Marte: China publica fotos coloridas tiradas no planeta vermelho

(Rede Social/Reprodução)

A Administração Espacial da China divulgou hoje (11) uma imagem panorâmica de 360 graus e duas fotografias em cores da superfície de Marte e dos dispositivos da sonda Tianwen-1, que chegou ao planeta vermelho em 15 de maio.

A imagem mostra os arredores da zona de pouso, um terreno plano e pedregoso, e foi registrada pelo veículo Zhurong – uma homenagem ao Deus do Fogo da antiga mitologia chinesa.

“A superfície próxima é relativamente plana, com pedras lisas, de cores claras e de diferentes tamanhos, espalhadas e semienterradas. Há um buraco no fundo com pedras mais escuras e angulares na margem”, detalhou a Administração Espacial da China em comunicado.

A imagem também mostra a rampa de descida para o terreno marciano e a parte traseira do Zhurong, com painéis solares. “A abundância e o tamanho das pedras correspondem às expectativas”, diz a nota.

A outra fotografia mostra a plataforma de aterrissagem, com a rampa de descida do Zhurong e uma bandeira chinesa desfraldada.

No final da rampa, podem ser vistas as marcas deixadas pelo veículo na superfície marciana, que formam um círculo.

Na terceira imagem, o Zhurong afastou-se da câmara descartável, que normalmente carrega no porão, e recuou alguns metros.

Assim, tanto o veículo quanto a plataforma podem ser vistos mais ao fundo.

“A imagem foi transmitida sem ligação por fio ao veículo, que então a reencaminhou para a Terra por meio do módulo de órbita”, detalhou o texto.

De acordo com a agência chinesa, o módulo de órbita está em boas condições, e o veículo opera na superfície de Marte há 28 dias marcianos.

O Zhurong faz parte da missão chinesa Tianwen-1, que partiu para o espaço em julho de 2020 e cuja sonda de pouso atingiu a superfície do planeta em 15 de maio, na parte sul da chamada Utopia Planitia, uma planície localizada no hemisfério norte.

Tianwen-1 é a primeira missão de exploração da China a Marte e a primeira na história a combinar viagem, entrada em órbita e descida numa única missão.

Cientistas chineses pretendem encontrar mais evidências da existência de água ou gelo no planeta, bem como realizar pesquisas sobre a composição material da superfície ou sobre as características do clima.

Por RTP

Helicóptero da Nasa faz voo teste em Marte

Concepção artística do veículo voador Ingenuity (Nasa/via Agência Brasil)

O pequeno helicóptero espacial Ingenuity, da agência espacial norte-americana, a Nasa, subiu aos céus de Marte. A manobra era esperada com grande expectativa pelos controladores da missão, devido à fina atmosfera marciana.

Os primeiros dados recebidos informavam que tudo ocorreu como previsto e pouco depois chegou a confirmação de que o teste foi executado com perfeição.

As imagens transmitidas pela Nasa mostram a equipe comemorando, depois de terem recebido as primeiras informações e um pequeno vídeo, registrado pelo rover Preserverance, revelando o pequeno voo do Ingenuity.

De acordo como a equipe da Nasa, o helicóptero fez um curto voo vertical e subiu a uma velocidade de 28 metros.

Uma entrevista coletiva dos controladores da missão está prevista para as 15h, quando eles darão mais detalhes sobre o voo teste.

* Com informações da RTP – Rádio e Televisão de Portugal

Perseverance fotografa arco-íris em Marte e esclarece mistério

Um fenômeno inusitado foi capturado pelo sonda robô Perseverance, da agência aeroespacial norte-americana Nasa, que explora desde fevereiro o solo marciano. Uma foto tirada pela Perseverance mostra um arco-íris no céu do planeta vermelho – algo considerado impossível, já que o fenômeno ocorre por causa da refração da luz solar nas partículas de água suspensas na atmosfera. Como Marte possui uma atmosfera fina e gelada, não há possibilidade de haver água em estado líquido circulando livremente pelo ar.

Após ganhar repercussão em redes sociais, a foto publicada pela Nasa teve que ser elucidada. O perfil da sonda exploradora no Twitter frustrou teorias conspiratórias que tentavam explicar o fenômeno de forma não científica.

Segundo pesquisadores da Nasa, o fenômeno registrado não era exatamente um arco-íris, e sim um reflexo de lente muito comum, o lens flare. Esse fenômeno ocorre quando a luz bate diretamente sobre uma lente de câmera em um ângulo oblíquo e se espalha pela superfície de vidro, o que causa o registro de uma luz brilhante, geralmente em forma de gota ou círculos.

A imagem foi capturada pela câmera traseira da sonda, que serve para identificar possíveis perigos na rota de movimentação do veículo. Essa câmera, chamada HazCam, faz parte do sistema autônomo de movimentação da Perseverance.

https://twitter.com/NASAPersevere/status/1379536046338154498/photo/1

Imagens mostram nave da Nasa pousando em Marte

A Nasa divulgou o primeiro vídeo do robô Perseverance durante pouso histórico em Marte no último dia 18. Nas imagens, é possível ver o momento exato que ele abre o paraquedas e toca o solo do planeta em segurança.

Durante o vídeo, é possível ouvir um dos cientistas que coordenam a missão:

“Tenho certeza que vamos estudar esse vídeo por muitos, muitos anos, em busca dos detalhes”. 

O Perseverance é uma missão que pousou em Marte na última quinta-feira (18), sete meses depois de ter partido da Estação Aérea de Cabo Canaveral, localizado na Flórida.

A estrutura pousou na cratera de Jezero, um antigo lago marciano, e passará dois anos em busca de sinais concretos de vida microbiana passada no planeta. Parte do material encontrado deve vir à Terra para passar por pesquisas.

O robô tem 19 câmeras e o Ingenuity, nave semelhante a um helicóptero que conduziu sua aterrissagem, tem mais quatro.

Objetivos da missão

Se todo esse trabalho dos engenheiros acontecer conforme o planejado, o veículo da Agência Espacial Europeia, pode começar sua jornada para o planeta vermelho em 2026, pousando em 2028 e ajudando a entregar as amostras de volta à terra em 2031.

Os cientistas querem saber como era Marte bilhões de anos atrás, quando tinha rios, lagos e oceanos que podem ter permitido que organismos simples e minúsculos florescessem antes do planeta se transformar no mundo desértico que é hoje.

*Com TV Cultura

Sonda da NASA pousa hoje em Marte e você pode ver ao vivo

Sonda viajou 484.773.006 km (NASA/Fotos Públicas/Reprodução)

A NASA se prepara para pousar a sonda InSight em Marte. Engenheiros do Laboratório de Propulsão, em Pasadena, na Califórnia, devem conduzir a sonda para que ela pouse com a ajuda de pára-quedas.

A sonda deve chegar a órbita marciana nesta segunda-feira, depois de viajar 484.773.006 km.

O pouso será transmitido ao vivo.

*com informações de Fotos Públicas