Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Homem ligado ao PCC é executado a tiros de fuzil

Foragido da Justiça desde 2017 após receber habeas corpus do Supremo Tribunal Federal (STF), Cláudio Roberto Ferreira, de 38 anos, conhecido por ser um dos assaltantes de banco ligados ao crime organizado em São Paulo, foi executado na noite de ontem (23) dentro de seu veículo. Ele sofreu uma emboscada, sendo atingido por vários disparos de fuzil que furaram a blindagem do veículo.

Ferreira era condenado em segunda instância a 65 anos de prisão, em regime fechado, sob acusação de roubo, latrocínio e organização criminosa. Ele havia saído da penitenciária após receber o habeas corpus, depois revogado, e não se apresentou novamente à Justiça.

A emboscada ocorreu no bairro do Tatuapé, na zona leste da capital paulista. O local é o mesmo onde dois outros suspeitos de integrar a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram executados, no primeiro semestre.

Testemunhas ouvidas pela Polícia Militar relatam que dois veículos foram enfileirados ao lado do carro de Ferreira e quatro pessoas desceram para efetuar os disparos. Os policiais encontraram o veículo blindado, modelo importado Audi Q3, com diversas perfurações nas laterais e muitas cápsulas ao redor.

A vítima foi encontrada no interior, com ferimentos na cabeça e no corpo. Como as portas e janelas estavam travadas, foi necessário apoio do Corpo de Bombeiros. Ele foi levado para um pronto-socorro, onde já chegou morto.

Dentro do carro da vítima, havia uma mochila com cinco celulares, dois envelopes com dinheiro e um documento de identidade falso. O veículo e os objetos foram apreendidos. O caso será investigado como homicídio qualificado pelo 30o Distrito Policial de São Paulo.

 

Vídeo mostra execução de integrante do PCC com mais de 70 tiros de fuzil em carro blindado na zona leste de São Paulo Um novo vídeo divulgado nesta terça-feira (24) mostra imagens que podem ajudar a polícia a esclarecer a execução do foragido da Justiça Claudio Roberto Ferreira, conhecido como Galo, que foi fuzilado na noite desta segunda-feira (23) no Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo. O carro onde ele estava foi atingido por mais de 70 tiros de fuzil.O vídeo mostra o carro prata usado pelos criminosos chegando. A ação dura 50 segundos. Dois dos criminosos descem do carro com armas na mão e voltam para o carro para recarregar os fuzis. A polícia acredita que quatro homens estavam dentro do carro.A polícia também descobriu que o carro onde estava Claudio Roberto Ferreira, o homem que foi morto, está em nome de uma loja. Esse carro teria sido comprado há pouco tempo.Todas essas informações foram recebidas nesta terça-feira pelo 30ºDP. O caso, no entanto, será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). "Os indicativos são de que é uma execução por conta de uma briga interna do partido que ele fazia parte", disse a delegada Ana Lúcia de Souza.

Posted by SP AGORA – O portal de notícias de São Paulo on Tuesday, July 24, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by