Polícia

Mulher é encontrada morta após dias de buscas

Susana Dias Batista, desaparecida após sair com o veículo da empresa, foi encontrada morta nesta quinta-feira (18), em uma mata entre Alambari e Itapetininga, no interior de São Paulo. O corpo da mulher de 47 anos foi encontrado por parentes às margens da Rodovia Vereador Humberto Pellegrini (SP-268). Susana era subgerente de uma loja de máquinas e ferramentas em Itapetininga.

As polícias Militar e Civil foram até o local e afirmaram que Susana tinha hematomas no rosto e vestia apenas roupas íntimas. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também chegou a se dirigir ao local, mas encontrou a mulher sem vida. O corpo foi recolhido pela funerária e levado ao Instituto Médico Legal (IML).

Susana Dias Batista sorrindo
(Rede Social/via TV Cultura)

A mulher saiu para almoçar com o carro da empresa na quarta-feira (17) e não voltou. Um colega de trabalho foi informado que o veículo havia sido encontrado abandonado na Avenida Wenceslau Braz. 

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Itapetininga afirmou que o veículo, uma picape vermelha, estava com os bancos empurrados para frente e com uma das rodas danificadas. O carro foi encaminhado à delegacia para perícia.

Siga nosso canal no Whatsapp

A prefeita de Itapetininga, Simone Marquetto, se pronunciou sobre a morte de Susana nas redes sociais.

“Quando uma mulher morre vítima de violência, todo mundo perde um pouco. Infelizmente, a Susana foi encontrada sem vida. Neste momento pedimos a Deus que conforte o coração da família e amigos, que sentem a dor dessa tragédia”, escreveu em sua conta no Instagram.

Por TV Cultura

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios