Política

Aprovação do presidente Lula cai devido a preocupações com a economia, revela pesquisa


A nova pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira revela que a aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva está sendo impactada pelas preocupações dos brasileiros em relação à situação econômica do país, considerada a maior economia da América Latina.

De acordo com os resultados da pesquisa, a aprovação da forma de governar de Lula caiu para 54% em outubro, em comparação com os 60% registrados em agosto. Além disso, 42% dos entrevistados afirmam que ele está desempenhando um mau trabalho, um aumento em relação aos 35% apontados na sondagem anterior.

Lula sanciona projeto de lei que torna permanente o aumento real do salário mínimo
Percepção negativa sobre desempenho do governo reflete preocupações dos brasileiros(Reprodução – Ricardo Stuckert/PR)

A aprovação positiva do governo de Lula, que está no poder há 10 meses, também sofreu uma queda, passando de 42% em agosto para 38% dos entrevistados. Por outro lado, as opiniões negativas aumentaram 5 pontos percentuais, chegando a 29%.

Felipe Nunes, pesquisador da Quaest, destaca que as pessoas estão mais preocupadas com a economia e têm percebido erros no posicionamento do governo. Ele menciona as viagens excessivas de Lula ao exterior e a falta de atenção dada às enchentes no sul do Brasil como exemplos desses erros.

A pesquisa também revelou que o número de brasileiros que veem a economia se deteriorando aumentou para 32%, em comparação com os 23% registrados em agosto. Ao mesmo tempo, o otimismo em relação à economia caiu para 33%, contra os 34% daqueles que veem melhorias.

Apesar desses dados negativos, ainda há mais brasileiros que consideram que Lula está se saindo melhor do que seu antecessor de extrema direita, Jair Bolsonaro. 47% dos entrevistados acham que o governo de Lula é melhor, em comparação com os 49% registrados em agosto. No entanto, aqueles que afirmam que seu governo é pior aumentaram para 38%, em comparação com os 34% há dois meses.

A pesquisa Genial/Quaest entrevistou 2 mil pessoas em idade de votar entre os dias 19 e 22 de outubro, com uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Esses resultados refletem a percepção negativa sobre o desempenho do governo e as preocupações dos brasileiros em relação à economia do país.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo