Peixe na Trança de Bacon é sugestão sofisticada

Peixe na Trança de Bacon é sugestão sofisticada

A famosa frase “Bacon é Vida” passa fazer ainda mais sentido na receita desenvolvida pelo chef Melchior Neto. A combinação de peixe filhote com o defumado suíno garante uma suculência e sabor únicos!

Peixe na Trança de Bacon é sugestão sofisticada
(Divulgação)

De preparo rápido, a receita promete surpreender todos os paladares. Confira!

Peixe Filhote na trança de bacon
Por Melchior Neto

Ingredientes
500g de filé de peixe filhote sem pele500g de bacon fatiado em tiras largas
2 cebolas roxas
200 g de tomate-cereja cortado ao meio
200 g de azeitonas pretas
Azeite
Dry Rub
Salsa Picada

Modo de preparo
Tempere os filés de filhote com o dry rub. Em seguida faça tranças com o bacon fatiado. Embrulhe separadamente cada filé nas tranças e coloque em uma assadeira funda. Acrescente a cebola roxa cortada em 4 partes, os tomates-cereja cortado ao meio e as azeitonas pretas. Regue com azeite e leve ao forno pré-aquecido em 200° por 30 minutos.

Sirva com arroz integral.

Serviço:
Gema Restaurante
Endereço: Rua das Paineiras, 378 – Jardim, Santo André– SP
Horário de funcionamento: das 11h às 19h
Delivery e Drive Thru: 4436-3773/ 94357 8437 (Whatsapp)

Madero inaugura unidade container no litoral

(Divulgação)

Com investimento de quase R$ 3 milhões, segundo comunicado divulgado à imprensa, o Madero Container inicia atividades em Guarujá, no litoral de São Paulo. Construído com containers reciclados, o modelo de negócio prevê menos opções de cardápio e o cliente faz o pedido nos totens de autoatendimento. Há ainda a possibilidade de compra pelo aplicativo da marca.

Fundado pelo Chef Junior Durski, o Grupo Madero é uma rede de restaurantes composta por mais de 200 unidades em mais de 70 cidades brasileiras. Entre as opções mais vendidas, segundo a empresa, está o Cheeseburger Madero (pão crocante assado na hora, alface e tomates orgânicos e frescos, queijo tipo cheddar, maionese artesanal, 180g de carne pura e grelhada em fogo forte), acompanhado por batatas fritas crocantes por fora e macias por dentro.

Costeletas de Tambaqui e Patarashca do Restaurante Amazônico

Restaurante amazônico, em São Paulo (Divulgação)

O Restaurante Amazônico, especializado em pratos da região norte do Brasil, é comandado pelos chefes Jhosy Bitencourtt e Adriano Cucato. Eles apostam na gastronomia do Pará, com toques pessoais e influência internacional.

Logo na entrada, é possível se deliciar com Homus – de feijão manteiguinha, com azeite trufado, abóbora assada na parrilla e vinagrete de ervas da Amazônia (R$ 49,00);  Camarões na Crosta de Tapioca – Camarões rosa empanados na farinha de tapioca com maionese jambu e geléia de pimenta, dedo-de-moça (R$ 119,00); Ceviche A La Parrilla – Peixe Camorim com mexilhão na brasa, leite de tucupi, pimenta dedo de moça e cebola roxa (R$ 45 a 60);  ou o Gravilax – Peixe Regional curado a moda escandinava com ervas da Amazônia, geléia da estação e brotos (R$ 55). 

O menu ainda traz opções como o Queijo Brie By Amazônico- queijo empanado com castanha do Pará, mini salada de panc’s, vinagrete de guaraná e banana da terra crocante (R$ 52,00), Sashimi de Camorim – peixe fresco regado com leite de taperebá, raspas de limão siciliano, pimenta de cheiro e pipoca de tapioca (R$ 58,00) e Pérola do Mar – Viera Marinada com azeite, raspas de limão siciliano, camarão grelhado na Parrilla, crocante de pão e queijo grana Padano (R$ 65,00).  

Entre os pratos principais estão a Paella Amazônica – arroz bomba com açafrão, frutos do mangue, ervas da floresta e tucupi (R$ 79,00), Filé de Peixe na Manteiga de Cumaru – com espuma de mangarataia, caviar de jambu e vinagrete de talo rúcula (R$ 89,00); Risoto de Pirarucu – com tomate cereja salteado, redução de tucupi, camarão grelhado e sal defumado (R$ 65,00).  Costeletas de Tambaqui – com purê de Piracuí, jambu caramelizado e espuma de banana da terra defumada na parrilla (R$ 91,00),  Medalhão de Filé Mignon no Sous Vide – flambado com cachaça de jambu, purê de batata amanteigado com castanha do Pará tostada (R$ 80,00) e Patarashca – peixe tambaqui da Amazônia marinado, assado na parrilla e servido na folha de bananeira com macaxeira frita e cuscuz amazônico (R$ 245),  entre outras opções da casa.  

Para acompanhar as iguarias o Restaurante Amazônico oferece drinks autorais como: Erva da Sedução – vodka, açaí, sumo de limão, xarope de açúcar,  xarope de cumaru, espuma de cupuaçu e flor comestível (R$ 40,00); o drink Akuanduba – Gin, licor de jambu, sumo de tangerina, sumo de limão, xarope de açúcar, água com gás, angostura aromatics e alecrim (R$ 38,00). Além do Manaós Tiki, preparado com cachaça branca, sumo de limão, creme de coco, creme de manga e xarope de açúcar (39,00), entre outros. 

As sobremesas reúnem sabores clássicos da Amazônia, como Banana da Terra Assada – na brasa, servida com pannacotta de canela diet e melaço de mandiocaba (R$ 26,00); Mousse de Chocopu – chocolate 70%, cupuaçu e praliné de castanha do Pará (R$ 28,00); Brownie de Castanha – com sorvete de tapioca(R$ 29,00); Pudim de Tapioca e calda de açaí (R$ 20,00); Profiteroles – Com recheio de creme de cumaru e açaí cristal (R$ 30,00). Além das opções de sorvetes com sabores da Amazônia (R$ 25,00).

Serviço

Restaurante Amazônico

Endereço: R. Colômbia, 217 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, 01438-000
Dias de funcionamenro: de terça a domingo
Almoço: das 12h às 15h de terça à sexta e domingo das 12 às 17h
Aos sábados: das 12h às 00h30
Jantar: das 19 às 22 de terça a quinta e de sexta 19 às 22h

Lotação: O restaurante está trabalhando com números limitados devido a pandemia Covid 19 
Reserva: (11) 95378-8320

Estacionamento: Serviço de Valet

Aceita-se todos os cartões de crédito, débito, dinheiro. 
Acesso para deficientes físicos. 

Jabaquara recebe Festival de Torresmo, Chopp Artesanal e Churros

(Divulgação)

Começa hoje (6) e vai até domingo o Festival do Torresmo, Chopp Artesanal e Churros que promete movimentar o bairro do Jabaquara, na zona sul de São Paulo. O evento ocorre na Praça Barão de Japurá, na Vila Guarani, uma das mais conhecidas da região e conta com atrações musicais.

Joelho, costelinha, “pururuca”, bacon. As opções aos visitantes são para todos os gostoso.

Além dos 20 food trucks variados, o Chef Adan Garcia participará do festival com o que há de melhor e mais inusitado quando falarmos de carne suína, como o torresmo mineiro, torresmo de rolo, torresmo recheado, entre outras delícias. 

Para os amantes do típico doce espanhol, as opções variam do tradicional churros de doce de leite ao morango com Nutella entre outras combinações. E não faltarão os tradicionais hamburgueres artesanais, milkshakes, crepes recheados e diversas comidas especiais.

Para animar os dias festa na região, durante o evento terá música ao vivo (voz e violão). A entrada e as atrações culturais são gratuitas para toda a família. Os preços dos lanches e pratos variam entre R$ 5,00 e R$ 40,00. Para as crianças será montado um amplo Espaço Kids e no evento os “pets” são bem vindos. 

Vale ressaltar que os festivais seguirão os protocolos no combate à Covid-19, com o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social. A organização é da Focus Produções e Eventos.  

Serviço

2º Festival de Torresmo, Chopp Artesanal e Churros no Jabaquara 
Dias 6,7 e 8 de novembro das 12h às 23h
Praça Barão de Japurá – Jabaquara
Entrada franca
O evento aceita todos os cartões de débito e crédito
Espaço KIDS e PET amigo.

Preço médio: De R$ 5,00 a R$ 40,00

*AI

Rede de bares inaugura oitava unidade na Capital

(Divulgação)

A cidade de São Paulo está prestes a ganhar uma nova unidade do Quintal do Espeto. A oitava unidade da rede de bares será aberta dia 30 de outubro no bairro Santana, zona norte da Capital.

O local será ideal para celebração de aniversários, confraternizações de empresas, happy hour e sempre contará com programação musical ao vivo, diferenciada todos os dias.

Os sócios Pedro de Barros Mott, Pedro Mott Filho e Marcelo Tobias estão otimistas com a nova unidade.

“Essa unidade tem valor muito grande para mim, fica bem próximo do local onde eu nasci e fui criado no Jardim São Paulo. É uma honra abrir uma unidade em uns dos melhores lugares de São Paulo, Santana é um bairro que moram muitas famílias tradicionais, um dos maiores polos de eventos do Brasil, nossa expectativa é enorme para receber esse novo público”, afirma Pedro de Barros Mott.

A nova unidade em Santana terá a mesma identidade que caracteriza o Quintal do Espeto. Espaço amplo com 1800 m², teto retrátil, ambiente arborizado e climatizado, palco com estrutura para receber grandes artistas, espaço kids, boutique com itens exclusivos para churrasco, vallet e um espaço com muito entretenimento para a família toda, junto com a grande variedade de opções no cardápio e o já tradicional atendimento.

Serviço

Quintal do Espeto Unidade Santana
Inauguração: Dia 30 de outubro de 2020
Endereço: Avenida Ataliba Leonel, 1239
Telefone: (11) 5095-6565
https://www.quintaldoespeto.com.br/

Belém: Sabores da capital criativa da gastronomia em São Paulo

(Divulgação)

A culinária paraense é uma das mais ricas e diversificadas do Brasil. Seus pratos exóticos e diferenciados fazem uso de ingredientes típicos da Amazônia, com isso conquistou fama mundial. 

Recentemente, Belém recebeu a renovação do título internacional de cidade criativa da gastronomia, concedido pela UNESCO. O primeiro título veio em 2015 e, desde então, a cada nova avaliação a capital paraense se mantém no posto. 

Mesclando influências indígenas, africanas e dos colonos portugueses, os paraenses criaram iguarias de sabores únicos, como os famosos Pato no Tucupi, Tacacá, Maniçoba e o vatapá paraense.  

O Pará também dispõem de uma impressionante variedade de frutas e frutos que só existem naquela região, e outras que só se encontram no estado: O famoso açaí (o ouro negro da Amazônia), taperebá, bacuri, cupuaçu, pupunha, tucumã e a castanha do Pará, fruto da castanheira do Pará.  

Na cidade de São Paulo, é fácil encontrar os principais pratos da culinária paraense. Na Vila Mariana o restaurante Amazônia Soul, comandado pelo chef Pedro Amaral, serve o tacacá, que no frio faz a alegria dos paulistanos curiosos por descobrir novos sabores, e dos nortistas que aqui vivem.  

Pedro conta que desde pequeno sonhava em poder levar a cultura de sua cidade para outros estados.  

“Eu viajava à São Paulo, e nos momentos de lazer gostava de provar as mais diferentes culinárias que se têm por aqui, mas eu sentia falta de um espaço que representasse toda a riqueza da culinária nortista, com ênfase na culinária paraense, que é a minha paixão”.

O Restaurante

O restaurante Amazônia Soul está localizado na rua Áurea, 361, Vila Mariana. Com cardápio fixo, faz entregas para até 7 km ou retirada no local. Entre as sugestões estão; Isca de Dourada (R$ 9,90), Costela de Tambaqui (R$ 54,90), Pirarucu de casaca (R$59,90), Tacacá em versão grande (R$ 27,90) e Mini (R$19,90) e açaí paraense orgânico e 100% puro (R$ 25,90 – 500ml). Pedidos pelo tel. (11) 5083-4046  Instagram: @amazoniasoulsp.  Atendimento ao público: Sex, 16h às 22h. Sáb, 12h às 20h, Dom, 12h às 18h. Delivery e Take Away: Qua e Qui  de 12h às 18h e Sex.: de 12h às 22h. Sábado, 12h às 20h, Dom, 12h às 18h. 

*Com informações da AI

‘Viva! Itália’ apresenta a gastronomia de 20 regiões do país

Grupo La Bella Itália (Divulgação)

A Hospedaria de Imigrante do Brás, inaugurada em 1887, foi o local que acolheu e encaminhou a novos postos de trabalho milhares de pessoas, das mais variadas origens. Durante seus 91 anos de funcionamento, passaram pelo edifício cerca de 800 mil italianos, nacionalidade predominante dentre as 70 registradas na documentação histórica.

Em celebração à essa cultura, o Museu da Imigração – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – promove a segunda edição do “VIVA! Itália” no dia 20 de outubro (domingo), das 10h às 18h, como parte da 8ª Settimana della Cucina Regionale Italiana. O evento, realizado em parceria com o Consulado Geral da Itália em São Paulo, trará apresentações artísticas, palestras, gastronomia com a participação de chefs italianos, degustações, entre outras atrações.

A bilheteria funcionará até as 17h e ingresso pode ser adquirido antecipadamente e custa R$10.

No palco, montado no jardim do complexo histórico, os visitantes poderão prestigiar o grupo La Bella Itália, às 11h30, seguido por um cerimonial de abertura da programação, às 12h, com a presença de autoridades. A partir das 13h, a cantora Debora Sanna, acompanhada pelo guitarrista Kaneo Ramos e o baixista Rafael Aragão, irá misturar o jazz italiano dos anos 1930 com os boleros e swing de 1950, passeando pelos grandes clássicos da música desse país nessas e em outras décadas.

Durante os intervalos das apresentações, chefs italianos compartilharão informações interessantes sobre as particularidades da culinária e os ingredientes de cada região em entrevistas exclusivas. A partir das 14h, o pocket show dos irmãos Darius e Giuliano Emrani, do I fratelli d’ITALICA, contará com quatro canções surpresas para aproximará o público da Itália.

Os últimos shows do dia ficarão por conta da Camila Santiago, cantora mezzosoprano e solista, e do pianista Thiago Ueda, interpretando de cantigas folclóricas a árias de Ópera, às 15h, e da Mel Freire, com o violonista Paulino Conrado, que encantarão o público com um repertório ítalo-brasileiro em estilo bossa nova, MPB e sambajazz, às 16h30.

O grande destaque do evento é a presença da gastronomia que representa as 20 regiões da Itália, com a participação de chefs internacionais e restaurantes que integram a 8ª Settimana. As tendas de alimentação estarão localizadas no jardim da antiga Hospedaria e, também, haverá um menu especial no restaurante do Arsenal da Esperança, instituição assistencial vizinha ao MI, que acolhe cerca de 1200 moradores de rua por dia.

Entre os sabores únicos oferecidos nos cardápios, será possível apreciar um sanduíche com linguiça calabresa picante, queijo caciocavallo, pimentão e batata da Calabria, cannoli recheado com ricota da Sicilia, lasanha com ragu de carnes mistas e molho bechamel da Emilia-Romagna, bolinho de arroz sardo e açafrão com creme de queijo pecorino (de ovelha) da Sardegna e sanduíche de carne suína, rúcula e molho verde (salsinha, estragão e sálvia) da Toscana, além de pratos característicos da Campania, do Vêneto, entre outras localidades.

Para quem tem o interesse de descobrir ainda mais sobre as heranças dessa culinária, a sala de acolhimento da instituição receberá um laboratório de mozzarella, às 12h, uma degustação de azeite, às 14h, e uma degustação de vinho às 16h. Já no auditório, por meio de uma parceria com o Instituto Italiano di Cultura, haverá exibição de filmes. Ainda nesse ambiente, a imigração dos italianos para o Brasil será abordada pelo historiador e pesquisador do Museu da Imigração, Henrique Trindade, às 15h e, na sequência, será promovido o bate-papo “Mangiare all’Italiana” com os chefs italianos presentes no evento.

O Viva! Itália contará, ainda, com um espaço infantil com piscina de bolinhas, gangorras pequenas e desenhos para pintar, garantindo muita diversão e interação com as famílias. A criançada poderá, também, participar de uma oficina de língua italiana, às 13h30, no Atelier Educativo localizado na exposição de longa duração “Migrar: experiências, memórias e identidades”. O mesmo local, às 15h30, receberá uma introdução ao idioma voltada ao público adulto.

Serviço 

VIVA! Itália

  • Data: 20 de outubro (domingo)
  • Hora: 10h às 18h (bilheteria até as 17h)
  • Entrada: R$10 (http://www.ticketfacil.com.br/eventos/mi-viva-italia.aspx)
  • Local: Museu da Imigração (Capacidade limitada e sujeito à lotação)
  • Restaurantes participantes: Antonietta CucinaAttimo Per QuattroButtinaCasa Santo AntônioDue Cuochi CucinaLeggeraMaremonti Trattoria & Pizza, Mondo Gastronômico, Pettirosso RistorantePicchiPiselliRistorantino, Santo Colomba, SensiGastronomia, SpadaccinoSupra di Mauro Maia, Terraço Itália, Trattoria Fasano, Tre Bicchieri e Vinarium Antica Trattoria

Museu da Imigração

  • Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca – São Paulo/SP

Capital abre inscrição para quem vende comida na rua

(Arquivo/Agência Brasil)

A Prefeitura de São Paulo abre hoje (1) as inscrições para o credenciamento de comerciantes de comida de rua que desejam participar dos eventos do município. O processo tem como objetivo abastecer o banco de dados de interessados em comercializar produtos alimentícios e/ou bebidas durante os eventos organizados e equipamentos geridos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Trabalho. As inscrições devem ser feitas presencialmente até 16 de agosto.

Para se credenciar, o interessado deverá entregar a documentação exigida e o formulário de inscrição preenchido presencialmente na seção de protocolo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, localizada na Av. São João, 473 – 5º Andar, sala 11 – Centro, de segunda a sexta, das 9h às 17h ou por meio do e-mail [email protected]

Os credenciados participarão dos sorteios para compor os eventos e feiras promovidos pela secretaria pelo período de 12 meses. Estes sorteios serão realizados na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e divulgados com pelo menos dois dias de antecedência.

A publicação de um novo chamamento poderá ocorrer durante a vigência deste edital, caso haja algum evento neste período. Só poderão participar desses sorteios os interessados que já tiverem seu credenciamento habilitado.

Documentação necessária:

  • Formulário de Inscrição 
  • Cópia do contrato social devidamente registrado ou Certificado da Condição de Microempreendedor Individual – CCMEI, emitido pela Receita Federal;
  • Cópia RG e o CPF dos sócios da empresa, quando houver;
  • Comprovante de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ;
  • Comprovante de inscrição no CCM – Cadastro de Contribuintes Mobiliários;
  • Declaração de que os equipamentos que serão utilizados atendem às condições técnicas necessárias em conformidade com a legislação sanitária, de higiene e segurança do alimento, controle de geração de odores e fumaça;
  • Certificado de realização de Curso de Boas Práticas de manipulação de alimentos, com carga horária mínima de oito horas, promovido pelos órgãos competentes do Sistema Municipal Vigilância em Saúde do Município de São Paulo 
  • Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV no Município de São Paulo em nome do credenciado para os equipamentos da Categoria A;
  • Inscrição no Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde – CMVS do Município de São Paulo.

Restaurante Coco Bambu inaugura unidade em Osasco

Por Rai Maximiano, colaboração para o SP Agora

(Rai Maximiano/SP Agora)

O Coco Bambu, restaurante fundado em Fortaleza, Ceará, inaugurou, esta semana, a primeira unidade na cidade de Osasco, na grande São Paulo. Presente em 14 estados, a rede conta com 35 operações em todo o Brasil.

Foram três anos de negociação até a chegada do Coco Bambu ao SuperShopping Osasco, com um espaço para 600 convidados.

“São cerca de 180 funcionários contratados”, conta o diretor executivo da loja em Osasco, João de Deus Costa Lima Filho. “Mantivemos 95% do cardápio. Às vezes, um produto é mais abundante em uma região do que em outra”.

(Rai Maximiano/SP Agora)

A maioria dos pratos é focada na culinária a base de frutos do mar.

A história da marca começou em 1989, na capital cearense. De lá para cá, a rede expandiu para o Nordeste, para Brasília e, por fim, chegou a São Paulo em 2012. Hoje, o Coco Bambu tem seis unidades na capital paulista e 12 no estado, com previsão de abertura de mais lojas até o final do ano.

“Posso adiantar haverá uma unidade em Sorocaba. E estamos fechando acordo para abrir em outras cidades”, antecipa o executivo.

Para Carolina Bonafé, gerente de marketing do SuperShopping Osasco, o Coco Bambu faz parte do movimento de expansão do município.

“Hoje a cidade é sede de grandes corporações. As marcas estão vindo para Osasco e percebendo que aqui também é um polo executivo”.

