Carga com 350 mil maços de cigarro é apreendida

(Receita Federal/Reprodução)

Uma carga ilegal com 350 mil maços de cigarro foi apreendida no fim de semana pela Receita Federal e pela Polícia Rodoviária, em Botucatu, no interior de São Paulo. O cigarro contrabandeado foi descoberto pelo setor de inteligência da Receita.

A abordagem ocorreu no km 14 da rodovia que liga a cidade de Botucatu a rodovia Castello Branco. Os maços de cigarros apreendidos estão avaliados em R$ 1,7 milhão, segundo nota da Receita. O caminhão e a carga foram apreendidos.

Balanço

Apenas em 2021, a Receita Federal apreendeu 12 caminhões carregados de cigarro nas rodovias que corta o Estado de São Paulo. O total apreendido supera 4,4 milhões de maços de cigarro contrabandeados, um prejuízo calculado em R$ 22 milhões ao crime organizado.

Armadilha para furtar dinheiro em caixa eletrônico é descoberta

(Polícia Militar/Reprodução)

Uma armadilha usada por bandidos para furtar dinheiro depositado por clientes em uma agência bancária foi descoberta em Porto Feliz, interior de São Paulo. O dispositivo, instalado pelos criminosos na boca do caixa, onde o cliente coloca o envelope para depósito, chamou a atenção de uma pessoa que avisou a Polícia Militar.

No local, os Pms conseguiram recolher a armadilha e devolver R$ 400 à vítima. O mesmo dispositivo havia sido colocado neste fim de semana em outros caixas eletrônicos, mas a PM não informou quantos.

Os policiais removeram as armadilhas e os criminosos ainda não foram localizados. O caso foi registrado pela Polícia Civil, a quem cabe a investigação a partir de agora.

PM flagra baloeiros em sítio e 11 são detidos

(Polícia Militar/Reprodução)

A Polícia Militar de Jundiaí, no interior de São Paulo, flagrou um grupo de baloeiros em um sítio, no Bairro Chapirra, na manhã de hoje (27). Segundo a PM, 11 pessoas foram detidas, além de oito veículos apreendidos.

Os policiais disseram que o grupo estava prestes a soltar o balão quando foi abordado. Uma denúncia anônima ajudou os policiais a chegar ao local.

As 11 pessoas detidas foram levadas para a delegacia de Jundiaí, que vai registrar o caso.

Cenipa

Um relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB), estima que o Brasil tenha 100 mil balões soltos, por ano. Proibida por lei, a prática representa uma ameaça ao meio ambiente e também à aviação.

Entre 2010 e 2019, o Cenipa contabilizou pelo menos um incidente grave envolvendo balões e aeronaves, além de outros 22 eventos de risco próximos aos aeroportos. O órgão também destaca o crescimento no número de balões que carregam explosivos: pelo menos dois em cada dez (23,02%) levam fogos de artifício em sua engrenagem.

São Paulo e Rio de Janeiro são os estados que mais registram avistamentos de balões no Brasil.

Polícia apreende 350 quilos de pasta base de cocaína

(Polícia Militar/Reprodução)

A Polícia Militar apreendeu hoje (27) 350 quilos de pasta base de cocaína em uma casa, em Paraisópolis, na zona sul de São Paulo. Além da droga, pms se surpreenderam ao encontrar, em uma casa vizinha, um equipamento industrial usado para prensar o entorpecente.

O imóvel usado pelo tráfico de drogas foi descoberto durante uma operação de rotina da Polícia Militar na região. Policiais participavam de um bloqueio na Rua Herbert Spencer quando desconfiaram do comportamento de algumas pessoas em uma viela.

Durante a verificação, os pms perceberam, na primeira casa, invólucros de droga e a máquina para prensar as embalagens. A partir daí, a segunda casa, com a cocaína, foi identificada.

Apesar da quantidade de entorpecentes, ninguém foi preso.

Polícia recupera carga roubada de eletrodomésticos e prende três suspeitos

Policiais militares prenderam três homens e recuperaram um carregamento de eletrodomésticos roubado de um Centro Logístico de Distribuição em Guarulhos, na Grande São Paulo. O roubo ocorreu no início da manhã desta terça-feira (23), no Jardim Cumbica.

Os criminosos chegaram ao local em um caminhão baú (Iveco, branco, com placa adulterada), renderam três funcionários e anunciaram o assalto. Em seguida, eles carregaram o veículo com aparelhos de TV, micro-ondas, fogões, máquinas de lavar roupas e até geladeiras, fugindo em seguida, sem ferir ninguém.Acionados, Pms fizeram buscas, mas ninguém foi preso.

Já no início da noite, em patrulhamento, uma equipe da Força Tática avistou, em uma via do Jardim Presidente Dutra (Rua General Silva, próximo à Avenida Carmela Dutra), no mesmo município, um jovem que deixava um lava-rápido carregando uma caixa e que, ao avistar a viatura, correu para o interior do imóvel. Desconfiados, os Pms entraram no prédio, onde encontraram os eletrodomésticos roubados pela manhã.

O suspeito e outros quatro homens foram detidos, um deles menor de idade. Todos foram encaminhados ao Sétimo Distrito Policial de Guarulhos, mas apenas três deles, envolvidos diretamente na ação, foram autuados em flagrante por associação criminosa e receptação, uma vez que não foram reconhecidos pelas vítimas.

O adolescente e um rapaz, ambos funcionários do lava-rápido, compareceram apenas como testemunhas e foram liberados após prestar depoimento.

Por Paulo Edson Fiore, da Jovem Pan

Após perseguição e apoio de helicóptero, PM apreende carro cheio de mercadorias

Carro tinha cerca de R$ 80 mil em mercadorias (Polícia Militar/Reprodução)

Um carro carregado de mercadorias sem nota fiscal foi apreendido, em Batatais, interior de São Paulo, após uma perseguição que envolveu até o helicóptero Águia, da Polícia Militar. Segundo a PM, o suspeito fugiu de uma abordagem da polícia rodoviária, neste domingo (21), e acabou mobilizando viaturas de várias cidades.

No veículo, os policiais encontraram diversos aparelhos de informática, eletrônicos e perfumes, carregamento avaliado em mais de R$ 80 mil. O suspeito teria recebido a carga na cidade de Dourados, em Mato Grosso do Sul, e teria como destino São Sebastião do Paraíso, em Minas Gerais.

O homem foi conduzido, juntamente com os objetos apreendidos, à delegacia da Polícia Federal de Ribeirão Preto. Ele deve responder por descaminho.

PM apreende mais de 300 quilos de maconha

(Polícia Militar/Reprodução)

A Polícia Militar apreendeu hoje (21), em Pirapozinho, na região de Presidente Prudente, interior de São Paulo, mais de 300 quilos de maconha que estavam sendo transportados em um carro. Segundo a PM, durante uma fiscalização de rotina na Estrada Municipal José Favareto, o motorista de um carro, modelo Fiat/Mob, desobedeceu ordem de parada.

Os policiais iniciaram uma perseguição e conseguiram fazer com que o motorista parasse. Os pms dizem que o suspeito demonstrava estar bastante nervoso.

Durante as buscas no carro, os policiais encontraram 31 tijolos de maconha, somando mais de 300 quilos. O suspeito foi preso em flagrante e levado para a delegacia da cidade.

Estado autua quase 200 estabelecimentos no fim de semana

Agentes lacram estabelecimento que descumpriu restrição (Gov. do Estado de SP)

Por terem descumprido o toque de restrição contra a covid-19, implementado pelo governo de São Paulo, 197 estabelecimentos comerciais foram autuados em todo o estado no período da noite da última sexta-feira (12) até a noite de ontem (14). Os dados são do governo estadual.

Segundo o Palácio dos Bandeirantes, os estabelecimentos foram flagrados descumprindo a regra de restrição de circulação, horários de funcionamento ou as normas que preveem uso obrigatório de máscaras e distanciamento social no interior dos locais. A fiscalização é uma operação conjunta entre Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Procon-SP.

Os flagrantes da ação da Vigilância Sanitária em estabelecimentos comerciais resultaram em 151 autuações por desrespeito às regras de restrição de circulação, uso obrigatório de máscaras e distanciamento social. Desde 1º de julho de 2020, a Vigilância Sanitária realizou cerca de 4,4 mil autuações em razão da constatação de aglomerações e da presença de pessoas sem máscaras ou descumprindo das diretrizes de funcionamento do Plano São Paulo.

Para denunciar alguma irregularidade, a população pode ligar, 24 horas por dia, para o telefone 0800 771 3541 ou e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br. O descumprimento das regras pode implicar aos estabelecimentos multas de até R$ 290 mil. Pela falta do uso de máscara, que é obrigatória, a multa é de R$ 5.278 por estabelecimento, por infrator. Pessoas em espaços coletivos também podem ser multadas em R$ 551 pelo não uso da proteção facial.

Já os flagrantes das equipes de fiscalização do Procon-SP resultaram em autuações de 46 estabelecimentos por desrespeito à regra de restrição de circulação, uso obrigatório de máscaras e distanciamento social. Desde 26 de fevereiro, o Procon multou 146 estabelecimentos que estavam abertos indevidamente ao público consumidor.

As empresas flagradas pelo Procon-SP descumprindo as medidas são autuadas e podem ser multadas em até R$ 10,2 milhões, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor. 

Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil 

Homem é preso após tentar matar o irmão

(Polícia Militar de São Paulo)

Um homem foi preso hoje (7), em Osasco, na Grande São Paulo, suspeito de tentar matar o próprio irmão. Segundo a Polícia Militar, a vítima foi procurada pelo suspeito para tirar satisfação sobre um problema familiar.

Durante a conversa, o irmão teria sacado a arma e atirado. A PM foi chamada e conseguiu localizar o suspeito.

Segundo nota divulgada pela corporação, o homem confessou o crime e indicou onde a arma estava guardada. Os policiais apreenderam a pistola, de calibre que deveria ser de uso restrito das Forças Armadas, além de munição de diferentes calibres.

O suspeito foi preso em flagrante. Apesar do tiro, a nota da PM não informa se a vítima sofreu algum ferimento.

‘Toque de restrição’: fiscalização encontra baile com 190 idosos

PMs e agentes da Vigilância Sanitária fiscalizam bar (Gov. do Estado de SP)

A operação do Governo de São Paulo para fiscalizar o cumprimento ao toque de restrição, anunciado, nesta semana, pelo governador João Doria, encontrou, na última noite, um baile com 190 idosos. O flagrante foi registrado no bairro da Penha, zona leste de São Paulo, segundo nota divulgada pelo Estado. O local foi fechado e os idosos obrigados a deixar a festa.

A operação, que começou na sexta-feira (26), já fiscalizou pelo menos 64 estabelecimentos da capital, diz o comunicado. Parte dos estabelecimentos foi flagrada descumprindo a nova regra de restrição de circulação, horários de funcionamento e (ou) as normas que preveem uso obrigatório de máscaras e distanciamento social no interior dos estabelecimentos.

A fiscalização é uma operação conjunta entre Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Procon-SP. O trabalho de campo é feito pelos órgãos estaduais e conta com apoio de agentes municipais.

Entre a noite de sábado (27) e a madrugada de hoje, a Vigilância Sanitária autuou 13 de um total 32 estabelecimentos fiscalizados. Além do baile para idosos na Penha, os flagrantes ocorreram no bairro do Limão, zona norte, onde foi flagrada uma festa clandestina; e em restaurantes localizados no Jardim América e Vila Olimpia, que reuniam aproximadamente 200 pessoas e também foram esvaziados e fechados.

Na noite e madrugada anteriores, fiscais também inspecionaram 32 locais, com 10 autuações em pontos do Itaim Bibi, Pompéia e Pinheiros.

Desde 1º de julho de 2020, a Vigilância Sanitária já realizou mais de 197,3 mil inspeções e 3.512 autuações, diante da constatação de aglomerações e da presença de pessoas sem máscaras, ou seja, descumprimento das diretrizes de funcionamento do Plano São Paulo e do Decreto Estadual 64.959, que estabelece o uso geral e obrigatório de máscaras nos espaços de acesso aberto ao público.

Procon-SP

Nas duas primeiras noites em que passou a vigorar a restrição de circulação, o Procon-SP autuou, na capital, 23 locais que estavam abertos ao público consumidor entre o período das 23h às 5h, desrespeitando o toque de restrição. Na madrugada de domingo (28), as equipes flagraram e autuaram um total de 15 estabelecimentos irregulares, entre eles uma casa noturna no bairro da região da Zona Norte com várias pessoas aglomeradas, sem máscara e em ambiente fechado. A atividade foi encerrada e o local foi autuado por prática abusiva e será multado.

As equipes do Proncon-SP fiscalizaram um total de 68 estabelecimentos das regiões central e norte da cidade – entre bares, baladas, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos comerciais que prestam atividade não essencial. Os locais flagrados e autuados representam 33% desse total.

Polícia Militar

A Polícia Militar desenvolveu a Operação Toque de Restrição em todo o Estado, com o emprego de mais de 4 mil PMs. O balanço parcial aponta abordagem a mais 6 mil pessoas e 4,2 mil veículos vistoriados. Os números atualizados deverão ser divulgados nessa segunda-feira (29). Paralelamente também foi realizada a operação Paz e Proteção, com o objetivo de evitar a instalação de pancadões. De 1 de janeiro a 10 de fevereiro de 2021, foram realizadas mais de 600 ações em todo o Estado, com 170 prisões, além de apreensões de 22,3 quilos drogas e seis armas.

Denúncias e multas

Além das blitzes programadas, as fiscalizações da Vigilância também podem acontecer através de denúncias. A Secretaria de Estado da Saúde pede a colaboração da população no combate a irregularidades e disponibiliza dois canais para denúncias que podem ser registradas a qualquer momento, 24 horas por dia, pelo telefone 0800 771 3541 ou e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br.

O descumprimento das regras sujeita os estabelecimentos a autuações com base no Código Sanitário, que prevê multa de até R$ 290 mil. Pela falta do uso de máscara, que é obrigatória, a multa é de R$ 5.278 por estabelecimento, por infrator. Transeuntes em espaços coletivos também podem ser multados em R$ 551,00 pelo não uso da proteção facial.

As empresas que descumprirem o toque de restrição ainda podem ser multadas pelo Procon-SP, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor. “O fornecedor flagrado desrespeitando a medida anunciada será submetido a processo administrativo no Procon-SP, podendo ser multando em até R$ 10,2 milhões”, avisa o diretor executivo, Fernando Capez. “De acordo com o Código de Defesa do Consumidor é prática abusiva prestar serviço potencialmente perigoso à saúde violando normas regulamentares”, completa.

Restrição

A restrição de circulação se aplica a qualquer atividade não essencial e qualquer aglomeração em espaços coletivos, como estabelecimentos comerciais, bares, baladas, restaurantes, dentro dos critérios já estabelecidos pelo Plano São Paulo. Estes espaços privados estão sujeitos a fiscalizações, orientações e autuações pela Vigilância Sanitária e pelo Procon-SP. Além disso, os policiais farão bloqueios orientativos aos cidadãos em diferentes regiões do Estado.

*com Gov. do Estado de SP