Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Município quer dobrar oferta de internet de graça

Meta é chegar a 300 pontos de conexão de graça até o fim de 2020 (Fábio Arantes/Prefeitura de SP/Reprodução)

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, lançou nesta sexta-feira (23) edital para o credenciamento de empresas e organizações interessadas em ofertar internet gratuita na capital. A rede de conectividade, atualmente disponível em 120 praças e parques da cidade, será, no mínimo, duplicada até o final da gestão, conforme prevê o Programa de Metas 2017-2020.

A expansão do programa WiFi Livre SP propõe 300 pontos de conexão obrigatórios, contemplando centros culturais e bibliotecas, centros desportivos e pontos turísticos. E detalha, ainda, outras 319 localidades complementares e opcionais, vinculadas a esta primeira rede.



Bruno Covas, prefeito de São Paulo (Leon Rodrigues/Prefeitura de SP/Reprodução)

“A nossa meta é dobrar os 120 pontos de WiFi na Cidade. Hoje nós gastamos R$12 milhões ao ano para manter os pontos atuais e vamos deixar de gastar este valor e com esta ampliação vamos poder atender, em especial, a população de maior vulnerabilidade que não tem recursos hoje para poder pagar um pacote de dados e que precisa utilizar a internet. A Prefeitura mais do que cumprindo a sua obrigação e acima de tudo, cumprindo aquilo que foi prometido com a população no seu plano de metas”, afirmou o prefeito Bruno Covas.

O edital propõe que as empresas interessadas recebam como contrapartida o direito de explorar modelo de negócios baseado na publicidade digital. O formato jurídico permite que a administração municipal deixe de investir recursos públicos na sustentação do serviço: cerca de R$ 12 milhões ao ano, investimento para manutenção dos 120 pontos atuais de acesso.

“Estamos propondo um modelo de financiamento pelo setor privado que não onera os cofres públicos e assegura internet de qualidade para as regiões de maior vulnerabilidade social. Nossa meta é audaciosa e gostaríamos de atingir mais de 500 pontos gratuitos de Wi-Fi”, destaca Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia.

Sobre o programa WiFi Livre SP

O programa WiFi Livre SP tem como objetivo levar internet gratuita e de qualidade à população de São Paulo, fomentando a inclusão digital e a apropriação do espaço público. Está disponível em 120 praças e parques da cidade e registra, desde o início do programa, em 2014, mais de 400 milhões de acessos.

*com informações da Prefeitura de SP

Deixe seu comentário

avatar
  Se inscrever  
Notificação de
1
×
Fale agora com nossa equipe!