(Rai Maximiano/SP Agora)

Para a gerente, o Coco Bambu veio para diversificar a ideia de sofisticação. “Haverá uma troca nessa parceria. A clientela do restaurante passará a conhecer nosso shopping e quem já frequentava aqui vai se interessar pelo Coco Bambu”, finaliza, ao destacar que o ambiente terá espaço dedicado às crianças.

Além da comida característica, o Coco Bambu produz suas próprias bebidas. O espumante e os vinhos, branco e tinto, são fabricados por uma vinícola portuguesa. Já a cerveja é produzida em parceria com a marca de cervejas artesanais WÄLS. Estão disponíveis no cardápio opções de peixe, frutos do mar, pastéis, escondidinhos, lagostas e camarões. Para quem preferir, existem opções de frango, filé mignon, carne de sol e costela suína. 

Serviço

O restaurante Coco Bambu fica no segundo piso do SuperShopping Osasco. Com música ao vivo todos os dias, a casa abre às 11h e fecha para entrada de clientes às 23h. O shopping fica na Avenida dos Autonomistas, 1828, próximo à estação Osasco da CPTM, que tem acesso pelas linhas 8 diamante e 9 esmeralda.

Festival na Ceagesp traz cardápio com peixes e frutos do mar

Paella a Marinera (Divulgação)

Quem curte peixes e frutos do mar tem uma grande atração para este fim de semana: A Edição de Verão do Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp. No maior entreposto de alimentos da América Latina, dá para comer o quanto quiser todas as dezenas de opções do cardápio de mais uma semana do evento.

Camarões Assados no Espeto, Paella à Marinera, Camarões Crocantes com Tártaro e Limão, Escondidinho de Camarão e Camarão na Moranga. Esses são apenas alguns dos itens do menu que o público pode saborear neste evento.

Camarão no espeto (Divulgação)

Mas para aqueles que gostam mais de peixes, também não faltam opções. Neste fim de semana, quem for ao Festival vai encontrar um Pirarucu Assado Inteiro, Também vai poder degustar Pescada à Fiorentina e ainda saborear Medalhão de Picanha do Mar. Toda semana, novos peixes e novas receitas substituem os da semana anterior. 

Pratos extras

No Festival, além das dezenas de itens oferecidos diariamente, o público encontra ainda pratos especiais, inclusos no cardápio de cada dia. Na quarta-feira, por exemplo, tem Caranguejada.

Ostras (Divulgacao)

Ostras à vontade, toda quinta. A sexta-feira é o dia do Camarão Cremoso servido no Coco Verde. Aos sábados, são duas opções. Tem Tilápia Crocante, no almoço, e Spaghetti com Camarão no Parmesão Grana Padano, no jantar.

Spaghetti com Camarão no Grana Padano (Divulgação)

O Spaghetti com Camarão reforça o cardápio também aos domingos.

Mas as pessoas já podem comer assim que chegam ao evento. O público é recepcionado com Casquinha de Siri e Acarajé, bem quentinho, feito na hora, por uma autêntica baiana. Esses são apenas alguns dos pratos de entrada, que também podem ser repetidos quantas vezes a pessoa quiser.

A baiana Iara e seu Acarajé (Divulgacao)

Uma completa mesa de saladas, com opções de frutos do mar, está sempre à disposição do público. Nesta oitava semana, Lula com Chilli e Rúcula, Marisco ao Vinagrete e Marisco na Casca são algumas das delícias dessa etapa mais refrescante do evento. Pirão de Peixe, Tortelli de Beterraba e Salmão, Arroz Branco e Arroz com Alho e Salsa são alguns dos pratos de acompanhamento, também inclusos no menu.

O preço por pessoa é de R$ 79,90. Esse valor dá direito a comer quantas vezes aguentar (exceto bebidas e sobremesas, que são cobradas à parte). Crianças de até cinco anos não pagam. De seis a dez, pagam metade do preço. No Festival Ceagesp, também não há cobrança de taxa de serviço.

Funcionamento

A Edição de Verão do Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp é realizada de quarta a domingo. De quarta a sexta, o horário é das 18h à 0h. Aos sábados, das 12h às 17h, e das 18h à 0h. Aos domingos, das 12h às 17h. 

A entrada é pelo Portão 4 da Ceagesp, na altura do nº 1.946 da av. Dr. Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina, zona oeste da capital. O estacionamento, no mesmo local, tem preço especial para os frequentadores do evento.