Detran-SP retoma agendamento de provas práticas

A partir de hoje (27) o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) volta a aplicar as provas práticas de direção em todo o estado, com agendamento prévio feito por meio do sistema e-CNH.

(Arquivo/Gabriel Jabur)

Os exames estavam suspensos devido à restrição causada pela pandemia da covid-19. Em junho o governo estadual permitiu que as atividades dos Centros de Formação de Condutores (CFCs) fossem reiniciadas gradualmente com as aulas práticas.

De acordo com o governo estadual, a partir de agora, os exames práticos poderão ser aplicados em ambientes abertos e de maneira segura, seguindo os protocolos estabelecidos no Plano São Paulo e pelo Detran-SP.

Segundo o diretor-presidente do Detran-SP, Ernesto Mascellani Neto, a ampliação dos serviços digitais e as inovações tecnológicas trarão benefícios aos profissionais também após o período de distanciamento social.

“O Detran vem trabalhando intensivamente para melhoria dos serviços prestados e o nosso objetivo é aprimorar cada vez mais os procedimentos para garantir agilidade e autonomia aos processos de habilitação. Não mediremos esforços para que o retorno aconteça de forma segura, possibilitando que as autoescolas mantenham suas atividades e o pleno atendimento dos seus alunos”, disse.

Segundo Neto, no mês de julho foram entregues, via drive thru, 320 mil Certificados de Registro do Veículo (CRVs) tanto para despachantes quanto para particulares, e 65 mil CNHs para CFCs, e pelos Correios, para os endereços de cadastro dos cidadãos. Também foram ampliadas em 48% as opções digitais para manter o atendimento aos usuários. Para manter as aulas teóricas foi implantado o sistema de reconhecimento facial.

Por Flávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil 

Após 6 adiamentos, placa do Mercosul passa a ser obrigatória

Novo modelo de placa para veículos no Mercosul (Ministério das Cidades/via Agência Brasil)


Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV)..

Desde a decisão pela adoção da placa do Mercosul, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do Mercosul foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação foi adiada para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.

As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela.

Dos 26 Estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Nova placa

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa apresenta o padrão com 4 letras e 3 números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com 3 letras e 4 números. Também muda a cor de fundo que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade.

Por  Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

Prorrogado prazo de inscrição para concurso do Detran

O período de inscrições para o concurso público do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) foi prorrogado até 14h do dia 15 de maio.

Os interessados em uma das 400 vagas ofertadas devem acessar o site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora da seleção, emitir e pagar o boleto até o horário limite. São oportunidades para níveis Médio e Superior, com salários iniciais de R$ 1.863 e R$ 4.657,50.

Prova

A data da prova está mantida para o dia 7 de julho. Na parte da manhã, será aplicado exame para oficial e no período da tarde, para agente. O candidato poderá se inscrever para as duas carreiras, indicando o código da opção e a cidade da vaga a qual pretende concorrer.

Os horários e os locais serão informados diretamente aos candidatos pela Fundação Carlos Chagas. A publicação do edital de convocação para as provas está prevista para o dia 14 de junho.

Vale destacar que a taxa de inscrição custa R$ 45 para o emprego público de oficial de trânsito e R$ 75 para o de agente de trânsito. O candidato pode prestar o concurso para as duas carreiras. As vagas abrangem todas as regiões administrativas do Estado e estão distribuídas entre 224 cidades.

Alguns dos requisitos são idade mínima de 18 anos completos até a data de admissão, CPF regular, não ter antecedentes criminais e estar em dia com a Justiça Eleitoral. Para ser agente de trânsito, é exigido portar Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, na categoria B.

Conteúdo

A prova objetiva trará 60 questões de múltipla escolha de conhecimento geral e específico, com pesos diferentes. Além disso, haverá uma prova discursiva (redação). O tempo máximo para conclusão será de 4h30.

O conteúdo abrange português, matemática e raciocínio lógico, noções de informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo e legislação de trânsito (Código de Trânsito Brasileiro e resoluções do Conselho Nacional de Trânsito). É importante ressaltar que não será permitido zerar em nenhuma das disciplinas.

Os interessados podem tirar dúvidas pelo telefone (11) 3723-4388. A FCC disponibiliza o serviço de atendimento de segunda a sexta-feira (dias úteis), das 10h às 16h.

Municípios

Confira as cidades onde as provas serão aplicadas:

Araçatuba
Araraquara
Barretos
Bauru
Botucatu
Campinas
Fernandópolis
Franca
Itapeva
Marília
Mogi Guaçu
Presidente Prudente
Registro
Ribeirão Preto
Santos
São José do Rio Preto
São José dos Campos
Sorocaba
São Paulo

Detran fará concurso com vagas para níveis médio e superior

Tem interesse em trabalhar no Detran. SP? O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo divulgou o edital do novo concurso público com 400 vagas de níveis Médio e Superior e salários iniciais de R$ 1.863 e R$ 4.657,50. Para a capital e a Região Metropolitana de São Paulo são 73 vagas.

As inscrições começam às 10h do dia 5 de abril e vão até as 14h de 6 de maio, exclusivamente pelo site da organizadora da seleção, a Fundação Carlos Chagas, ao custo de R$ 45 ou R$ 75. O pagamento deve ser feito até a data de encerramento e dentro do horário bancário.

O novo concurso exigirá redação e trará questões de Direito Constitucional, além de requerer conhecimento maior em legislação de trânsito. A candidatura também deve ser direcionada à cidade de interesse e não à região.

Inscrições

Para participar do concurso, é preciso ter idade mínima de 18 anos completos até a data de admissão, estar com o CPF regular, não possuir antecedentes criminais e estar em dia com a Justiça Eleitoral, entre outros requisitos descritos no edital. Os candidatos à carreira de agente de trânsito devem ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, na categoria B.

Redução de taxa

Quem comprovar que doou sangue pelo menos três vezes nos últimos 12 meses poderá pedir a isenção da taxa de inscrição. Cidadãos regularmente matriculados no Ensino Médio, curso pré-vestibular ou superior poderão ter 50% do valor reduzido, desde que estejam desempregados ou recebam remuneração mensal inferior a dois salários mínimos, devendo comprovar a situação de acordo com as especificações do edital.

As solicitações podem ser feitas até as 23h59 do dia 9 de abril, no site da Fundação Carlos Chagas (FCC). A Fundação Carlos Chagas disponibiliza um serviço de atendimento ao candidato pelo telefone (11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira (dias úteis), das 10h às 16h.

Motorista poderá usar documento eletrônico de veículos

Pedro Peduzzi/Agência Brasil

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A exemplo do que já ocorre com o título de eleitor e com a carteira nacional de habilitação (CNH), o registro e o licenciamento de veículos automotores terão também uma versão digital. O documento poderá ser baixado a partir de hoje (27), por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CNH Digital), já disponível tanto para o sistema Android como para o IOS.

A primeira unidade federativa a fazer uso deste documento é o Distrito Federal. “Não há ainda um prazo definido para que os demais estados aderirem porque a adesão é voluntária e depende dos órgãos de trânsito”, disse o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, durante a cerimônia de lançamento do aplicativo para a capital federal.

O aplicativo reunirá, na mesma plataforma, CNH, seguro obrigatório e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Segundo o ministro, a ideia do aplicativo é facilitar a vida do cidadão e diminuir as filas dos departamentos de trânsito.

“Mais de 97 milhões de brasileiros possuem CRLV; mais de 60 milhões possuem carteira de habilitação; e mais de 23 milhões de pessoas possuem a habilitação com o QR Code [espécie de código de barras que pode ser verificada pelos agentes de trânsito durante as abordagens]. Esse aplicativo tornará a ida ao Detran desnecessária [para boa parte dessas pessoas]”, explicou Baldy.

O diretor do Denatran, Maurício Alves, a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, durante cerimônia para lançamento da versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVe
O diretor do Denatran, Maurício Alves, a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, durante cerimônia para lançamento da versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Prazos

Apesar de não haver, até o momento, um prazo definido para que os departamentos de trânsito das demais unidades federativas passem a adotar a versão eletrônica do documento, a expectativa do diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Maurício Alves, é de que até o final do ano todos estados já estejam operando com o aplicativo.

No DF, há 1,75 milhão de pessoas habilitadas para dirigir. Segundo o diretor-geral do Detran-DF, Silvain Barbosa, esse grande número de motoristas habilitados faz com que as áreas de atendimento ao público tenham de atender diariamente entre 5 e 10 mil pessoas. “Com esse aplicativo, nós retiraremos as pessoas de dentro do órgão”, disse Barbosa.

Download

Para ter o documento em seu celular, é necessário que o proprietário do veículo esteja em dia com o licenciamento. Quem já tem a CNH Digital não precisa fazer o download da Carteira Digital de Trânsito, basta apenas atualizar o aplicativo da CNH Digital. Em seguida, basta adicionar o CRLV Digital e informar o número do Renavam e o código de segurança impresso no Certificado de Registro de Veículo (CRV), que é o antigo DUT.

A fim de esclarecer eventuais dúvidas sobre o uso desse aplicativo, o Denatran disponibilizou um tutorial em seu site.