Justiça

Pastores são condenados por matar adolescente

Os pastores Joel Miranda e Fernando Aparecido da Silva foram condenados a 21 anos de prisão em regime fechado na noite da última quinta-feira (27). Vale lembrar que cabe recurso.

Os religiosos foram condenados pela morte de Lucas Terra, adolescente que foi queimado vivo e teve seu corpo abandonado em um terreno baldio em 2001. O crime aconteceu em Salvador, capital da Bahia.

Lucas Terra foi assassinado por pastores da Universal (TV Cultura/Reprodução)

Ambos os pastores foram julgados pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Os três agravantes são: motivo torpe, emprego do meio cruel e impossibilidade de defesa.

Na época do assassinato, Lucas tinha apenas 14 anos de idade. Ele teria flagrado uma relação sexual entre Joel e Fernando dentro de um templo da Igreja Universal do Reino de Deus.

Siga nosso canal no Whatsapp

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios