Vídeos

Mauro Cid presta depoimento à CPMI

O ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, o tenente-coronel Mauro Cid prestará depoimento nesta terça-feira (11) à CPI dos Atos Golpistas do Congresso Nacional.

O braço direito do ex-presidente deverá ser questionado pelos parlamentares sobre o conteúdo com teor golpista encontrado no seu celular, que foi apreendido pela Polícia Federal em uma operação que levou à prisão do militar.

A PF localizou um documento com instruções para que as Forças Armadas agissem após a derrota de Bolsonaro na disputa presidencial contra Lula.

O depoimento de Cid à PF deveria ter acontecido na semana passada, mas foi remarcado por conta da agenda da Câmara dos Deputados.

Siga nosso canal no Whatsapp

Os requerimentos que levaram o ex-ajudante a prestar o depoimento desta terça-feira o colocaram tanto na condição de testemunha quanto na condição de investigado. Dessa forma, ele tem o direito de ficar em silêncio para não se incriminar.

A defesa do militar tentou impedir que ele comparecesse à CPI, mas a ministra Cármen Lúcia, do STF, negou o pedido e determinou que Cid tem a obrigação de depor.

Mauro Cid está preso desde o início de maio suspeito de envolvimento em um esquema de fraudes em cartões de vacinação de Bolsonaro e familiares.

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios