Insira suas palavras-chave de pesquisa e pressione Enter.

Preso no interior de São Paulo suspeito de matar turista

Por Douglas Corrêa, da Agência Brasil

Fabiane Fernandes tinha 32 anos e foi morta ao sair para fazer uma trilha (Facebook/Reprodução)

Policiais da delegacia de polícia de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos, prenderam, na manhã de hoje (14), na cidade de São Carlos, em São Paulo, Matheus Augusto da Silva, 22 anos, acusado de ter sido o autor do homicídio da turista catarinense Fabiane Fernandes, de 32 anos, em Arraial do Cabo, no mês passado, quando saiu sozinha para fazer uma trilha na região.

O corpo de Fabiane Fernandes foi localizado após três dias de buscas com auxílio de embarcações, pescadores, guias turísticos e cães farejadores do Corpo de Bombeiros. De acordo com a corporação, a vítima estava nua no meio da vegetação e teve todos os pertences deixados ao lado do corpo, inclusive o telefone celular.



Moradora de Florianópolis, a vítima foi passar o feriado prolongado da Proclamação da República no local e desapareceu ao sair do hotel para fazer uma trilha no Morro da Cabocla, na Prainha, no domingo, 17 de novembro.

Matheus está com um mandado de prisão temporária de 30 dias expedido pela Justiça. O suspeito foi preso em uma clínica psiquiátrica para tratamento de usuários de drogas. De acordo com a família, Matheus sofre de transtorno bipolar e durante o feriadão prolongado estava acampado na Prainha com outra pessoa, que foi detida e apontou Matheus como o autor do crime.

O delegado titular de Arraial do Cabo, Renato Mariano, titular da 132ª DP, disse que o rapaz não conhecia Fabiane, mas acampava no mesmo dia na trilha em que a catarinense desapareceu, e foi visto quando deixava a cidade, na rodoviária, com vários arranhões no antebraço, que podem ter sido provocados pela reação da vítima ao ser atacada.

No dia do crime, ao sair para o passeio sozinha, Fabiane postou uma foto do local como sendo o Pontal do Atalaia, mas ela tinha ido para uma trilha na Prainha, o que caracteriza desconhecimento da região. Ela viajou para o Rio de Janeiro com um companheiro, mas, no domingo, saiu para a trilha sozinha, deixando o amigo no hotel. De acordo com a polícia, foi o parceiro que acionou os bombeiros, depois que notou o desaparecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Fale agora com nossa equipe!
Powered by