Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Gatos são campeões de adoção e oferecem vários benefícios

Divulgação

Ainda que os brasileiros estejam se conscientizando cada vez mais da importância de adotar animais, ainda são inúmeros os cães e gatos que aguardam adoção em São Paulo e no resto do país. Em 2014, a Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou que o Brasil tem cerca de 30 milhões de animais abandonados.

Essa situação não é negativa apenas para os bichos, que passam fome, sede e ficam vulneráveis a doenças e ataques, mas também representa um problema de saúde pública. Afinal, além das zoonoses, eles podem causar acidentes no trânsito ou mesmo atacar pessoas.

Pesquisas já mostraram, contudo, que a execução de animais abandonados não é a melhor solução. Assim, medidas que precisam ser tomadas incluem a vacinação e a esterilização de animais, a conscientização da população e o estímulo à adoção.

Além disso, seria benéfico que os amantes de cães aprendessem com os fãs de gatos. Afinal, de acordo com dados de 2016 do Instituto Fess’Kobbi, apenas 41% dos cachorros em lares brasileiros foram adotados, contra 85% dos gatos. Os donos de cães continuam optando pela compra e preferindo animais de raça, apesar dos inúmeros casos recentes de maus-tratos em canis, até mesmo em um canil certificado de Osasco.

A popularidade dos gatos

Embora sejam considerados animais mais ariscos do que os cães, os gatos têm fãs muito fiéis e costumam fazer sucesso aonde quer que vão. Seja em desenhos animados, como no caso de Garfield, em filmes, como Sabrina, Aprendiz de Feiticeira, ou até mesmo em jogos online, como o caça-níquel “Pretty Kitty”, da Betway Casino, cheio de felinos fofinhos: os gatos adoram tomar os holofotes para si!

No YouTube, esses animais estão entre as estrelas mais populares. O vídeo “Nyan Cat”, por exemplo, foi publicado em 2011 e tem cerca de 163 milhões de visualizações atualmente — 100 milhões a mais do que o videoclipe da música “Balada” (Tchê Tchê Rere), do cantor Gusttavo Lima, a canção brasileira que, de acordo com uma matéria da Revista Veja, liderou os rankings musicais da Europa em 2012.

Mas e fora das telas? Os gatos conseguem ser uma companhia tão boa quanto a do melhor amigo do homem? A resposta é sim. Mesmo que você tenha a personalidade de dono de cachorro, precisa admitir que os felinos têm algumas vantagens em relação aos cães. Veja algumas delas a seguir.

Gatos são mais limpos

Em primeiro lugar, os gatos são animais bem mais higiênicos do que os cachorros. Eles gostam de se manter limpos e fazem isso com a língua, que é áspera e, assim, apropriada para essa auto-higienização.

Eles também costumam aprender sozinhos a fazer suas necessidades no local apropriado e ainda cobrem os próprios resíduos com areia. Para colaborar com a higiene do gato e da casa, contudo, o dono precisa fazer a sua parte também, por exemplo, escovando o animal e limpando a sua caixa de areia.

Gatos são independentes

Ao contrário dos cães, os gatos não demandam cuidados constantes, embora alguns sejam essenciais, como assegurar que tenham alimento, água e as vacinas em dia. Não é necessário levá-los para passear, embora alguns donos façam isso, e eles não precisam de muito espaço, nem exigem tanta atenção.

Gatos são mais evoluídos

Sim, uma pesquisa analisou dois mil fósseis de cães e gatos e revelou que, evolutivamente, os felinos são mais evoluídos. Inteligentes e estrategistas, os gatos são animais misteriosos e surpreendentes. Talvez por isso cativem tantas pessoas, online e offline.

Mitos sobre gatos

Afinal, gatos são perigosos para grávidas e crianças? Embora a toxoplasmose, também conhecida como “doença do gato”, seja sim um problema de saúde preocupante, especialmente para mulheres grávidas, a noção de que gatos e grávidas não podem ter qualquer contato é um mito. No portal Luisa Mell, uma entrevista com uma ginecologista mostra que a saúde da grávida e do bebê ficam devidamente protegidas se forem mantidos hábitos essenciais de higiene, especialmente em relação às fezes dos gatos.

Embora alguns pais se preocupem com a relação entre gatos e crianças, esse convívio pode ser muito positivo. Assim como no caso da gravidez, apenas algumas medidas precisam ser tomadas para que tanto o gato quanto o bebê, ou a criança, encontrem segurança e bem-estar nessa experiência.

Com cuidado e responsabilidade, a adoção de um gatinho pode trazer mais alegria, amor e até mesmo saúde para a sua casa. Se a família estiver bem informada e preparada para receber mais um membro, essa experiência trará inúmeros benefícios para todos os envolvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by