Brasil

Dezembro será um mês de calor e El Niño no Brasil, diz meteorologia

Após onda de calor histórica, último mês do ano terá temperaturas acima da média em grande parte do país e chuvas irregulares nas regiões Norte e Nordeste

O Brasil enfrenta uma nova onda de calor que deve ser uma das mais intensas já registradas, de acordo com a empresa de meteorologia MetSul. O fenômeno é causado por uma massa de ar quente e seco que impede a formação de nuvens e a entrada de frentes frias na região. Além disso, o país está sob efeito do El Niño, fenômeno que deixa as águas do oceano mais quentes e que tem impacto no clima global.

Nesse cenário pós-onda de calor, dezembro chega com altas temperaturas em grande parte do Centro-Norte do Brasil e chuvas abaixo da média histórica em parte das regiões Norte e Nordeste. No Sul, é esperado um cenário de chuvas acima da média histórica. Já no Sudeste e Centro-Oeste, a previsão é de chuvas abaixo da climatologia.

Após onda de calor histórica, último mês do ano terá temperaturas acima da média em grande parte do país e chuvas irregulares nas regiões Norte e Nordeste(Nivaldo Lima – SP AGORA)

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura média deve ficar 1°C acima da média histórica, podendo chegar a 29,6°C na capital. Os termômetros devem disparar e alcançar marcas próximas ou acima dos 40°C, diz a MetSul. “Os maiores desvios da climatologia histórica tendem a se dar no Sul do País, em particular no Rio Grande do Sul”, afirma a empresa.

O Rio Grande do Sul deve sentir o calor intenso a partir da segunda metade desta semana, se instalando de vez na sexta e perdurando até segunda-feira, 18. A temperatura mais quente prevista para esta semana na capital, Porto Alegre, pela Climatempo, é a de domingo, 17: mínima de 24°C e máxima de 37°C. As tardes, principalmente, devem ser bastante quentes. Pode haver pancadas de chuva.

Siga nosso canal no Whatsapp

No Centro-Oeste, onde o verão costuma ser chuvoso e os dias mais quentes do ano ocorrem no fim do inverno e durante a primavera, no final da temporada seca, as temperaturas deste meio de dezembro também devem surpreender, conforme a MetSul. Mas isso não quer dizer que não vá ter chuva: a Climatempo prevê precipitações na região esta semana. A MetSul diz que principalmente no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, o clima deve ficar tão quente quanto no período de primavera, quando termômetros próximos aos 40°C são normais.

O interior do Estado de São Paulo também sofrerá a mesma alteração no padrão meteorológico, segundo o MetSul. Geralmente, a região tem bastante chuva nesta época do ano, o que impede a temperatura de chegar a patamares muito altos, mas isso não deve acontecer este ano. Na sexta-feira, a previsão da Climatempo é de mínima de 23°C e máxima de 36°C em São José do Rio Preto, 23°C e 35°C em Bauru e 21°C e 35°C em Araraquara. Deve haver pancadas de chuva em todas essas cidades.

Na capital paulista, a temperatura será quente, mas mais baixa que nos outros locais. A chuva também deve marcar presença. Confira a previsão do Climatempo para a semana:

  • Segunda-feira, 11: mínima de 18°C e máxima de 26°C, com pancadas de chuva;
  • Terça-feira, 12: mínima de 19°C e máxima de 28°C, com pancadas de chuva;
  • Quarta-feira, 13: mínima de 20°C e máxima de 30°C, com pancadas de chuva;
  • Quinta-feira, 14: mínima de 21°C e máxima de 32°C, com pancadas de chuva;
  • Sexta-feira, 15: mínima de 22°C e máxima de 34°C, com pancadas de chuva;
  • Sábado, 16: mínima de 23°C e máxima de 35°C, com pancadas de chuva;
  • Domingo, 17: mínima de 24°C e máxima de 36°C, com pancadas de chuva.

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios