Veja 1,8 mil vagas gratuitas de qualificação profissional

Sem regras, patinetes elétricos viram febre nas cidades

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, está com 1.860 vagas abertas para cursos gratuitos de qualificação profissional do programa Minha Chance. As inscrições poderão ser realizadas até 23 de janeiro no site.

Os cursos foram abertos em parceria com empresas privadas como Bracell, Ri-Happy e Alupar, que enfrentam dificuldades na hora de contratar profissionais capacitados. Por isso, o objetivo do programa é qualificar os alunos para que eles se posicionem bem no mercado de trabalho e possam atender às necessidades das empresas.

Os cursos têm previsão de início no dia 3 de fevereiro. O diferencial do programa Minha Chance é que, ao final das aulas, com o certificado já em mãos, o aluno é encaminhado diretamente para o processo seletivo das empresas parceiras, aumentando sua chance de ser empregado.

O Centro Paula Souza, responsável pelas Etecs e Fatecs, também é parceira do programa. “Está no DNA da instituição formar profissionais qualificados para desenvolver produtos e serviços que atendam aos mais variados setores da economia”, afirmou a vice-diretora-superintendente do CPS, Emilena Lorenzon Bianco, durante o anúncio de novas vagas de emprego pelo Minha Chance, em novembro de 2019.

Curso de Mecânica de Patinetes Elétricas

Sem regras, patinetes elétricos viram febre nas cidades
(Arquivo/SP Agora)

A segunda turma do curso de Mecânica de Patinetes Elétricas, realizado em parceria com a Grow Mobility Inc., empresa que opera as patinetes elétricas e bicicletas das marcas Yellow e Grin, começa no próximo dia 3 de fevereiro. Serão 100 horas de aulas, distribuídas em 20 dias e ministradas por professores de Etecs e mecânicos da própria Grow. Em dezembro, a primeira turma do curso foi concluída.

*Com informações do Governo do Estado de SP

Internos da Fundação Casa fazem curso de pintura de parede

(Fundação Casa/Governo do Estado de SP)

Dezenove adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação na Fundação Casa São Bernardo do Campo I receberam no sábado (10) os certificados de conclusão do curso de formação em pintura. O curso é parte do “Projeto de Capacitação e Revitalização”, realizado em parceria com a Lukscolor Tintas.

A empresa realizou a capacitação e forneceu os materiais para os adolescentes, além de ser apoiado pelo Fundo Social de Solidariedade de São Bernardo do Campo e pela Vara da Infância. O Projeto ainda ocorrerá no Casa São Bernardo II.

“Estou muito feliz por ver um projeto que eu idealizei sendo concluído com sucesso. Com esses cursos, estamos proporcionando aos jovens, além capacitação profissional, uma nova oportunidade. Agradeço ao Fundo Social de Solidariedade de SBC e a empresa Lukscolor por terem me ajudado na execução do projeto. Juntos estamos oferecendo a esses jovens um novo futuro”, disse a deputada estadual, Carla Morando.

O Secretário da Justiça e Cidadania e presidente da Fundação Casa, Paulo Dimas Mascaretti, defende que o projeto incentivou os garotos a desenvolverem trabalhos conjuntos, a fim de reforçar as ações coletivas, além de ter sido uma oportunidade de aprenderem um ofício que possa gerar renda. “Foi, acima de tudo, uma ação educativa que proporcionou a possibilidade de terem um novo trabalho ou mesmo de empreender”, disse.

De acordo com a promotora de Justiça da Infância e Juventude, Vera Lúcia Acayaba de Toledo, os ambientes revitalizados aumentam a responsabilidade dos jovens com o cuidado e o compromisso de conservação do local. “Além dos conhecimentos sobre pintura, a conduta dos jovens durante a realização do projeto reflete também os benefícios sociais trazidos com esta ação”, disse a promotora de Justiça.

A capacitação na unidade São Bernardo I ocorreu entre os meses de maio e julho, totalizando 40 horas de aulas teóricas e práticas. Os jovens aprenderam técnicas de pintura e restauro e praticaram a aprendizagem nos espaços do próprio centro socioeducativo, como quartos, salas de aula, corredores e refeitório. No total, 18 adolescentes concluíram a formação, mas cinco já foram desinternados pelo Poder Judiciário.

Para a Diretora Geral da Lukscolor, Cristina Potomati Fiúza, a empresa tem a satisfação de apoiar projetos sociais como este. “Acreditamos que os benefícios trazidos aos participantes refletem na melhoria de toda a sociedade”, disse.

*Conteúdo do Governo do Estado de SP

Abertas inscrições para 345 vagas em cursos profissionalizantes

O Programa Lapa Oportunidades abre inscrições para novos cursos gratuitos de vendedor e empreendedor em pequenos negócios. Os interessados podem se candidatar às vagas entre os dias 23 de julho e 3 de agosto. A iniciativa é resultado da parceria entre Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE), Prefeitura Regional da Lapa e Senac Lapa Tito.

A Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo será responsável pela seleção dos bolsistas, por meio do Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (CATe). A SMTE também vai procurar empresas parceiras da região para que acompanhem o desenvolvimento das aulas e busquem profissionais entre os alunos do curso. As oportunidades são voltadas para jovens de baixa renda. Ao todo, serão 52 bolsas, sendo 30 para o curso de vendedor e 22 para o curso de empreendedor em pequenos negócios.

Os cursos terão a duração de 160 horas e as aulas acontecerão na unidade Lapa Tito do Senac (Rua Tito, 54). Todo o material didático será fornecido pelo Senac. Os alunos não receberão auxílio para transporte.

As aulas do curso de vendedor serão de segunda à quinta, das 13h30 às 17h30. A formação contará com conteúdo sobre empreendedorismo, planejamento de carreira, entre outros temas. A idade mínima para participar é de 15 anos e é preciso ter ensino fundamental completo.

O curso de empreendedor em pequenos negócios terá aulas de segunda à quinta, das 8h às 12h. Os interessados precisam ter no mínimo 17 anos e estar no ensino médio. Os alunos serão capacitados para identificar oportunidades e implantar um empreendimento socialmente responsável. Para isso, aprenderão sobre aspectos legais, estratégias de comercialização e marketing.

Os interessados devem procurar os CATe Lapa, Perus, Brasilândia ou Pirituba. Para se inscrever, é necessário:
– Cópia simples do CPF;
– Cópia simples do seu RG;
– Declaração de andamento ou certificado de conclusão da Educação Básica (Ensino Fundamental, Ensino Médio ou Educação Técnica de Nível Médio);
– Ter renda familiar per capita de, no máximo, dois salários mínimos federais;
– Preencher e assinar o formulário no CATe;
– Para o curso de empreendedor em pequenos negócios, é necessário entregar um breve relato com o motivo do interesse pelo curso. O texto pode ser levado pelo candidato ou redigido no momento da inscrição.

NOVAS BOLSAS
O Programa Lapa Oportunidades vai disponibilizar 345 vagas gratuitas em cursos profissionalizantes no segundo semestre de 2018. Desde o início do ano, foram 160 bolsas para cursos de auxiliar administrativo, auxiliar de escritório e operador de computador. Até o fim de 2018, serão incluídas novas formações como auxiliar de recursos humanos e auxiliar pessoal, por exemplo. Nos próximos meses, além das novas bolsas, o CATe Lapa terá cursos rápidos de postura profissional.

SERVIÇO
Programa Lapa Oportunidades (5ª edição)
Cursos de vendedor e empreendedor em pequenos negócios

Período de inscrições: de 23 de julho a 3 de agosto
Horário: 8h às 17h
Locais:
CATe Lapa: Rua Guaicurus, 1000
CATe Perus: Rua Ylídio Figueiredo, 349
CATe BrasilândiaAv. João Marcelino Branco, 95
CATe Pirituba: Av. Dr. Felipe Pinel, 12