Carro de jogador cai em penhasco após acidente

O volante Henrique, do Cruzeiro, passa bem após acidente automobilístico sofrido na noite de sexta-feira (26). Em tuíter publicado neste sábado (27), o clube mineiro publicou informa que o jogador passou por exames e não apresenta qualquer tipo de lesão ortopédica ou neurológica. Entretanto, por precaução, o atleta ficará internado por um ou dois dias no Hospital Mater Dei.

Henrique, jogador do Cruzeiro (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

O carro de Henrique caiu de um penhasco na noite de ontem, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. O local chamado de Mirante do Jatobá é de difícil acesso e tem altura aproximada de 200 metros.

O jogador, de 35 anos, estava sozinho no automóvel e foi atendido por bombeiros. Os primeiros atendimentos médicos foram realizados no hospital público João XXIII. Em seguida, ele foi removido o Mater Dei, um hospital particular.

Henrique estava emprestado ao Fluminense e foi anunciado, nesta última semana, como reforço da equipe celeste para a temporada.

Por Rodrigo Ricardo – Repórter da Rádio Nacional 

Passageiros de cruzeiro no Japão morrem de Covid-19

(NHK/Reprodução)

Autoridades do governo japonês informaram que dois passageiros do navio Diamond Princess morreram em decorrência do novo coronavírus. São as duas primeiras mortes entre os ocupantes da embarcação.

Os passageiros que morreram eram um homem e uma mulher, ambos na faixa de 80 anos de idade.

Com isso, o total de mortes no Japão chegou a três. A primeira vítima do vírus no país morreu na quinta-feira da semana passada (13).

O navio de cruzeiro Diamond Princess está ancorado no Porto de Yokohama, próximo a Tóquio. Os passageiros estão em quarentena desde o último dia 5, determinada pelo governo japonês por causa do surto do novo coronavírus.

Novos desembarques do navio

O segundo grupo de passageiros do navio Diamond Princess, afetado pelo novo coronavírus, deixará a embarcação nesta quinta-feira (20). A infecção foi confirmada em 621 passageiros e tripulantes.

Segundo o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão, pessoas que testaram negativo para o vírus e não apresentam sintomas estão recebendo permissão para desembarcar desde ontem, após um período de quarentena de 14 dias.

A pasta informou que 443 pessoas deixaram a embarcação, sendo que 90% delas são japonesas. Disse ainda que aproximadamente mais 50 pessoas devem desembarcar hoje e que metade delas não é japonesa. Espera-se que a maioria dos passageiros desembarque do Diamond Princess até esta sexta (21).

O Ministério da Saúde pede que qualquer um que tenha testado negativo, mas compartilhado uma cabine com algum passageiro infectado, permaneça a bordo do navio por mais 14 dias, a partir do momento da separação de um do outro.

Autoridades da pasta planejam telefonar por vários dias para aqueles que voltaram para casa, com o objetivo de checar o estado de saúde deles.

As autoridades discutirão a adoção de medidas para a tripulação com a empresa operadora do Diamond Princess. Elas disseram que os tripulantes que desejarem desembarcar poderão ter permissão para isso.

Por NHK – Emissora pública de televisão do Japão