Política

Cidadania expulsa Fernando Cury, acusado de assediar deputada Isa Penna

Decisão da Executiva Estadual do Cidadania determinou a expulsão do deputado Fernando Cury nesta segunda-feira (22). Cury foi flagrado, em dezembro de 2020, apalpando a também deputada Isa Penna (PSOL) e acusado de importunação sexual.

Quase dez meses após o ocorrido, o parecer favorável à expulsão de Cury, elaborado pelo Conselho de Ética do partido, recebeu 27 votos a favor e três contra.

O deputado já havia passado por suspensão de 180 dias, determinada pelo Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), como punição ao ato.

Momento em que deputado Fernando Cury apalpa deputada Isa Penna (Reprodução)

Nas redes sociais, Isa Penna se pronunciou sobre a decisão: “O partido respondeu à todas mulheres que se sentiram assediadas junto comigo há quase um ano. Seguirei na luta para que não haja espaço para outros Fernando Cury, um exemplo do que não se deve fazer nem com as câmeras televisionando tudo, nem nos corredores de ônibus, nos becos, vielas, nos espaços de trabalho e nos lares do Brasil”.

Siga nosso canal no Whatsapp

Fernando Cury deve seguir como deputado até o final de seu mandato, agora sem partido.

O site da TV Cultura procurou Fernando Cury para falar sobre a decisão, mas não obteve retorno.

Por TV Cultura

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios