Reprodução / Twitter oficial Champions League

Uefa sorteia jogos das oitavas da Liga dos Campeões

Os confrontos das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa foram definidos nesta segunda-feira (13), na sede da União das Associações Europeias de Futebol (Uefa, sigla em inglês), em Nyon (Suíça). Maior vencedor do torneio, com dez títulos, o Real Madrid (Espanha) terá pela frente o Paris Saint-Germain (França), dos atacantes Lionel Messi e Neymar.

O sorteio teve que ser realizado duas vezes. Segundo a Uefa, o software que indica aos juízes da entidade quais os adversários elegíveis para cada clube apresentou um “erro material”. O problema foi constatado quando o Manchester United (Inglaterra) foi selecionado para encarar o Villarreal (Espanha), o que não seria possível pelo regulamento, pois ambos estiveram no mesmo grupo da primeira fase.

A nova definição colocou o Atlético de Madrid (Espanha) no caminho do United, do atacante Cristiano Ronaldo, maior artilheiro da história da competição, enquanto o Villarreal terá como oponente a Juventus (Itália). Já o atual campeão Chelsea (Inglaterra) medirá forças com o Lille (França), no único confronto repetido do sorteio anulado.

Vice na temporada 2020/21, o Manchester City (Inglaterra) será adversário do Sporting (Portugal). O também português Benfica enfrentará o Ajax (Holanda). Por fim, Bayern de Munique (Alemanha) e Liverpool (Inglaterra), que encerraram a primeira fase com 100% de aproveitamento, terão pela frente RB Salzburg (Áustria) e Inter de Milão (Itália), respectivamente.

As partidas de ida dos confrontos estão marcadas para os dias 15/16 e 22/23 de fevereiro, enquanto as de volta serão realizadas em 8/9 e 15/16 de março. Real, United, Juventus, Lille, City, Ajax, Bayern e Liverpool, por terem melhor campanha, farão o segundo jogo como anfitriões. O sorteio do chaveamento das quartas de final e das semifinais serão em 18 de março. A decisão será na Gazprom Arena, em São Petersburgo (Rússia), em 28 de maio.

Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

Reprodução / Twitter oficial @UEFA

UEFA revela palco das próximas quatro finais da Champions League

A UEFA, entidade máxima do futebol europeu, revelou nesta sexta-feira (16) quais serão os estádios que receberão as próximas quatro finais da Champions League. A atual edição do campeonato, que já está em andamento, com a fase pré-eliminatória, terá a decisão realizada no Estádio de São Petersburgo, na Rússia, em 28 de maio de 2022.

Na temporada seguinte (2022-23), será da vez do estádio Olímpico Atatürk, que fica em Istambul, na Turquia, sediar o confronto.  O duelo que decidirá o campeão do torneio em 2023-24 realizado na cidade de Londres, em Wembley, que também recebeu a final da última edição da Eurocopa.

O Allianz Arena, estádio do Bayern de München, receberá os finalistas da principal competição de clubes do mundo ao fim da temporada 2024-2025.  

Supercopa da Uefa marca volta de torcedores a competições europeias

A edição 2020 da Supercopa Europeia, que reúne os vencedores da Liga dos Campeões e da Liga Europa, marca o retorno do público em competições organizadas pela União das Associações Europeias de Futebol (Uefa) em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19). O duelo entre Bayern de Munique (Alemanha) e Sevilla (Espanha) será disputado no próximo dia 24 de setembro, às 16h (horário de Brasília), na Puskas Arena, em Budapeste (Hungria).

Segundo a Uefa, a presença de torcedores será limitada a 30% da capacidade do estádio, ou seja, pouco mais de 20 mil pessoas. O jogo funcionará como teste para a entidade, que tenta viabilizar a volta do público aos torneios por ela realizados. As fases finais da Liga Europa e da Liga dos Campeões (masculina e feminina) ocorreram com portões fechados, como tem sido na Liga das Nações, torneio de seleções disputado durante as datas Fifa, que começou na última quinta-feira (3).

O público deverá cumprir algumas exigências, como a manutenção de distância de 1,5 metro entre torcedores, uso de máscara (cobrindo rosto e nariz) frequentemente, estar com temperatura corporal abaixo de 37,8ºC e respeitar o número do assento indicado no ingresso. A Uefa também orienta o não comparecimento de pessoas que apresentem sintomas da covid-19, que tenham testado positivo ou tido contato com alguém contaminado menos de 14 dias antes da partida. A entidade se compromete a reembolsar o torcedor.

A Uefa ainda avisa que torcedores que não morem na Hungria serão avaliados na chegada e terão de comprovar que não estão infectados, apresentando o resultado de exames feitos três dias antes da viagem. Além disso, os visitantes serão obrigados a deixar o país em, no máximo, 72 horas. Ainda conforme a instituição, 500 profissionais de saúde húngaros serão convidados para acompanhar o jogo, “como prova do reconhecimento de seu trabalho duro desde o início da pandemia de covid-19”.

*Com informações da Agência Brasil