Política

Mario Sarrubbo, procurador-geral de SP, aceita convite de Lewandowski para chefiar Senasp

O chefe do Ministério Público paulista vai assumir a Secretaria Nacional de Segurança Pública, a convite do futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski

O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mario Sarrubbo, foi convidado pelo futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, para comandar a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). O convite foi aceito por Sarrubbo, que é o atual chefe do Ministério Público paulista e tem experiência no combate ao crime organizado e na defesa dos direitos humanos.

O futuro ministro da Justiça e Segurança Pública escolheu o chefe do Ministério Público paulista para comandar a pasta responsável pela política nacional de segurança pública(Montagem – SP Agora)

A Senasp é a secretaria responsável por definir, implementar e acompanhar a política nacional de segurança pública, coordenar as atividades da Força Nacional de Segurança Pública e assessorar o ministro da Justiça e Segurança Pública. A Senasp também gerencia o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (Sinesp) e a Rede Nacional de Educação a Distância em Segurança Pública (Rede EaD Senasp) .

Sarrubbo deverá assumir o cargo após a posse de Lewandowski, prevista para 1º de fevereiro. Lewandowski foi indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para substituir Anderson Torres, que deixou o ministério para disputar o governo do Distrito Federal. Lewandowski foi ministro do Supremo Tribunal Federal entre 2006 e 2023, tendo sido presidente da Corte entre 2014 e 2016 .

Sarrubbo atua no MP-SP desde 1989, onde também foi subprocurador-geral de Justiça de Políticas Criminais e Institucionais. Ele foi professor na Escola Superior do MP-SP e na Escola Superior de Advocacia de São Paulo e leciona atualmente direito penal na Faap .

Siga nosso canal no Whatsapp

A escolha de Sarrubbo foi elogiada por ministros do Supremo Tribunal Federal, que o consideram um nome qualificado e com visão pragmática da segurança pública. Sarrubbo é próximo do ministro Alexandre de Moraes, que foi secretário de Segurança Pública de São Paulo e ministro da Justiça no governo Michel Temer .

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios