Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Pró-Sangue registra queda de 30% nas doações

(Arquivo/SP AGORA)

A chegada do período de férias é ansiosamente aguardada pela maioria das pessoas, mas existe um grupo que acaba sofrendo consequências negativas dessa época do ano: o das pessoas que precisam de sangue. Isso acontece porque muitos dos doadores viajam, o que acaba reduzindo o estoque nos hemocentros de todo o Brasil.

A Fundação Pró-Sangue tem registro histórico de 30% de queda das doações nesse período, que se acentua com a alta temperatura registrada nos termômetros. Atualmente, os sangues dos tipos O+, O-, A- e B- encontram-se em nível crítico na instituição.



Segundo Sandra Montebello, médica da Fundação Pró-Sangue, o alerta para o risco de faltar sangue é constante, mas aumenta no começo do ano. “Convocamos a todos para ajudarem a manter em funcionamento os atendimentos de urgência, emergência e cirurgias nos hospitais de São Paulo”, diz.

A doação é fundamental para a normalização das reservas. O médico da Fundação Pró-Sangue, Carlos Roberto Jorge, faz um apelo e reforça a importância de doar. “Festas, Carnaval e imunização contra a febre amarela no Verão diminuem consideravelmente os estoques. Vir bem alimentado e com documento de identificação para a entrevista de triagem inicial já é suficiente para ajudar”, afirma.

Para doar, é recomendável que os candidatos estejam bem hidratados no dia da doação. De acordo com um estudo feito pela Vanderbilt University Medical Center, nos Estados Unidos, a água sem nenhum aditivo pode ter um papel importante no controle da pressão sanguínea.

Os interessados em doar devem conferir os pré-requisitos básicos e os impedimentos à doação, para que não percam a viagem quando chegarem a um dos postos de coleta. Clique aqui para acessar essas informações.

*Conteúdo Governo do Estado de SP

1
×
Fale agora com nossa equipe!