Brasil

População abrigada no Rio Grande do Sul será imunizada contra a gripe

Em uma ação de saúde pública, o Rio Grande do Sul inicia a vacinação contra a gripe para abrigados devido às enchentes.

Uma campanha de vacinação contra a gripe foi iniciada para imunizar todos os abrigados no estado do Rio Grande do Sul. A iniciativa, que visa proteger toda população vulnerável com mais de 6 meses de idade, é uma colaboração entre a Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul, o Ministério da Saúde e gestores municipais.

Abrigados serão vacinados contra a gripe(Pedro Piegas – PMPA)

Atualmente, a Defesa Civil do Rio Grande do Sul contabiliza 76.580 pessoas em abrigos distribuídos em 103 municípios gaúchos. A meta é vacinar toda a população abrigada com mais de 6 meses de idade até a próxima segunda-feira. Esta ação é parte de um esforço maior para prevenir doenças infecciosas respiratórias, que podem se espalhar rapidamente em ambientes fechados e com aglomeração de pessoas.

Além da gripe, o governo do estado e o Ministério da Saúde estão orientando sobre outras ações de vacinação, incluindo esquemas contra hepatite A, tétano e raiva humana em áreas atingidas pelas enchentes. Um levantamento sobre o assunto está sendo realizado, e municípios que necessitam de doses de vacina contra influenza irão receber os imunizantes a partir do fluxo logístico da Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos.

A campanha de vacinação contra a gripe no Rio Grande do Sul começou em março, inicialmente direcionada para grupos prioritários. Com as enchentes, a campanha foi ampliada para a população em geral, utilizando as doses remanescentes. Até o momento, 38% do público prioritário já foi vacinado, totalizando mais de 1,8 milhão de doses aplicadas contra a doença.

Siga nosso canal no Whatsapp

O governo do Rio Grande do Sul enfatiza a importância das medidas de prevenção, como proteger a boca e o nariz ao tossir e espirrar, evitar tocar olhos, nariz ou boca com as mãos após contato com superfícies, e realizar a higiene das mãos com água e sabão ou álcool em gel.

Esta medida de imunização é um passo crucial para garantir a saúde e o bem-estar dos abrigados, minimizando o risco de um surto de gripe nas condições atuais. A solidariedade e a ação rápida das autoridades de saúde são fundamentais para proteger aqueles que foram deslocados por desastres naturais. A saúde pública é uma responsabilidade coletiva, e a vacinação contra a gripe é uma ferramenta vital nesse esforço conjunto.

5 1 vote
Avaliar artigo
Se inscrever
Notificar de
Os comentários são de responsabilidades de seus autores e não representa a opinião deste site.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais artigos desta categoria

Botão Voltar ao topo
0
Está gostando do conteúdo? Comente!x
Fechar

Bloqueador de anúncios

Não bloqueie os anúncios