Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Festival de Cultura Árabe gera oportunidade para refugiados

Unir a riqueza da cultura árabe à solidariedade. É com este propósito que será realizado nos dias 22 e 23 de setembro “Um Dia nas Arábias”, festival de dança e de gastronomia protagonizado por familiares que fugiram de conflitos no Oriente Médio em busca de uma nova vida no Brasil.

Instalado no piso térreo do Shopping D, o festival irá oferecer 25 tendas dedicadas à venda de comidas, bebidas e produtos típicos da cultura árabe. Cerca de 70% dos pontos serão destinados exclusivamente a expositores refugiados.

Nas tendas, o público encontrará doces sírios e receitas tradicionais como kibe, esfiha, tabule, charutinho de folha de uva, arroz marroquino e homus, além de pratos menos conhecidos, entre eles, saj, shawarma, falafel, trigo libanês e mjadra. Haverá, ainda venda de roupas, perfumes artesanais, acessórios e artigos exóticos.

Para tornar a experiência ainda mais agradável e ampliar o conhecimento sobre usos e costumes de um dos povos mais antigos da humanidade, o festival vai oferecer apresentações musicais e danças tradicionais, entre elas, a do ventre e o dabke, considerada uma das expressões artísticas mais importantes entre os árabes.

Para a organização, a iniciativa conjuga entretenimento, cultura e responsabilidade social. “Por recebermos diariamente milhares de pessoas das mais diferentes regiões de São Paulo e do Interior, vemos neste evento uma interessante meio de divulgar o conhecimento de outras culturas e de gerar integração entre os povos, além de poder ajudar neste propósito”, afirma o gerente de marketing do Shopping, Rhuann Destro.

Segundo o Ministério da Justiça, até final do ano passado, o Brasil havia reconhecido 10.145 refugiados de diversas nacionalidades, 35% deles procedentes da Síria.

“Um Dia nas Arábias” vai funcionar no sábado 22, das 14 às 22 horas; e no domingo 23, das 14 às 20 horas. Para participar, basta doar na entrada 1kg de alimento não perecível, que será destinado às familiais refugiadas.

(Divulgação)
1
×
Fale agora com nossa equipe!