples, no momento da opção o sistema responde automaticamente se há pendências com os fiscos federal, estadual ou municipal. Para a regularização de pendências com a Receita Federal ou com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional não é necessário que o contribuinte se dirija a uma unidade da Receita Federal, basta seguir as orientações para regularização de pendências no site da Receita Federal. Para a regularização de pendências com os estados, o Distrito Federal e municípios, o contribuinte deve procurar a Administração Tributária responsável.

Por Agência Brasil

Franquia de baixo custo, Fruit Truck busca franqueados

(Léo Barrilari/FruitTruckPoint/Divulgação)

Criadaem 2016 pelo mestre em tecnologia da informação Adriano Correa, a Fruit Truck éuma rede de franquias de açaí, cupuaçu e frutas selecionadas com baixo valor deinvestimento. Com modelo enxuto e de fácil operação, o negócio conta com 15operações e atualmente busca franqueados na região Sudeste. O objetivo da marcaé abrir mais 26 unidades nos próximos 12 meses. 

“Ogrande objetivo da Fruit Truck é gerar oportunidades e empregos. Nascemos nomeio da crise econômica e mesmo assim estamos crescendo ano a ano. Os nossosprodutos são muito bem aceitos e a escolha do ponto, dentro de prédioscorporativos ou universidades, faz com que os nossos consumidores sejamrecorrentes e isso dá uma segurança ao faturamento do franqueado”, explicaAdriano.



De forma inovadora no setor, boa parte das operações da empresa estão concentradas em prédios corporativos e universidades. O quiosque requer apenas um espaço de 2m² e um ponto de energia de 110v ou 220v para manter o freezer e outros equipamentos em funcionamento. 

“Em alguns pontos, chegamos a vender 80 copos em um único dia. Nas universidades, por exemplo, o empreendedor só precisa estar no local durante os períodos de aula, costumam ser bem movimentados”, comenta.

O mix de produtos da marca conta com açaí, cupuaçu, petit gateau, casquinha de açaí, fondue de chocolate e salada de frutas. A maior parte dos pedidos é montada em copos bem elaborados com até 400 ml e o valor varia entre R$8 e R$15.

Sobre

Para investir em uma unidade da Fruit Truck, o investimento indicado pela franqueadora parte de R$30 mil com tempo médio de retorno que varia entre oito e 12 meses. Além disso, a empresa também oferece opções de parcelamento diretamente com a franqueadora.